Justiça determina soltura de Carlos Nuzman

A realidade brasileira parece inacreditável a cada momento, ainda mais quando a sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) determina soltura, nesta quinta-feira (19), do ex-presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) Carlos Arthur Nuzman, preso em operação da Polícia Federal sob suspeitas de corrupção nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

Nuzman é acusado de intermediar o pagamento de propinas para que o Rio de Janeiro fosse escolhido a sede dos Jogos Olímpicos de 2016, a defesa nega e diz que ex-presidente do Comitê Olímpico “nega as acusações e afirma que os fatos são injustamente imputados.

A decisão teve votação unânime, com todos os 4 votos favoráveis, e 1 impedimento, (Maria Thereza de Assis Moura, Sebastião Reis Júnior, Rogerio Schietti Cruz e Nefi Cordeiro) a soltura e estabelecendo medidas cautelares como: entrega do passaporte, proibição de deixar o Brasil e proibição de contato com outros investigados.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAs chantagens de Robinson Faria
Artigo seguinteUm anjo fascista de ouro
Wallace Maxsuel de Azevedo, 29 anos, graduado em Jornalismo pela Universidade Potiguar (UnP), atua na comunicação desde 2006. Além dos veículos de imprensa também foi diretor de órgãos públicos e Secretário Municipal. Integrante da Pastoral da Comunicação (PASCOM) de Santa Cruz, e membro dedicado da comunicação Católica no RN. Criou o Blog do Wallace em junho de 2009, possibilitando para a região do Trairi um espaço virtual de qualidade e credibilidade. Fotógrafo amador, flamenguista e casado.