Segurança tenta impedir que homem compre comida para criança em Shopping

“Estou muito revoltado com isso que aconteceu hoje”, desabafou Kaique Sofredine no Facebook nesta segunda-feira (11). O baiano relatou que um segurança tentou impedir que ele comprasse comida para uma criança carente que estava no estabelecimento. “Fui pagar um almoço pra uma criança e o segurança disse que ele não iria comer, foi uma longa discussão até chamar o supervisor dele e por fim o supervisor deixar o menino comer no shopping”, afirmou.

Kaique publicou, também, um vídeo no qual a repressão do segurança foi registrada. “Aqui ele não vai comer, esse é o meu trabalho”, afirmou. A publicação já alcançou mais de 8 milhões de visualizações e quase 410 mil compartilhamentos até a publicação desta matéria.

Em nota, o Shopping da Bahia, onde a situação aconteceu, se desculpou pelo ocorrido:

O Shopping da Bahia vem a público pedir desculpas pelo ocorrido. A postura adotada não condiz com o treinamento recebido pelos funcionários, tanto que a atitude tomada pelo supervisor de segurança reforça o direito do cliente e o acolhimento com a criança. Reforçamos que nossa operação atua em alinhamento com órgãos de defesa dos direitos humanos, como o Conselho Tutelar e o Juizado de Menores. O empreendimento reforça ainda que, em seus 42 anos de história, sempre teve orgulho de manter uma relação de proximidade e respeito com seus clientes, valorizando a cultura e o povo da Bahia.

Do Diário de Pernambuco