Comperve inscreve para vagas residuais até segunda-feira

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio do Núcleo Permanente de Concursos (Comperve), inscreve até a próxima segunda-feira, 17, para o processo seletivo de vagas residuais com entrada em 2019.1. Estão sendo oferecidas 446 vagas em diversos cursos de graduação da UFRN, nos campi de Natal, Macaíba, Caicó, Currais Novos e Santa Cruz. A seleção consta de provas objetivas de Língua Portuguesa, Matemática, Redação e Prova de Títulos. As provas acontecem no dia 14 de outubro.

Podem se inscrever candidatos com vínculo ativo em curso de graduação em Instituição nacional de ensino superior, que seja autorizada ou reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). As inscrições de alunos de instituições que não sejam a UFRN, somente serão permitidas para o mesmo curso daquele de origem. Já os alunos da UFRN só poderão se inscrever em cursos distintos daqueles que cursam.

Também pode se inscrever portador de diploma, desde que esteja pleiteando vaga em curso distinto do que concluiu. A inscrição no processo também é permitida para ex-alunos de graduação da UFRN, que tiveram seu programa cancelado nos períodos de 2014.1 a 2018.2, e só poderão se inscrever para o mesmo curso.

A inscrição deve ser realizada no site da Comperve. A taxa é de R$ 30, que deve ser paga até a terça-feira, 18. No site da Comperve é possível acessar o programa de estudos. Mais informações no edital.

Pesquisa Seta mostra empate técnico entre Carlos Eduardo e Robinson Faria

A senadora Fátima Bezerra aparece com 32% das intenções de voto, na pesquisa Seta, e vê seus dois adversários em uma disputa acirrada para ir ao segundo turno.

A pesquisa mostra um empate técnico, no cenário de Carlos Eduardo Alves (PDT) com 16% e Robinson Faria 13%, sendo a margem de erro de dois pontos.

Os outros candidatos somam 2%, enquanto branco, nulos e ninguém somam 32%. Foram 6% que não souberam responder.

Pesquisa Seta mostra Garibaldi fora do Senado

O Instituto Seta em sua pesquisa mostra um dado não esperado pela cúpula do MDB, Garibaldi estaria fora da corrida para o senado federal. Na mesma pesquisa o capitão Styvenson Valentim lidera com 21%, seguido de Zenaide Maia, com 15%.

Garibaldi Alves estaria com 14%, depois Geraldo Melo 10%, Antônio Jácome aparece com 5%, enquanto Alexandre Motta e Magnólia Figueiredo têm 2% cada. Brancos, nulos e ninguém são 84% e 42% não souberam ou não quiseram responder.

O Instituto Seta ouviu 1.300 pessoas entre os dias 7 e 9 de setembro em todas as regiões do Rio Grande do Norte com registro na Justiça Eleitoral sob os números BR-02681/2018 e RN-07553/2018.

Operação Natal Segura faz barreiras policiais pela capital potiguar

Da Tribuna do Norte

A Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Norte anunciou o início de uma operação  com barreiras nas saídas e entradas de Natal, a partir desta sexta-feira (14). De acordo com a secretária de segurança do Estado, Sheila Freitas, os objetivos são diminuir os crimes na cidade e impedir a entrada de fugitivos da Penitenciária de Segurança Máxima Romeu Gonçalves Abrantes, na Paraíba. A fuga aconteceu há quatro dias.

De acordo com a secretária de segurança, policiais serão pagos com diárias operacionais para fazer as barreiras policiais. Não foi informado, no entanto, o valor que será gasto com diárias. Sheila Freitas explicou que a verba é oriunda de um convênio antigo com o Detran/RN, e que não divulgaria valores e quantidade de policiais envolvidos na operação por questões de segurança.

“A população vai ver um maior número de policiamento nas ruas. Quero dizer a população que não se incomode de ter o seu carro parado, se sofrer uma revista, porque isso está sendo feito para o bem dela. A intenção é colocar fugitivos na cadeia, apreender armas, drogas, munições, e objetos proibidos por lei”, explicou a secretária, frisando que as barreiras serão feitas em todas as zonas de Natal, principalmente nas áreas onde estão entradas e saídas da cidade.

