Justificar voto pela religião é tão hipócrita quanto qualquer outro motivo

Os eleitores de Bolsonaro e Haddad se dividem nas redes sociais, em alguns momento, justificando o voto por questões religiosas.

Vale lembrar que o Estado brasileiro é laico, onde as questões religiosas não devem interferir nas atividades da administração, economia e outros fatores do poder público.

Alguns princípios cristãos estão presentes na Constituição e em outras normas que regem nosso país, no entanto, a nossa “Bíblia” é a Carta Magna de 1988, no que tange aos assuntos do Estado.

Justificar apenas pela religião o voto é uma dimensão muito pequena, tanto para os eleitores de Bolsonaro, quanto para os petistas.

O principal debate são as propostas e como implementar os projetos apresentados. O resto é uma falácia e muita hipocrisia, de ambos.

#ficaadica