Prefeito e vereadores de Campo Redondo cobram regularização da adutora Monsenhor Expedito

O prefeito de Campo Redondo, Renam Luiz (PROS), cumpriu agenda administrativa nesta segunda-feira (18), em Natal. Acompanhado do presidente da Câmara Municipal Preto da Emater, além dos vereadores Neto de Zé Ronaldo, Jadna Ferreira e Eduardo da Malhada Vermelha, a caravana esteve na sede administrativa da CAERN (Companhia de Águas e Esgotos do RN). Antes participaram do lançamento do Programa Wi-fi Brasil ao lado do Ministro das Comunicações, Fábio Faria.

Na pauta da conversa na CAERN a dificuldade hídrica do município. Renam falou sobre a instabilidade no abastecimento na cidade e a precariedade do serviço, já que tem localidades recebendo água com quase trinta dias. Outro assunto foi o pedido para ligação da adutora da Malhada Vermelha (que depende da regularização do abastecimento da cidade) e a urgência na reforma da Caixa D’água que se encontra desativada, em estado de risco.

O bate-papo foi acompanhado pelo deputado estadual Ubaldo Fernandes, além do diretor-presidente da CAERN, Roberto Linhares; diretor de operação e manutenção, Thiago Índio; diretor de empreendimentos, Fábio Siqueira. Foi informado que um estudo de melhoramento está sendo feito e que já foram trocadas três bombas, esta mudança já trará melhorias. Roberto Linhares pediu que o diretor de operações tivesse pressa nas demandas apresentadas por Campo Redondo e convocou uma reunião com engenheiros e responsáveis pelo abastecimento na região.

Outra definição que ficou acertada na audiência foi quanto à regularização do abastecimento de Campo Redondo, onde será feita uma análise e a possibilidade de ligar água para a comunidade rural Malhada Vermelha.

“O presidente da CAERN nos garantiu que ainda esta semana técnicos estarão vindo até Campo Redondo para analisar a água do nosso Açude Público e dependendo do resultado será possível a adutora da Malhada Vermelha ao Açude Mãe D’água. Claro que isso é questão técnica e está sendo analisado. Continuarei insistindo até que as demandas sejam resolvidas, espero que não precise, mas se precisar voltaremos. É inadmissível que a população fique sofrendo sem água”, contou Renam Luiz.

SUSPENSÃO DAS FATURAS

Ainda na reunião o prefeito de Campo Redondo, Renam Luiz, pediu ao diretor-presidente da CAERN, Roberto Linhares, a suspensão da fatura para as famílias que não estejam recebendo água com regularidade. De acordo com Roberto, o usuário que no prazo de quinze dias permanecer sem receber água, pode solicitar no escritório da companhia a isenção do pagamento.