Prefeito do PR declara voto para Carlos Eduardo

O prefeito Valderedo Bertoldo de Ipanguaçu, declarou nesta quinta-feira (14), que vota em Carlos Eduardo (PDT) para governador.

Valderedo é do PR, partido integrante da coligação do atual governador, mas tomou sua decisão “pela capacidade e a experiência de Carlos Eduardo, que foi grande prefeito de Natal e será um governador capaz de tirar o Rio Grande do Norte do caos”.

Passeata de Robinson em Tangará foi o primeiro evento de Josemar Bezerra

Antes do blog revelar com exclusividade a mudança de apoio de parte da oposição de Santa Cruz, algumas fotos de Josemar Bezerra com Robinson Faria circularam pela internet, principalmente após a passeata do governador em Tangará.

O evento foi o primeiro de Josemar Bezerra, explicitamente, apoiando Robinson Faria. O que confundiu a maioria das pessoas foi o fato da presença de Gustavo Carvalho ou de material do deputado da oposição em meio as atividades de Josemar.

O ex-vereador explicou ao Blog os motivos (ver matéria) que mudaram o panorama político local.

Ação no TRE pede cassação de candidatura de Robinson Faria ao governo

O Tribunal Regional do Estado (TRE/RN) vai julgar uma ação de investigação judicial eleitoral contra o governador Robinson Faria (PSD), candidato à reeleição. A ação é movida pelo diretório estadual do PSOL e acusa o governador, bem como seu companheiro de chapa, Tião Couto (PR), por abuso de poder econômico. O fator que motiva o pedido de investigação é a inauguração do inacabado Complexo Viário da Redinha, em Natal. O caso, que tem como relator o desembargador Cornélio Alves, pode levar à cassação da candidatura da chapa encabeçada por Robinson, caso o TRE atenda à solicitação do PSOL.

Segundo a peça formulada pelos advogados do PSOL, Kennedy Diógenes e Sanderson Mafra, o governador Robinson Faria cometeu abuso de poder político ao inaugurar, em 5 de julho passado, o complexo viário da Redinha, uma obra que está apenas parcialmente finalizada. Das três etapas do projeto, apenas uma está pronta: a construção do viaduto, com a liberação inicial do trecho da avenida Conselheiro Tristão. Ficaram faltando as outras duas etapas: a ligação do acesso a Genipabu até a avenida Tocantínea, devidamente asfaltada e sinalizada, e a ligação da avenida Tocantínea, passando pela avenida Rio Doce, seguindo na avenida das Fronteiras, até o acesso à BR-101, igualmente com vias asfaltadas e sinalizadas.

A ação de investigação judicial eleitoral relata ainda que a decisão de liberar a obra sem concluí-la gerou prejuízos imediatos para a população. Após a inauguração, houve ocorrência de acidentes automobilísticos, alagamentos de vias e danos a veículos, já que ainda não havia sinalização, drenagem e recapeamento das vias que compõem o entorno do Complexo Viário da Redinha.

Para o PSOL, a inauguração precipitada liderada pelo governador contraria a legislação em duas frentes ao mesmo tempo. Primeiramente, afronta a Lei das Eleições (9.504/97), por ter Robinson entregue deliberadamente uma obra inconclusa dois dias antes de iniciar o prazo que veda a participação de candidatos em cerimônias públicas de inaugurações. Da mesma forma, os advogados Kennedy Diógenes e Sanderson Mafra apontam que a inauguração comandada por Robinson desobedeceu a Lei Estadual 10.164/2017, que “veda realização de despesa pública em inaugurações de obras ou serviços públicos, sem que estas estejam em condições de pleno funcionamento”.

Reunidas essas irregularidades, o PSOL pede ao TRE que reconheça a responsabilidade do governador no cometimento delas e casse as candidaturas de Robinson Faria e de seu companheiro na chapa com a qual ele tenta a reeleição, por terem se beneficiado do abuso. Pede ainda que, na hipótese de serem eleitos, que a Justiça Eleitoral casse os seus diplomas. Se a ação for julgada procedente, Robinson e seu candidato a vice-governador também podem ficar oito anos inelegíveis, o que também é requerido pelos advogados do PSOL.

