Março já soma 9 óbitos em Santa Cruz

Nem terminou e março já pode ser considerado um dos piores meses da pandemia em Santa Cruz. As duas primeiras semanas já somam 9 óbitos.

A primeira semana somou 4 óbitos, quando o mês começava com o 39º óbito e encerrava aquele primeiro período com 42 pessoas vítimas da Covid-19, ao longo de toda pandemia.

A segunda semana soma 5 óbitos, sendo o pior dia na quinta-feira (11), com 3 mortes em Santa Cruz. Se somar óbitos totais do Hospital, a quinta ainda teve mortes de Campo Redondo e Jaçanã, totalizando 5 naquele dia.

O “março macabro” vai chegando em seu 13º dia com 9 mortes e uma UTI oscilando de 80% a 100%. O mês registra um alto número de internados, com aquinta-feira, 11 de março, em total de 21 internados.

OS PRIMEIROS MESES

Os meses de janeiro e fevereiro foram mais leves no quesito óbitos e pressão de internamentos na UTI.

De acordo com o boletim da Prefeitura Municipal, foram 344 pessoas que testaram positivo em janeiro. A UTI começou 2021 com 40% de ocupação. O primeiro mês do ano teve 5 óbitos.

Entre janeiro e fevereiro a pressão por leitos aliviou, mas o final do segundo mês foi com UTI lotada. Fevereiro registrou 314 com teste positivo, mas sem nenhum óbito.

COMPARATIVO

Até a sexta-feira, 12 de março, a Prefeitura registrou 269 testes positivos para Covid-19, o que corresponde a 85% dos casos totais em fevereiro.

Durante os 10 primeiros dias do mês a UTI ficou em 100% de ocupação, apenas dia 11 e 12 de março a ocupação reduziu para 80%.

Os números mostram um mês de março muito preocupante nessa primeira quinzena, que tem decretos municipais e estaduais restringindo funcionamentos de comércios e adotando medidas mais restritivas.

Os especialistas alertam que mesmo com abertura de UTIs e reforço do sistema de saúde, a adoção do distanciamento e isolamento social ainda são os mais adequados para diminuir a contaminação.