Nelter critica gestão hídrica no RN

Foto João Gilberto/Assessoria

Nesta quinta-feira (26) o deputado Nelter Queiroz (PMDB) fez um aparte ao pronunciamento do deputado Vivaldo Costa (Pros), na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte (ALRN), para lembrar que foi o primeiro a lutar pela construção de uma adutora de engate rápido para Jucurutu, e que a empresa executante da obra foi a mesma contratada pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) para construir a adutora de Acari e Currais Novos.

“Eu chamei atenção na época, pois essa empresa não fez o serviço bem feito em Jucurutu e também não faria em Acari e Currais Novos”, ressaltou o deputado. Nelter lembrou que avisou diversas vezes que a construção da adutora de engate rápido de Caicó, partindo da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, seria um equívoco, já que o reservatório não atendia satisfatoriamente os sistemas adutores existentes. “O Governo do Estado fez alguns poços em Afonso Bezerra para reduzir a retirada de água da Armando Ribeiro Gonçalves. A adutora que vai até Patu está parada há mais de um ano porque não tem água na Barragem”, disse o deputado.

O parlamentar frisou que, por diversas vezes, avisou no plenário da ALRN que, quando concluída, a adutora de engate rápido não teria água para abastecer Caicó. “Eu já dei a ideia diversas vezes e volto a dizer, a solução imediata para as adutoras de Caicó, Serra de Santana, Currais Novos e Acari, e até a de Patu, é a construção de uma nova adutora, com extensão de 50 quilômetros, tirando água do lençol freático de Upanema. Esse projeto já existe em Brasília. Assim, essa nova adutora chegaria até Jucurutu onde seria interligada com as demais. Essa é a solução.”.