Site para arrecadar doações eleitorais aprovado pelo TSE é lançado no RN

Os potiguares, o público em geral, têm agora uma ferramenta para tornar projetos em realidade. A partir de segunda-feira (17), a plataforma virtual de financiamento coletivo ‘Seja Fã’ estará disponível para arrecadar doações destinado a candidatos e engajar eleitores durante as campanhas de forma prática, transparente e segura. Pioneira no Rio Grande do Norte, a novidade é homologada e controlada pelo Banco Central (Bacen), sendo a única plataforma do RN aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que atendeu todas as exigências.

Para fazer o pré-cadastro de projetos ou doações, os candidatos devem acessar o endereço eletrônico: www.sejafa.com.br e enviar e-mail para contato@seja.com.br. Inicialmente a plataforma estará disponível apenas para campanhas eleitorais de 2018. A partir do dia 8 de outubro, o site estará liberado para cadastrar projetos de diversos segmentos.

Seja Fã é uma plataforma de crowdfunding, de financiamento coletivo, a famosa vaquinha, para inserir sua campanha focada nos fãs a ajudarem a viabilizar a campanha, a vestir a camisa de uma causa, impulsionando nas redes sociais e demais canais de comunicação. Na campanha eleitoral, por exemplo, o crowdfunding está liberado pela primeira vez no Brasil, podendo os candidatos receberem doações de seus fãs, eleitores.

No Seja Fã, os candidatos devidamente registrados na Justiça Eleitoral cadastram-se e têm a página personalizada em ambiente digital. No perfil criado, o candidato também consegue definir metas para a sua comunidade de fãs em tempo real.

As contribuições são feitas apenas por pessoas físicas e não podem ultrapassar 10% dos rendimentos brutos do Imposto de Renda relativos ao anterior da eleição. O valor máximo para doações é de R$ 1.064,10. Os pagamentos podem ser efetuados por meio de boleto bancário, transferência bancária, depósito e cartões de crédito e débito.

As contribuições podem ser feitas até o dia 7 de outubro, para candidatos eleitos no 1° turno, e 28 de outubro para os candidatos que disputarem o 2° turno. A lista com o nome dos doadores serão exibidos no perfil do candidato, garantindo ainda mais a transparência da doação.

Para o jornalista Alan Oliveira, diretor do Seja Fã, a plataforma é a solução para vários segmentos financiar projetos. “O financiamento coletivo é uma maneira eficiente de arrecadação de recursos. Iremos trabalhar com projetos nas áreas eleitoral, esportivo, cultural, social, dentre outras. No cenário político, nosso foco nesse momento, a ferramenta será fundamental para os candidatos e partidos políticos buscarem um engajamento com os eleitores e viabilizarem a campanha de forma segura e transparente”, explica.

Além de ajudar a financiar campanhas políticas de forma legal, Seja Fã também abrirá espaço para clubes de futebol, esportes em geral, iniciativas culturais e projetos sociais, facilitando e impulsionando a concretização de sonhos.

Saiba mais

A resolução nº 23.553 de 2017, que dispõe sobre a arrecadação e os gastos de recursos por partidos políticos e candidatos e sobre a prestação de contas nas eleições, regulamentou o uso de financiamento coletivo para campanhas eleitorais. No artigo 22, a resolução estabelece que as doações de pessoas físicas e de recursos próprios somente poderão ser realizadas, inclusive pela internet, por meio de:

I – transação bancária na qual o CPF do doador seja obrigatoriamente identificado;

II – doação ou cessão temporária de bens e/ou serviços estimáveis em dinheiro, com a demonstração de que o doador é proprietário do bem ou é o responsável direto pela prestação de serviços;

III – instituições que promovam técnicas e serviços de financiamento coletivo por meio de sítios da internet, aplicativos eletrônicos e outros recursos similares.

Professora da UFRN lança livro sobre trajetória de militantes políticos

A professora Maria da Conceição Fraga, do Departamento de História da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) lançou, na manhã desta quinta-feira, 13, na livraria da Cooperativa Cultural Universitária, Campus Central, o livro Da clandestinidade ao parlamento.

Participaram do lançamento docentes ativos e aposentados, gestores, alunos, ex-alunos e amigos da professora Ceiça Fraga, como é mais conhecida. A obra, com 366 páginas, foi publicada pela editora Caravela Selo Cultural, de Natal.

