FIFA analisa aumento de 32 para 48 seleções na Copa do Mundo

Foto Reprodução/Internet

Se 32 seleções já provocou tanta euforia nos últimos anos, o que 48 podem provocar em um Mundial FIFA? É o que pensa o presidente da FIFA, Gianni Infantino, o que consideram uma articulação política pelos votos na eleição da presidência da Federação Mundial.

O planejamento seria para a Copa do Mundo de 2026, com um total de 48 participantes. Mas essa decisão só virá em, possivelmente, em março de 2017. A decisão será ratificada nesta terça-feira pelo Conselho Fifa, que se reúne em Zurique, um dia após a entrega do Prêmio Fifa The Best.

Com essa decisão, a América do Sul deve ter seis vagas e mais uma de repescagem. Dessa forma, as vagas seriam distribuídas assim:

Uefa: 16 vagas
África: 9,5 vagas
Ásia: 8,5 vagas
Conmebol: 6,5 vagas
Concacaf: 6,5 vagas
Oceania: 1 vaga

A EVOLUÇÃO DAS VAGAS
A primeira Copa do Mundo, realizada no Uruguai, em 1930, tinha apenas 13 equipes. Bélgica, França, Romênia, Iugoslávia, Brasil, Argentina, Paraguai, Chile, Peru, Bolívia, Estados Unidos, México e Uruguai foram os participantes, com a seleção celeste campeã ao final. Até 1978 o formato previa a participação de 16 seleções. Em 1982, a FIFA alterou para 24 equipes em seis grupos, na Copa da Espanha. Na copa 1998, na França, o formato avançou para 32 seleções em oito grupos.

MAIS MATA-MATA
A previsão é que até 2022 seja um formato de 32 seleções. Atualmente, são oito grupos com os dois melhores se classificando para oito jogos de mata-mata que vai afunilando até as finais. O novo formato teria 16 grupos de três seleções, com com a classificação dos dois melhores para uma segunda fase. 32 seleções na segunda fase iniciariam uma eliminatória até a final com duas seleções. A duração do mundial seriam os mesmo 32 dias saindo de 64 para 80 partidas.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorJerônimo Câmara será o novo secretário da Semsur
Artigo seguinteVotações no Blog superam os 6 mil votos
Wallace Maxsuel de Azevedo, 29 anos, graduado em Jornalismo pela Universidade Potiguar (UnP), atua na comunicação desde 2006. Além dos veículos de imprensa também foi diretor de órgãos públicos e Secretário Municipal. Integrante da Pastoral da Comunicação (PASCOM) de Santa Cruz, e membro dedicado da comunicação Católica no RN. Criou o Blog do Wallace em junho de 2009, possibilitando para a região do Trairi um espaço virtual de qualidade e credibilidade. Fotógrafo amador, flamenguista e casado.