Desmembramento de Japi e São Bento será benéfico para a evangelização

O desmembramento dos municípios de Japi e São Bento do Trairi, da Paróquia de Santa Rita de Cássia, colocará o fim de um tradição de décadas na parceria de evangelização com o município de Santa Cruz, sede da Paróquia desde 1835, na criação da Freguesia de Santa Rita.

Santa Cruz conta atualmente com sete pontos físicos de evangelização, que seriam as capelas de Mãe Rainha (Cega Matilde), São José (DNER) e Nossa Senhora das Graças (Conjunto Cônego Monte). Ainda contamos a Igreja Matriz de Santa Rita (centro e sede), o Santuário de Santa Rita, as igrejas de São João Batista (Paraíso) e Nossa Senhora das Dores (Maracujá).

Na contagem ainda tem São Miguel Arcanjo, no Bairro Vermelho e Conjunto Miguel Pereira Maia. Sem falar nas comunidades rurais, novas capelas que estão em construção, que se somam às necessidades espirituais e administrativas de Japi e São Bento do Trairi.

O desmembramento seria benéfico para as atividades da Paróquia de Santa Rita, que não teria o deslocamento de padres e fiéis, assim como a presença e indicação de um Padre que atenderia as duas cidades.