Segundo a professora Ceiça, o livro tem por objetivo oferecer ao leitor “reflexões sobre formas de resistência às práticas do autoritarismo e que foram protagonizadas por militantes que participaram da Guerrilha do Araguaia, do sequestro do embaixador americano Charles Elbrick e da Ação Popular”.

O livro decorre de pesquisas e de outras obras (livros, artigos científicos) no campo da Memória Política que a professora vem realizando desde 1992, quando se iniciou no mestrado e publicou Estudantes, Cultura e Política: a experiência dos manauaras (Edua, 1996).

Ceiça Fraga, além de docente do Departamento de História, já ocupou os cargos de pró-reitora adjunta da Pró-Reitoria de Extensão (Proex) e de diretora da Editora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EDUFRN).

Tomba, Ezequiel, Vivaldo e Gustavo estão em disputa no Trairi

Os deputados que possuem maior base política na região Trairi são os veteranos Tomba Farias (PSDB), Gustavo Carvalho (PSDB) e Vivaldo Costa (PSD), essa realidade já era experimentada em 2014, quando em algumas cidades eles disputaram votos.

Tomba Farias conta com sua principal base, Santa Cruz, mas também com o prefeito de Japi, Jodoval, e Sítio Novo, Edilson Jr. Tem as oposições de Campo Redondo, Lajes Pintadas, Tangará, Jaçanã, São Bento do Trairi, Coronel Ezequiel e Serra Caiada.

Gustavo Carvalho pode dizer que ampliou sua base com a eleição de Keka, em São Bento do Trairi, e Jorginho, em Tangará. O deputado tem os dois prefeitos lhe apoiando, além de contar com a oposição de Santa Cruz, e algumas lideranças espalhadas pela região. Sítio Novo que tinha forte apoio, dessa vez não conseguiu a mesma articulação.

O deputado Vivaldo Costa desde 2010 vem acumulando muita força na região Trairi, mas a tradição de receber votos em Tangará e Campo Redondo vem desde a chegada de Gija ao poder, em Tangará, e Uelb Martins, em Campo Redondo. Mais tarde, Wanira Brasil, em Sítio Novo, adere aos votos do “Papa Jerimum”, como é conhecido no meio político. Em 2010 e 2014, Vivaldo Costa conseguiu uma boa votação, que garantiu sua participação na Assembleia Legislativa. As bases de Vivaldo são Campo Redondo, com o prefeito Alessandru Alves, e as oposições de Tangará e Sítio Novo.

Outros deputados que ainda conseguirão uma parcela dos votos do Trairi serão Raimundo Fernandes, em Serra Caiada, com apoio de Socorro dos Anjos e Faustinho; Petrônio Spinelli, em Santa Cruz, deve conseguir uma votação considerável, pelo histórico de atividade política; José Dias, com o apoio da Prefeita Preta Furtado, de Lajes Pintadas; Ubaldo Fernandes com lideranças políticas em Santa Cruz e Tangará; Ezequiel Ferreira com bases em todas as cidades do município, destacando o prefeito de Coronel Ezequiel, Cláudio Marques (Boba) e o Dr. Marcos Lima, em Santa Cruz.

 

Jair Bolsonaro passa por nova cirurgia

Do Portal G1

O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, passa por uma cirurgia na noite desta terça-feira (12), segundo boletim médico do Hospital Albert Einsten, onde o candidato está internado desde sábado (8), após ser vítima de um atentado.

Segundo médicos, o procedimento terminou por volta das 23h40, foi bem-sucedido e o candidato passa bem.

De acordo com o boletim do hospital, Bolsonaro evoluiu para um quadro de “distensão abdominal progressiva e náuseas” e precisou passar por uma tomografia no abdômen. O exame identificou presença de aderência obstruindo o intestino delgado. Segundo o hospital, a solução do problema era cirúrgica.

De acordo com médicos especialistas, aderência acontece durante a cicatrização interna em áreas que sofreram incisão cirúrgica.

Pelo Twitter, o filho de Bolsonaro, Flavio Bolsonaro, se pronunciou sobre a nova cirurgia e disse que o estado de saúde dele ainda é grave.

Flavio Bolsonaro
Meu pai está fazendo uma nova cirurgia agora, peço que continuem as orações, o estado dele ainda é grave.

