Fátima Bezerra processa médico por ofensas em rede social

A senadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, (PT), abriu um processo na justiça por danos morais contra o médico de São Gonçalo do Amarante, Dr. Lira Holanda, por ofensas nas redes sociais.

Em várias publicações postadas em seu “facebook”, anexadas por advogados da senadora, o médico destila seu ódio contra a parlamentar.

Prova disto é uma das publicações do médico datada no dia 25 de maio de 2017, com o seguinte título “Ladra vagabunda”, seguido de uma foto editada da autora com os seguintes dizeres, “propineira! U$1.65.000,00 da JBS. Não é boi, mas é Bezerra e é Gópi! Fátima Bezerra. #NasRuas”.

Em seu pedido de indenização, elaboradas por seus advogados, a senadora alega que o médico “destila seu ódio caluniando a autora ao chamá-la de ladra, bem como, difama novamente sua honra e imagem atribuído-lhe a pecha de vagabunda”.

No pedido de indenização, a senadora também cita o Senadinho São Gonçalo.

“Ofensiva e sem pudores, a publicação do réu repercutiu, principalmente, no Município de São Gonçalo do Amarante, onde o Sr. Lira Holanda tem maior inserção social devido sua atuação profissional como médico. Os blogs da cidade comentaram as referidas publicações desonrosas”, e descreve o título de nossa matéria, “Depois de chamar deputada de ‘Macaca’, médico de São Gonçalo usa o termo ‘Vagabunda’ contra senadora Fátima Bezerra”, datada no dia 25 de maio de 2017.

Por fim, em seu pedido de indenização, advogados da senadora pedem a condenação do requerido na obrigação de fazer que consiste em remover o conteúdo ofensivo á autora da rede social ‘facebook’, como também, pagar á autora, Indenização por Danos Morais, na quantia de 40 (quarenta) salários mínimos. Um total de R$ 37.480,00 (trinta e sete mil, quatrocentos e oitenta reais).

Senadinho São Gonçalo