Oposição não se dividia para eleição de governador desde 2010

Há 8 anos a oposição de Santa Cruz repetia o mesmo processo de divisão no apoio para governador do estado. Naquela ocasião, Carlos Eduardo Alves (PDT) era candidato ao Governo, em um cenário com Iberê Ferreira (PSB) candidato à reeleição e Rosalba Ciarlini (na época DEM) saindo do Senado para o RN.

O resultado?

Parte da oposição que apoio Rosalba se consagrou com a vitória, mas depois se desentenderam na divisão dos cargos estaduais.

O grupo que apoiou Carlos Eduardo foram em maioria PT e PCdoB, que apresentaram uma votação inexpressiva e pífia.

A divisão de 2010 se repete, mas o cenário é outro.