O presidente do PSL, Gustavo Bebiano, disse que a cirurgia deve durar duas horas. Segundo ele, Bolsonaro vinha sentindo muitas dores desde terça-feira à noite e chegou a vomitar.

“Infelizmente, o capitão passou a noite ontem muito mal, em função da alimentação via oral que foi reiniciada. Passou o dia muito mal hoje, muito enjoado, muitas dores no abdômen”, disse Bebiano.

Carlos Bolsonaro, filho do candidato, lamentou a necessidade de outra cirurgia e disse que provavelmente a alta, prevista para daqui a 7 ou 10 dias, terá que ser adiada.

Mais cedo, um boletim do hospital informava que Bolsonaro estava com “quadro clínico inalterado nas últimas 12 horas”.

Bolsonaro deixou a UTI do Albert Einstein na terça-feira (11) e foi transferido para uma unidade de cuidados semi-intensivos.

Ele sofreu um atentado na última quinta-feira (6) e foi atingido por uma facada durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG). Bolsonaro precisou passar por cirurgia após sofrer lesões nos intestinos delgado e grosso, e foi encaminhado para o Albert Einstein no dia seguinte.

Por iniciativa de Paulo César Beju, bairro Paraíso vai ganhar o Café Cidadão

O vereador Paulo César Beju conseguiu com o Governo do Estado um Café Cidadão para o bairro do Paraíso. A localização desse importante programa é na Avenida 1, no antigo Mercadinho Rodrigues, no referido bairro. Serão inicialmente 200 cafés, com um contrato estabelecido por cinco anos.

“Quem vai ganhar não sou eu, ou algum político, ou ainda o próximo governador ou governadora. Quem vai ganhar é o povo de Santa Cruz e a população do bairro do Paraíso”, destacou Paulo César. O valor do café da manhã é de 50 centavos.

A inauguração ainda será definida a data, mas é previsto para próxima terça ou quarta-feira, no período da manhã. Com a presença de diversas autoridades públicas.

MP alerta para interferência de facções nas eleições 2018 no RN

Aura Mazda, da Tribuna do Norte

Pelos menos 33 cidades do Rio Grande do Norte estão sob “forte presença” de  duas facções criminosas que podem interferir no pleito eleitoral de 2018. O levantamento dos territórios com domínios de facções foi elaborado pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público Estadual, e enviado ao  comandante da Polícia Militar, do Exército Brasileiro no estado e para as promotorias com zonas eleitorais onde foi detectado a presença dos grupos criminosos. O comunicado foi enviado na semana passada, de acordo com o Gaeco/RN.

Em um comunicado, também chamado de “salve”, enviado pelo Sindicato do Crime do RN (SDC), ao qual a Tribuna do Norte teve acesso, o grupo proíbe qualquer tipo de propaganda, seja por panfletagem ou divulgação de imagens de determinados candidatos nas áreas dominadas. Os locais geralmente são territórios periféricos,  chamados de “quebradas”. Segundo a mensagem da facção, reconhecido pelo Gaeco como verídico, o grupo criminoso ameaça “punir” quem seguir uma ordem contrária.

O Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado explicou que o alerta sobre a presença das facções criminosas nas 33 cidades potiguares foi necessário para que “não ocorra nenhuma restrição na hora do voto”, uma vez que as facções criminosas tentam interferir nos pleitos eleitorais no Rio Grande do Norte desde a última eleição, em 2016.

A reportagem não teve acesso aos nomes das 33 cidades mencionadas, mas de acordo com fontes ouvidas pela reportagem, as principais de cada região estão na lista: Natal, Mossoró, Pau dos Ferros, Currais Novos, Caicó, São Gonçalo do Amarante e Ceará-Mirim registram a presença das facções.

Para garantir a segurança nos locais, tropas federais serão enviados em 07 de outubro a 97 municípios do estado. O Ministério Público Eleitoral, por meio da assessoria de imprensa,  informou que vem apoiando todos os pedidos de tropas federais para manter a segurança do pleito.

Na sexta-feira (07), o Tribunal Superior Eleitoral aprovou o envio de tropas federais em 97 municípios do RN para garantir a ordem e segurança do primeiro turno das eleições em 07 de outubro.   São 60 municípios a mais do que nas eleições gerais de 2014, quando o TSE havia aprovado o envio de Forças Armadas para garantir  a segurança das eleições em 37 municípios potiguares.

