Primeira noite dos festejos de Santa Rita marca a história de Santa Cruz

A retomada da festa presencial de Santa Rita de Cássia foi marcada por muita emoção, com a Igreja Matriz lotada, a novena de 13 de maio, primeira noite dos festejos, simbolizou também uma vitória sobre a grande pandemia da Covid-19, que durante os anos de 2020 e 2021 paralisou o mundo, fechando as igrejas, e, consequentemente, impedindo a realização dos festejos da padroeira de Santa Cruz/RN.

A programação começou às 5h, com a alvorada da Banda de Música do município, que pelo centro da cidade anunciou a chegada do período festivo. Ainda pela manhã, Padre Vicente Fernandes presidiu a santa missa solene de Nossa Senhora de Fátima, encerrando a primeira edição do tríduo festivo.

À tarde, em Campo Redondo, primeira cidade da região do Trairi, no acesso pelo Seridó, a Paróquia de Nossa Senhora de Lourdes acolheu a imagem de Santa Rita de Cássia restaurada, em trabalho realizado pelo artista potiguar, Ambrósio Córdula, de Acari/RN.

Em uma linda carreata saindo de Campo Redondo, Santa Rita percorreu a BR-226, e circulou por algumas ruas de Santa Cruz até a Igreja Matriz, onde uma grande multidão de devotos aguardava com ansiedade o retorno do novenário.

O Padre Newton Coelho foi o presidente da celebração desta sexta-feira (13), com o subtema, “Deus é amor”. A celebração entra para história como a primeira novena presencial, aos moldes tradicionais, após a pandemia.

A programação das festividades seguem até o dia 22 de maio, com uma grande procissão pelas ruas de Santa Cruz, às 16h, além de uma programação de missas entre o santuário da maior estátua católica do mundo e a Igreja Matriz.

Deixe uma resposta


santa cruz cell