Tomba afirma que vandalismo e violência reduziu maioria entre Ivanildinho e Péricles

Em entrevista à Rádio 96FM, o deputado Tomba afirmou que o primeiro golpe na eleição foi a saída do Major Moura, do comando da Polícia Militar de Santa Cruz. “Com influência e participação da oposição, o Major Moura foi retirado do posto de comando, tudo isso para fazerem toda bagunça que aconteceu no final da eleição”, declarou Tomba.

O deputado ainda lembrou que o resultado foi apertado diante de tanta violência e vandalismo. “Eu, Fernanda e Ivanildinho sofremos a maior campanha de mentiras e difamações da história de Santa Cruz. Nós não conseguíamos fazer campanha, com pessoas da oposição intimidando, atrapalhando e procurando nos prejudicar. Teve muitas vezes que nossa militância estava conversando de casa em casa e eles foram perseguir e atormentar nosso grupo”, revelou Tomba, que complementou com algo ainda não dito na imprensa, com exclusividade na 96FM. “Na semana anterior da eleição a gente sabia que o resultado seria o dobro do que for nas urnas. Mas isso não foi expressado corretamente porque destruíram veículos, ameaçaram nossas lideranças. Foi o vandalismo e a violência que diminuiu a maioria de Ivanildinho”, declarou.

Tomba também insinuou que foi ameaçado. “Nós recebemos recados que não devíamos ir em alguns bairros, que não devíamos ir em algumas ruas e em algumas localidades. Nós fomos intimidados durante toda a campanha. Existiram uns três bairros ou setores que eu não visitei, por que tivemos intimidações”, revelou Tomba.

“Mas vencemos a tudo e a todos. O bem venceu o mal”, expressou o deputado, em sua sexta vitória nas eleições municipais de Santa Cruz.