A solicitação de envio de Força Federal para atuação nas eleições do Rio Grande do Norte foi feita pelo Tribunal Regional Eleitoral em 24 de julho, e exclui Natal, maior colégio eleitoral do Estado, com 557.109 eleitores, mas inclui  municípios importantes, como Mossoró, segundo maior contingente eleitoral, que tem 174.129 votantes, além de Caicó, Pau dos Ferros, Macaíba, São José do Mipibu, Goianinha, Nova Cruz, entre outros. O pedido do TRE não teve como base a presença de facções.

Em todo o Estado serão 1551 locais de votação que deverão contar com pelo menos dois praças da Polícia Militar em cada local, além do policiamento das forças federais e de Guardas Municipais nas ruas, que também serão solicitados pelo presidente do TRE, possivelmente em Natal e em outros municípios onde ela existam.

Facções
O “Sindicato do Crime do RN” é maioria em no estado por causa do baixo valor que a facção consegue comercializar a droga e pelo fato da “mensalidade” para fazer parte da organização ser mais barata que a da facção paulista Primeiro Comando da Capital (PCC). Quem quiser fazer parte da facção potiguar paga R$ 100 reais se estiver preso e R$ 200 se estiver solto. A mensalidade do PCC gira em torno de R$ 600. Os grupos comandam o tráfico de drogas no estado, disputando territórios para comercialização.

Os “grandes atacadistas”, nome dado aos traficantes de droga que ocupam um alto escalão na hierarquia da facção, saem do Rio Grande do Norte com destino à cidades fronteiriças com Brasil para comprar a droga. Ao chegar lá, geralmente de carro, uma mulher leva o veículo até o local em que ocorrerá a compra. Toneladas são trazidas geralmente em caminhões. Em alguns casos a droga é armazenada dentro de troncos de madeira e transportadas até o estado. Na frente dos carregamento, vem os carros com “batedores”, que avisam quando existem barreiras policiais no caminho.

Ao chegar no RN, o atacadista repassa a droga para revendedores, que por sua vez passa para um intermediário e por fim ela é levada ao varejista ou “boqueiro”, que são as pessoas que vendem nas “bocas de fumo”. Antes de chegar ao “consumidor final”, a droga é geralmente refinada ou armazenada em casas ou granjas alugadas por temporada, que ficam fora da capital.  Nas comunidades, a distribuição é comandada pelos “linha de frente”.

Cidades onde haverá reforço
39 Zonas Eleitorais

97 municípios

Municípios:

Macaíba

Bom Jesus

São José de Mipibu

Vera Cruz

São Paulo do Potengi,

São Pedro

Santa Maria

Riachuelo

Espírito Santo

Goianinha

Tibau do Sul

Jundiá

Passa e Fica

Nova Cruz

Santo Antônio

Serrinha,

Passagem

Várzea

São Miguel do Gostoso

São José de Campestre

Serra de São Bento

Monte das Gameleiras

Lagoa D’Anta

São Bento do Trairi

Japi

Santa Cruz

Lajes

Afonso Bezerra

Angicos

São Tomé

Barcelona

Rui Barbosa

Lagoa de Velhos

Bodó

Cerro Corá

Currais Novos

Lagoa Nova

Cruzeta

Parelhas

Caicó

Serra Negra do Norte

Jardim de Piranhas

São João do Sabugi

Ipueira

Jucurutu

São Rafael

Macau

Guamaré

Campo Grande

Janduís

Triunfo Potiguar

Mossoró

Apodi

Caraúbas

Rafael Godeiro

Umarizal

Olho D’Àgua do Borges

Frutuoso Gomes

Pau dos Ferros

São Francisco do Oeste

Francisco Dantas

Luís Gomes

São Miguel

Venha Ver

Monte Alegre

Brejinho

Lagoa Salgada

Lagoa de Pedras

Itaú

Felipe Guerra

Rodolfo Fernandes

Severiano Melo

Pendências

Alto do Rodrigues

Carnaubais

Upanema

Governador Dix Sept Rosado

Tibau

Boa Saúde

Serra Caiada

Sitio Novo

Tangará

Ipanguaçu

Baraúna

Serra do Mel

Marcelino Vieira

Rafael Fernandes

Água Nova, Encanto

Riacho de Santana

Ares

Georgino Avelino

Nísia Floresta

Campo Redondo

Coronel Ezequiel

Jaçanã

Lajes Pintadas

Josemar Bezerra retifica apoio e vota em Robinson Faria

O ex-presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz, Josemar Bezerra, retificou o seu voto para Governador, e vota em Robinson Faria. Em outro momento, o blog publicou que Josemar, João Victor e Gilcelly Adriano seriam eleitores de Fátima Bezerra, inclusive com foto divulgada.

