Getúlio é contra votação remota da reforma da previdência

Durante a sessão remota por videoconferência desta terça-feira (7), o deputado Getúlio Rêgo (DEM) disse que não concorda com a votação do projeto de reforma da previdência para servidores do RN, que se encontra na Casa Legislativa. O parlamentar defende que, a devido a sua importância, esta pauta deve ser discutida e votada de forma presencial.

“Isso retira dos servidores, dos sindicatos e da sociedade a oportunidade de se inserir o debate, de participarem ativamente das discussões com sugestões, e na busca de aperfeiçoamentos para que se democratize esta discussão”, afirmou Getúlio.

O parlamentar disse entender com clareza a necessidade de reforma, desde a reforma federal, tendo em vista o descontrole de receitas e despesas do sistema previdenciário brasileiro, com repercussão nos municípios de toda a nação.

Getúlio afirmou que nos últimos dias os deputados têm sido procurados de forma intensiva por servidores de todos os segmentos funcionais do governo estadual, solicitando que não se permita a tramitação e votação de forma virtual. “Essa votação de forma virtual vai apunhalar os verdadeiros penalizados pela reforma, os servidores”, disse Getúlio.

O deputado disse que a governadora iniciou sua carreira política na luta pelos direitos dos professores e exerceu mandatos eletivos na própria Assembleia Legislativa, Câmara Federal, Senado e em 2018 conquistou o Governo do RN. “É inconcebível que se aproveite da pandemia, retirando a participação ativa dos servidores, sindicatos, imprensa e sociedade, por quem criticou a reforma federal, apunhalando agora quem depositou a confiança nesse governo”, afirmou.