Trairi

Ubaldo Fernandes chama atenção para necessidade de abastecimento de água no interior

O deputado Ubaldo Fernandes (PL), em pronunciamento feito no Grande Expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa, realizada na manhã desta quinta-feira (9) fez um relato da sua atividade parlamentar, participando de uma reunião com a presidência da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), solicitando providência para resolução do problema da escassez de água no interior do Estado, notadamente na área rural.

“Estive logo cedo na Caern solicitando benfeitorias com relação a escassez da água. O Rio Grande do Norte está passando por um momento muito difícil por causa da escassez de água nos municípios do interior. Todos os deputados desta Casa têm recebido reivindicações da população dos municípios por onde passam, principalmente da área rural, tendo em vista a falta de água, primordial para a sobrevivência humana”, ressaltou o deputado Ubaldo.

Ainda em seu pronunciamento, o parlamentar destacou a situação do município de Jardim de Angicos, onde participou de uma reunião em uma comunidade da zona Rural, onde a população sofre mais, e viu a necessidade urgente da água chegar.

De acordo com o deputado, algumas famílias que têm que percorrer quilômetros para levar água para casa. “Fiz um apelo à Companhia de Águas para que desenvolva estudos técnicos para a água chegar às comunidades pobres do Estado, principalmente em Jardim de Angicos”, frisou o deputado Ubaldo.

O parlamentar registrou ainda em seu pronunciamento que no final de semana esteve em Tangará e Santa Cruz. Na comunidade Malhada dos Bezerros, onde 80 famílias precisam também que a água chegue. As famílias já usam água da adutora Monsenhor Expedido de uma forma irregular e é preciso que essa utilização seja legalizada. A população, de acordo ainda com o deputado, quer pagar a fatura da água, mas a água não chega. Além disso são perfurados poços tubulares, mas a água não serve para o consumo humano.

“Faz pena quando visitamos esses municípios e vemos a realidade da população por falta de um bem tão precioso que é água. Espero que haja sensibilidade para atendimento dessas prioridades dos municípios do nosso Estado”, concluiu Ubaldo Fernandes.


r87

Arquidiocese nomeia novo administrador paroquial para Serra Caiada

O Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha, nomeou, nesta quinta-feira (05), o Padre Júlio César Santana de Miranda para a função de administrador paroquial da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Serra Caiada.

A missa de acolhida será presidida por Dom Jaime, dia 10 de agosto, às 19h30, na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição.

Padre Júlio César tem 31 anos e foi ordenado sacerdote em 09 de abril deste ano. Até então exercia a função de vigário paroquial da Paróquia da Catedral de Nossa Senhora da Apresentação.


m4net

Adutora Monsenhor Expedito terá parada nesta terça-feira (20) para manutenção

Os municípios atendidos pela Adutora Monsenhor Expedito terão o abastecimento de água suspenso durante o dia desta terça-feira (20), das 6h às 17h. O motivo da paralisação do sistema é um serviço de manutenção que será executado pela Caern no tanque de amortecimento da Estação de Bombeamento 1 (EB-1) da adutora.

Com a conclusão do serviço, no final da tarde, o fornecimento será retomado. Mas será necessário aguardar um prazo de até 48 horas para que o abastecimento esteja completamente normalizado.

As cidades atendidas pela Adutora Monsenhor Expedito são Rui Barbosa, São Pedro, São Tomé, São Paulo do Potengi, Japi, Coronel Ezequiel, Jaçanã, São Bento do Trairi, Lajes Pintadas, São José de Campestre, Serrinha, Sítio Novo, Boa Saúde, Serra Caiada, Lagoa de Velhos, Barcelona, Bom Jesus, Lagoa Salgada, Lagoa de Pedras, Tangará, Santa Cruz, Monte das Gameleiras, Serra de São Bento, Passa e Fica, Lagoa D`anta, Monte Alegre, Ielmo Marinho, Santa Maria, Senador Eloi de Souza e Campo Redondo.

Assessoria da CAERN


alrn-hoz

Emprotur promove reunião trimestral com comissão técnica de promoção e marketing

A Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur) realizou nesta manhã de terça-feira (13) a reunião trimestral com a Comissão Técnica de Promoção e Marketing para apresentar o andamento do planejamento de 2021 e os projetos executados nesse período. O presidente da Emprotur, Bruno Reis e a secretária de Turismo, Aninha Costa, participaram da reunião que reúne diversos atores do setor com intuito de qualificar e intensificar as ações de promoção do Rio Grande do Norte enquanto destino turístico. A secretária de Turismo de Santa Cruz, Marcela Pessoa, também participou do encontro, representando o Polo Agreste-Trairi.

No encontro, foram abordadas as pesquisas e monitoramento do mercado, o coordenador de Inteligência da Emprotur, Leonardo Seabra, apresentou os dados e algumas análises acerca das expectativas para o segundo semestre. Outras ações da Secretaria de Turismo, como a segunda fase do programa Turismo Cidadão, o resultado do Concurso Guia Virtual, atualizações do Planejamento de 2021, o 1º Seminário de Turismo Responsável do RN que teve início nesta terça. Além da candidatura para a ABAV 2022.

A diretora de Marketing, Molga Freire, detalhou sobre as principais ações de planejamento do marketing para o estado do Rio Grande do Norte em 2021. Destacando as ações de promoção e apoio à comercialização do RN; o apoio à política e ambiente de planejamento; diversificação das ofertas e produtos turísticos; apoio à captação de voos; campanhas de promoção do Rio Grande do Norte.