Tudo mudou, o ex-vereador falou ao blog sobre essa decisão: “Estou apoiando Robinson. Fiz essa escolha pela comunidade Bonsucesso, pois o deputado Gustavo destinou R$ 504.000 para construção da 1ª etapa da adutora Riacho Salgado/Bonsucesso, e a 2ª etapa quem está executando é o governador Robinson, por essa razão apoio o governador no município”.

Josemar disse que “infelizmente não votará em Fátima”. “Mas falei para a Fátima nossas razões, Robinson junto com Gustavo realizou o sonho de 10 anos atrás. Sonho esse que o deputado Tomba tentou abortar”, disse Josemar Bezerra.

Paulo César Beju vota em Robinson Faria

Como o Blog informou há quase um mês (ver matéria), o vereador Paulo César integra o grupo que vota em Robinson Farias, em Santa Cruz. Apesar da assessoria do vereador ter emitido uma nota desmentindo o Blog, o próprio vereador informou hoje (11) pela manhã que é apoiador da reeleição do governador.

Paulo César ainda confirmou votar em Gustavo Carvalho para estadual, João Maia para federal e Zenaide para senadora.

Oposição de Santa Cruz reafirma apoio à Zenaide Maia

Como já era esperado, a oposição de Santa Cruz vai reforçar o apoio ao palanque de Fátima Bezerra (PT), com o primeiro voto para Zenaide Maia (PHS).

Os vereadores Paulo César Beju e João Victor registraram o encontro com a ex-candidata a prefeita e ex-vereadora, Gilcelly Adriano (PR), junto com o ex-prefeito Péricles Rocha (PSD) e o ex-presidente da Câmara Municipal, Josemar Bezerra.

Datafolha mostra liderança de Bolsonaro. Ciro e Haddad crescem

Uma pesquisa que analisou o panorama presidencial foi divulgada durante o Jornal Nacional, da TV Globo, sendo contratado o instituto Datafolha, pela própria Globo e o jornal Folha de São Paulo. Foram ouvidos 2.804 eleitores em 197 municípios, com 2% de margem de erro, ocorrida em 10 de setembro, registrada no TSE com protocolo: BR 02376/2018. O nível de confiança de 95%.

Eis os números:

Jair Bolsonaro (PSL): 24%
Ciro Gomes (PDT): 13%
Marina Silva (Rede): 11%
Geraldo Alckmin (PSDB): 10%
Fernando Haddad (PT): 9%
Alvaro Dias (Podemos): 3%
João Amoêdo (Novo): 3%
Henrique Meirelles (MDB): 3%
Guilherme Boulos (PSOL): 1%
Vera Lúcia (PSTU): 1%
Cabo Daciolo (Patriota): 1%
João Goulart Filho (PPL): 0%
Eymael (DC): 0%
Branco/nulos: 15%
Não sabe/não respondeu: 7%

Jorginho Bezerra recebeu Robinson, Tião e Gustavo Carvalho no comício de Tangará

O prefeito Jorginho Bezerra mostrou sua força política ao reunir seus eleitores para receberem Robinson Faria, candidato ao governo, ao lado do vice, Tião Couto, e do deputado estadual Gustavo Carvalho.

“Nós acreditamos que o momento é de prestigiar aqueles que fazem por nossa cidade. São os recursos enviados pelos nossos candidatos que nós temos condições de fazer uma Tangará melhor. Quem ajuda Tangará, vota nos meus candidatos, que ajudam nossa cidade”, disse Jorginho.

O bloco político no município segue unido, junto com Erociano Feliciano, o vice-prefeito Thiago de Erociano, e vereadores da base.

