MP alerta para interferência de facções nas eleições 2018 no RN

Aura Mazda, da Tribuna do Norte

Pelos menos 33 cidades do Rio Grande do Norte estão sob “forte presença” de  duas facções criminosas que podem interferir no pleito eleitoral de 2018. O levantamento dos territórios com domínios de facções foi elaborado pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público Estadual, e enviado ao  comandante da Polícia Militar, do Exército Brasileiro no estado e para as promotorias com zonas eleitorais onde foi detectado a presença dos grupos criminosos. O comunicado foi enviado na semana passada, de acordo com o Gaeco/RN.

Em um comunicado, também chamado de “salve”, enviado pelo Sindicato do Crime do RN (SDC), ao qual a Tribuna do Norte teve acesso, o grupo proíbe qualquer tipo de propaganda, seja por panfletagem ou divulgação de imagens de determinados candidatos nas áreas dominadas. Os locais geralmente são territórios periféricos,  chamados de “quebradas”. Segundo a mensagem da facção, reconhecido pelo Gaeco como verídico, o grupo criminoso ameaça “punir” quem seguir uma ordem contrária.

O Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado explicou que o alerta sobre a presença das facções criminosas nas 33 cidades potiguares foi necessário para que “não ocorra nenhuma restrição na hora do voto”, uma vez que as facções criminosas tentam interferir nos pleitos eleitorais no Rio Grande do Norte desde a última eleição, em 2016.

A reportagem não teve acesso aos nomes das 33 cidades mencionadas, mas de acordo com fontes ouvidas pela reportagem, as principais de cada região estão na lista: Natal, Mossoró, Pau dos Ferros, Currais Novos, Caicó, São Gonçalo do Amarante e Ceará-Mirim registram a presença das facções.

Para garantir a segurança nos locais, tropas federais serão enviados em 07 de outubro a 97 municípios do estado. O Ministério Público Eleitoral, por meio da assessoria de imprensa,  informou que vem apoiando todos os pedidos de tropas federais para manter a segurança do pleito.

Na sexta-feira (07), o Tribunal Superior Eleitoral aprovou o envio de tropas federais em 97 municípios do RN para garantir a ordem e segurança do primeiro turno das eleições em 07 de outubro.   São 60 municípios a mais do que nas eleições gerais de 2014, quando o TSE havia aprovado o envio de Forças Armadas para garantir  a segurança das eleições em 37 municípios potiguares.

A solicitação de envio de Força Federal para atuação nas eleições do Rio Grande do Norte foi feita pelo Tribunal Regional Eleitoral em 24 de julho, e exclui Natal, maior colégio eleitoral do Estado, com 557.109 eleitores, mas inclui  municípios importantes, como Mossoró, segundo maior contingente eleitoral, que tem 174.129 votantes, além de Caicó, Pau dos Ferros, Macaíba, São José do Mipibu, Goianinha, Nova Cruz, entre outros. O pedido do TRE não teve como base a presença de facções.

Em todo o Estado serão 1551 locais de votação que deverão contar com pelo menos dois praças da Polícia Militar em cada local, além do policiamento das forças federais e de Guardas Municipais nas ruas, que também serão solicitados pelo presidente do TRE, possivelmente em Natal e em outros municípios onde ela existam.

Facções
O “Sindicato do Crime do RN” é maioria em no estado por causa do baixo valor que a facção consegue comercializar a droga e pelo fato da “mensalidade” para fazer parte da organização ser mais barata que a da facção paulista Primeiro Comando da Capital (PCC). Quem quiser fazer parte da facção potiguar paga R$ 100 reais se estiver preso e R$ 200 se estiver solto. A mensalidade do PCC gira em torno de R$ 600. Os grupos comandam o tráfico de drogas no estado, disputando territórios para comercialização.

Os “grandes atacadistas”, nome dado aos traficantes de droga que ocupam um alto escalão na hierarquia da facção, saem do Rio Grande do Norte com destino à cidades fronteiriças com Brasil para comprar a droga. Ao chegar lá, geralmente de carro, uma mulher leva o veículo até o local em que ocorrerá a compra. Toneladas são trazidas geralmente em caminhões. Em alguns casos a droga é armazenada dentro de troncos de madeira e transportadas até o estado. Na frente dos carregamento, vem os carros com “batedores”, que avisam quando existem barreiras policiais no caminho.

Ao chegar no RN, o atacadista repassa a droga para revendedores, que por sua vez passa para um intermediário e por fim ela é levada ao varejista ou “boqueiro”, que são as pessoas que vendem nas “bocas de fumo”. Antes de chegar ao “consumidor final”, a droga é geralmente refinada ou armazenada em casas ou granjas alugadas por temporada, que ficam fora da capital.  Nas comunidades, a distribuição é comandada pelos “linha de frente”.

Cidades onde haverá reforço
39 Zonas Eleitorais

97 municípios

Municípios:

Macaíba

Bom Jesus

São José de Mipibu

Vera Cruz

São Paulo do Potengi,

São Pedro

Santa Maria

Riachuelo

Espírito Santo

Goianinha

Tibau do Sul

Jundiá

Passa e Fica

Nova Cruz

Santo Antônio

Serrinha,

Passagem

Várzea

São Miguel do Gostoso

São José de Campestre

Serra de São Bento

Monte das Gameleiras

Lagoa D’Anta

São Bento do Trairi

Japi

Santa Cruz

Lajes

Afonso Bezerra

Angicos

São Tomé

Barcelona

Rui Barbosa

Lagoa de Velhos

Bodó

Cerro Corá

Currais Novos

Lagoa Nova

Cruzeta

Parelhas

Caicó

Serra Negra do Norte

Jardim de Piranhas

São João do Sabugi

Ipueira

Jucurutu

São Rafael

Macau

Guamaré

Campo Grande

Janduís

Triunfo Potiguar

Mossoró

Apodi

Caraúbas

Rafael Godeiro

Umarizal

Olho D’Àgua do Borges

Frutuoso Gomes

Pau dos Ferros

São Francisco do Oeste

Francisco Dantas

Luís Gomes

São Miguel

Venha Ver

Monte Alegre

Brejinho

Lagoa Salgada

Lagoa de Pedras

Itaú

Felipe Guerra

Rodolfo Fernandes

Severiano Melo

Pendências

Alto do Rodrigues

Carnaubais

Upanema

Governador Dix Sept Rosado

Tibau

Boa Saúde

Serra Caiada

Sitio Novo

Tangará

Ipanguaçu

Baraúna

Serra do Mel

Marcelino Vieira

Rafael Fernandes

Água Nova, Encanto

Riacho de Santana

Ares

Georgino Avelino

Nísia Floresta

Campo Redondo

Coronel Ezequiel

Jaçanã

Lajes Pintadas