Em tréplica, Jackson Renê responde a Josemar Bezerra: “A cobra vai fumar”

Em nota, a assessoria do vereador Jackson Renê respondeu em tréplica as declarações do ex-vereador Josemar Bezerra. “Minhas inciativas estão respaldadas em 938 cidadãos santa-cruzenses, e por um cidadão diplomado que prima por honestidade e a busca de justiça social. Quando nosso mandato revela a prestação de contas do ano de 2015 ou dados da AUDITORIA REFERENTE AO PLANO DE FISCALIZAÇÃO ANUAL (Processo Nº 017633 / 2014 – TC (017633/2014-TC) do TCE é em defesa de direitos e busca para sanar “antigas práticas” que já não se podem mais permitir”, declarou o vereador.

Jackson ainda colocou que a cassação do Galo Rural foi algo feito pelo TSE, não de sua parte. “Lembro a todos que as duas ações mencionadas pelo ex-vereador Josemar Bezerra, uma referente a cassação de 5 vereadores de Santa Cruz, RN e a outra sobre a cassação do mandato do vereador Edmilson Silva, conhecido como Galo Rural, são frutos de ações julgadas em definitivo pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), portanto assim inquestionáveis. E que a primeira serve por si só de sustentação para a legitimação do nosso mandato”, avaliou.

O jovem vereador fez questão de expressar que nunca participou do grupo de oposição e que teve apenas um posicionamento de independência na Câmara, antes de passar a integrar o bloco atual (governista). Nunca participamos de grupo político de oposição, seguimos a risca o nosso planejamento de legislarmos com uma postura “independente”. Ponto de vista este expresso na nossa primeira entrevista à Rádio Santa Cruz AM, em oportunidade no programa “Conexão Trairi”, mas quando o cotidiano do trabalho nos requisitou tivemos as nossas ações pautadas numa perceptiva progressista visando o bem do nosso município, logo oposta ao conservadorismo”, explica.

Sobre ter sido chamado de “cobra” nas declarações de Josemar Bezerra a este Blog, Renê disse: “ele nos ataca de forma pejorativa ao tentar associar a minha imagem pessoal a um animal tão estigmatizado pela sociedade, onde em resposta a esta postura baixa deixo uma menção histórica em homenagem aos pracinhas da FEB, brasileiros que lutaram por nosso país durante a II Guerra Mundial, e que assim como eles tinham como grito da vez ‘a cobra vai fumar’. Deixo claro que nosso mandato permanecerá alerta a qualquer irregularidade que venha manchar o Legislativo Municipal. Honraremos nossa função fiscalizadora acionando sempre que necessário o poder judiciário em prol de uma sociedade mais justa”.

>>>

Do Blog: Será que ainda tem mais fumo nesse duelo? Aguardemos os próximos capítulos!