A ira da hipocrisia contra o nosso Arcebispo Dom Jaime Vieira

Foto Reprodução/Internet

Do Blog do Silvério

Nos últimos dias a ira da hipocrisia de determinadas pessoas (políticos, empresários, alguns ditos católicos, setores da imprensa e das redes sociais) se abateu pesadamente contra o Arcebispo da Arquidiocese de Natal, Dom Jaime Vieira, pastor do rebanho católico norte-riograndense, uma pessoa do bem e de bem.

O motivo de tanta ira contra o nosso Arcebispo é que ele recentemente, publicou uma nota, apoiando os protestos pacíficos da sociedade brasileira contrária as reformas da Previdência e Trabalhista que estão tirando o sono da nossa classe trabalhadora, dando apoio e convocando os fiéis para participarem da Greve Geral desta sexta-feira (28).

Bastou a convocação começar a circular para que o tiroteio das mais diferentes formas começasse a pipocar contra Dom Jaime, tentando denegrir sua imagem e opinando a respeito do que o Arcebispo deve ou não deve dizer, como se ele enquanto ser humano e pastor não tivesse o direito de orientar e defender seu rebanho.

Não estamos questionando aqui o direito de opinar, de concordar ou discordar de que quer que seja, pois tais direitos são garantidos pela nossa Constituição e pela Democracia. O que estamos questionando é a atitude hipócrita de certas pessoas que se consideram paladinas da verdade, por perceberem seus interesses sendo contrariados na voz profética de um missionário que luta cotidianamente na defesa do povo, principalmente dos menos favorecidos e pela construção do Reino de Deus, tentam denegrir a imagem de um sacerdote.