Centrais do Cidadão ganham prédios próprios

Central do Cidadão da Zona Norte em obras

O Governo Garibaldi Filho criou o programa das Centrais do Cidadão no RN, com o secretário da época Carlos Eduardo Alves. O Governo Wilma de Faria ampliou esse serviço para mais de 10 unidades, espalhando o programa pelo interior do Estado. O Governo Rosalba tentou iniciar um processo de reforma e construção de novas sedes, mas caberá a seu ex-vice concluir o projeto.

Além da unidade da Zona Norte, em obras, a Central Zona Sul será transferida do shopping Via Direta para um novo prédio localizado por trás do antigo Bompreço da avenida Roberto Freire, e a unidade da Zona Oeste, para substituir a Central do Alecrim, está em construção no segundo piso da Rodoviária de Natal.

O Governo do RN está investindo R$ 4,3 milhões na construção destas três unidades que serão modelo para todo o Estado. Outras 13 sedes estão sendo construídas no interior, em substituição às existentes, e cinco unidades que possuem imóveis próprios estão sendo reformadas e ampliadas. As unidades de João Câmara, Nova Cruz, e São Paulo do Potengi já estão em obras. O restante está em processo de contratação.

Segundo o Governo, a construção de sedes próprias para as Centrais do Cidadão está eliminando despesas com aluguel gerando economia para o Estado estimada em R$ 350 mil por ano.