Haddad diz que Dilma “não tinha condições psicológicas para lidar com Eduardo Cunha”

Pouco antes de embarcar para Aracaju (SE), sua segunda parada no périplo que faz pelo Nordeste, Fernando Haddad concedeu nesta quarta-feira (22) uma entrevista à rádio Metrópole, de Salvador, em que disse que a ex-presidente Dilma Rousseff “se retraiu na política” por não ter “condições psicológicas” para lidar com pessoas como Eduardo Cunha.

“Dilma não tinha condições psicológicas para lidar com Eduardo Cunha [então presidente da Câmara], e era ele quem comandava no Congresso. Ela se retraiu na política para não se misturar com essa gente”, afirmou Haddad ao tentar justificar um dos motivos que culminaram no impeachment da petista.