Tomba Farias reforça a importância do voto em Carlos Eduardo e mostra contradições do PT

Durante evento que reuniu, no hotel Rifoles, em Natal, lideranças políticas, amigos e apoiadores do ex-prefeito de Natal e candidato ao governo do Estado pelo PDT, Carlos Eduardo Alves, o deputado estadual Tomba Farias (PSDB) fez na manhã desta sexta-feira um duro discurso, mostrando ao eleitorado as contradições do discurso do PT com a prática política que ele exerce ao chegar ao poder.

Quarto deputado estadual mais votado do estado nas últimas eleições e o primeiro parlamentar a declarar apoio a Carlos Eduardo Alves ainda no primeiro turno da campanha, Tomba Farias compareceu ao evento político acompanhado de toda a sua base eleitoral, que agora no segundo turno está empenhada em somar para garantir a vitória do candidato do PDT no Trairi e em outras regiões do Estado, onde Farias detém liderança política.

Para o parlamentar municipalista, o povo potiguar tem pela frente missão de evitar que o PT chegue ao poder no Rio Grande do Norte e no Brasil. Na sua opinião, para que isso aconteça é necessário cada potiguar multiplicar o voto a favor de Carlos Eduardo e Jair Bolsonaro. “As minhas bases políticas, meus amigos e aliados, estão nas ruas buscando conquistar cada voto, principalmente dos eleitores que ainda estão indecisos”, revela.

Tomba Farias criticou a postura do PT enquanto foi governo federal, destacando que o partido destinou para países como a Venezuela dinheiro do povo brasileiro, enquanto no Brasil faltava, recursos para incrementar áreas estratégicas como a saúde, educação, segurança, além das obras contra a seca.

O parlamentar citou ainda a gestão do município de Currais Novos como exemplo de que o PT quando chega ao poder age diferente do que prega nos seus discursos. Ele lembrou que naquele município o prefeito petista Odon Junior, ao se eleger, não pagava o piso salarial nacional aos professores do município, contrariando o próprio discurso de campanha, quando prometia melhorar e priorizar a Educação de Currais Novos.