“Os números aumentam minha responsabilidade com o povo”, diz o deputado Tomba  Farias sobre a Consult

“Recebo com humildade os números da pesquisa, que aumentam a minha responsabilidade com o povo potiguar”, enfatizou  o deputado estadual Tomba Farias (PSDB), ao comentar o resultado da nova pesquisa Consult/Blog do BG e 98 FM, divulgada nesta segunda-feira, dia 10, destacando o parlamentar como o primeiro colocado na eleição para deputado estadual.

Tomba Farias foi citado por 1,71%  entrevistados, em levantamento estatístico feito entre os dias 4 e 7 de setembro em 12 regiões do Estado.

Para Tomba Farias, tão importante quanto os números revelados pela pesquisa é a constatação de que o trabalho que desenvolve em favor dos municípios do Estado vem sendo bem assimilado e aprovado pelo eleitorado do interior e da capital potiguar.  O parlamentar acredita que a sua atuação como deputado municipalista está no caminho certo e lhe reveste de uma responsabilidade ainda maior, que é corresponder aos anseios dos norte-rio-grandenses, principalmente daqueles que têm pouco ou quase nada para sobreviver.

“Como deputado tenho procurado estimular atividades que, a exemplo do turismo, são capazes de mudar a feição da economia de uma região. Entendo que só através da geração de emprego e renda podemos levar a esperança de dias melhores para aqueles que vivem nos mais remotos bolsões de pobreza do nosso Estado”, ressaltou.

Tomba Farias destacou ainda que o resultado favorável da pesquisa lhe fortalece para seguir em frente.

Segundo ele, a hora agora não é de comemorações antecipadas, mas de ampliar o trabalho eleitoral, sem perder a humildade e o objetivo maior que, na sua opinião, é garantir o apoio popular necessário para continuar sendo na Assembleia Legislativa o “porta-voz do homem do campo e de todos os potiguares que têm sede e fome de justiça social”.

A pesquisa tem margem de erro de 2,3% e índice de confiabilidade de 95%. O levantamento foi registrado no TSE sob o protocolo RN-08648/2018.

Filho do prefeito de Coronel Ezequiel é morto

Da Tribuna do Norte

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte ainda não definiu qual a possível linha de investigação que será adotada na apuração do homicídio que vitimou o jovem Eslen Laweran Pereira de Macedo, de 22 anos, encontrado morto na manhã dessa segunda-feira (10) em Jaçanã, município da região Agreste do Estado distante 147 km de Natal. Eslen é filho de Cláudio Marques de Macedo, prefeito da cidade de Coronel Ezequiel. A Polícia Militar do RN foi acionada por populares que ouviram os disparos vindos de dentro do imóvel onde o rapaz estava. Eslen estava sozinho e apresentava marcas de tiros na cabeça.

De acordo com informações preliminares, o jovem morava em João Pessoa e passava o feriado prolongado da Independência na casa de familiares. Na ocasião, ele estava na residência da avó que fico próxima ao Mercado Público Municipal de Jaçanã. Segundo relatos colhidos pela Polícia Militar, Eslen foi alvejado por seis tiros – a maioria na cabeça. Como, à princípio, não há indícios de que houve roubo no imóvel onde o jovem de 22 anos estava, não está descartada a possibilidade do assassinato se tratar de uma execução premeditada.

“Até agora não apareceu nenhuma testemunha para relatar o que houve, ou se chegou a ver ou ouvir alguma coisa que pudesse nos ajudar. Por enquanto também não temos suspeitos nem informações sobre os motivos do crime”, disse o delegado Silva Júnior por telefone à reportagem da TRIBUNA DO NORTE no final da tarde de ontem. Silva Júnior, titular da 9ª Delegacia Regional de Polícia Civil, em Santa Cruz.

As investigações sobre o caso serão conduzidas pela delegada Ana Laura de Medeiros, que responde pelas delegacias municipais de Jaçanã e Santa Cruz. A assessoria de imprensa da Delegacia Geral da Polícia Civil do RN (Degepol) não informou o contato da delegada Ana Laura antes do fechamento desta edição, mas o delegado Silva Júnior assegurou que ainda não há novidades.

O delegado titular da 9ª Delegacia Regional de Polícia Civil, Silva Júnior, sediada no município de Santa Cruz, acrescentou que “não há informações de que ele tenha se envolvido em alguma briga, ou que tenha recebido alguma ameaça. Vamos falar com os familiares”.