Professora da UFRN lança livro sobre trajetória de militantes políticos

A professora Maria da Conceição Fraga, do Departamento de História da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) lançou, na manhã desta quinta-feira, 13, na livraria da Cooperativa Cultural Universitária, Campus Central, o livro Da clandestinidade ao parlamento.

Participaram do lançamento docentes ativos e aposentados, gestores, alunos, ex-alunos e amigos da professora Ceiça Fraga, como é mais conhecida. A obra, com 366 páginas, foi publicada pela editora Caravela Selo Cultural, de Natal.

Segundo a professora Ceiça, o livro tem por objetivo oferecer ao leitor “reflexões sobre formas de resistência às práticas do autoritarismo e que foram protagonizadas por militantes que participaram da Guerrilha do Araguaia, do sequestro do embaixador americano Charles Elbrick e da Ação Popular”.

O livro decorre de pesquisas e de outras obras (livros, artigos científicos) no campo da Memória Política que a professora vem realizando desde 1992, quando se iniciou no mestrado e publicou Estudantes, Cultura e Política: a experiência dos manauaras (Edua, 1996).

Ceiça Fraga, além de docente do Departamento de História, já ocupou os cargos de pró-reitora adjunta da Pró-Reitoria de Extensão (Proex) e de diretora da Editora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EDUFRN).