Turismo exonera servidor ligado a Henrique Alves preso nesta quinta-feira

O assessor Norton Masera, preso hoje pela Polícia Federal (PF), será exonerado do cargo, no qual era mantido em razão de ligações políticas com o ex-ministro Henrique Eduardo Alves, também preso em meio a investigações da PF. A informação é do ministério do Turismo.

A Pasta afirmou ainda colaborar com a PF para que os fatos investigados sejam apurados com correção e destacou que a ação policial restringiu-se à sala então designada para Norton Masera, notando que o ministério não é alvo da investigação.

Do Valor Econômico