Projeto do CCSA debate políticas para mães na Universidade

O Projeto de extensão Efetivando o Direito à Educação (EDE) do Departamento de Direito Privado (DPI) do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), da UFRN, realiza no dia 4 de abril, a mesa-redonda A ineficácia das políticas de permanência para mães na Universidade, a partir das 19h no Auditório do Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ), Setor I da Universidade.

O evento é aberto ao público e as inscrições serão feitas no local, antes do início da atividade. Participam do debate, Ana Beatriz Presgrave (doutora em Direito Constitucional pela UFPE e professora do Departamento de Direito Privado), Waleska Lopes (aluna do curso de Ciências Sociais da UFRN), Késia Melo (psicóloga do Núcleo de Apoio ao Discente – NADis/CCSA) e Yara Costa (coordenadora geral do Diretório Central dos Estudantes da UFRN).

CASO WALESKA

Uma situação recente que provocou muitos debates nas redes sociais, foi o da aluna Waleska Lopes, uma das convidadas para este evento, que foi proibida de assistir aula por ter levado a filha para a instituição. O caso aconteceu no setor II, e a estudante do curso de Ciências Sociais não poderia deixar a criança com outra pessoa. Um áudio supostamente gravado no momento da expulsão também circulou na web, deixando claro a situação vexatória que a aluna vivenciou em sala de aula.

Essa situação da aluna Waleska motivou todo debate sobre as alunas que tem filhos e precisam ter acesso a formação universitária.