Na ocasião, estavam presentes os membros do conselho: o Polo Agreste Trairi, UERN, as entidades: ABIH, Fercomércio, Natal Convetion Bureau, SINGTUR e como ouvintes: Preserve Pipa/ASHTEP e AEGostoso.


contex

Criado o brasão do município de Japi

O município de Japi/RN terá pela primeira vez em sua história um símbolo desenvolvido seguindo as regras heráldicas, que é a ciência, ou a arte, de descrever os Brasões de Armas e Escudos.

O Brasão do Município conta minuciosamente em cada detalhe, desde os pioneiros que desbravaram essas terras, as crenças, até à crescente e próspera economia do agronegócio.

Nele encontramos trechos do Hino Municipal, as belíssimas serras dos três irmãos, o rio Jacú, o pássaro Japi, as pinturas rupestres deixadas pelos nossos ancestrais e muitos outros elementos que caracterizam nossa história.

Um trabalho de criação primoroso realizado pela empresa Bizzu – Ideias Criativas, com a pesquisa em livro e ajuda de informações dos especialistas na história local: Professores João Edilson, Roberto César, Maciel Souza, e dos calaboradores Enos Miguel, Pedro Victor. Fonte: (Relatos testemunhal com moradores e historiadores do município. IBGE; Terras Potiguares / Marcus César Cavalcanti de Moraes. – Natal (RN): Editora Foco, 2007. – 3° Ed. 342 p).

O Brasão municipal teve a importante iniciativa da prefeita SIMONE FERNANDES DA SILVA, que idealizou um símbolo que pudesse ser utilizado pelas próximas gerações e tivesse sido desenvolvido com profissionalismo, zelo e o mais importante, com a ajuda de militantes culturais Japienses, que tanto amam a cidade.

O trabalho desenvolvido pela Procuradoria Geral do município conduzidos pela Dra. Ana Paula Dantas Jofily foram fundamentais para que fosse possível a criação do projeto de lei (N° 391/2021), o envio para a câmara municipal e aprovação por unanimidade.

O Brasão municipal passa pelas mais finas malhas de referências históricas.

O PÁSSARO: A representação do pássaro Japi que dá origem ao nome da cidade.

O RIO: Jacu uma das belezas naturais que marca nossa história e faz travessia em nossa cidade.

A SERRA: Beleza imponente que através do seu formato homenage e simboliza os TRÊS IRMÃOS, um de nossos cartões postais mais marcantes.

O MILHO, FEIJÃO E ALGODÃO: Fontes históricas de nossa economia e desenvolvimento inicial.

AS PINTURAS RUPESTRES: Retrata a história dos nossos ancestrais escritos a milhares de anos, destacando-se em meio a vegetação seca a sua beleza e riqueza histórica.

A CAPELA: No século XIX, nascia a povoação que daria origem a cidade, consolidada com a criação da primeira capela, dedicada ao Santo São Sebastião, que posteriormente tornou-se patrono da cidade.

O LISTEL: Data em que foi elevado a município com a denominação JAPI, pela lei estadual N° 2.399 de 18 de maio de 1959.

O objetivo do brasão desde sua criação foi trazer elementos que representam a nossa história e fortalecessem as raizes da nossa terra, dando ao serviço público tom de impessoalidade e acolhimento para com todos os munícipes.


contex

Vacinação contra a covid-19 avança nos campi da UFRN no interior

A vacinação contra a covid-19 da comunidade universitária da UFRN está bastante adiantada no interior do Rio Grande do Norte. As unidades do Seridó concluíram boa parte da imunização e, amanhã, começam a vacinar na Facisa, no Trairí potiguar. Todas as unidades da UFRN têm colaborado com seus municípios sedes e outras cidades vizinhas no trabalho de combate à pandemia, atuando junto às prefeituras e nas unidades de saúde da região.

Os grupos da Escola Multicampi de Ciências Médicas (EMCM) estiveram nos primeiros grupos imunizados por estarem na linha de frente do combate à covid-19. Desde janeiro, a vacinação vem acontecendo conforme os calendários destinados a imunizar os trabalhadores da saúde que estão em atuação presencial: docentes, residentes que atuam nos serviços de saúde, estudantes, estagiários e, mais recentemente, os demais membros. Além da Clínica Escola, mantida pela EMCM, a turma do 4º período de Medicina tem atuado, principalmente em Caicó, apoiando a Prefeitura nessa luta.

No dia 16 de junho, docentes, técnicos administrativos e terceirizados da Faculdade de Engenharia, Letras e Ciências Sociais do Seridó (Felcs/UFRN), em Currais Novos, receberam a primeira dose das vacinas. Em Caicó, docentes, servidores técnico-administrativos, terceirizados e vigilantes do Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres/UFRN) receberam a primeira dose no dia 22. Nesta terça-feira, 29, começaram a vacinar bolsistas do Pibid, residência pedagógica e bolsistas de atividades presenciais.

NA FACISA EM SANTA CRUZ

Nesta quarta-feira, 30, começa a vacinação da comunidade universitária na Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (Facisa/UFRN). Primeiro serão imunizados docentes efetivos e substitutos, técnicos administrativos, terceirizados e bolsistas de apoio técnico. A vacinação segue até quinta-feira, 1º, a partir das 8h, no hall do Auditório do Bloco II. A direção da Faculdade enviou ofício para a Secretaria Municipal de Saúde de Santa Cruz solicitando ainda a inclusão de estudantes monitores e tutores e aguarda resposta.

Além de ter pessoas apoiando nessa ação, a Facisa tem colaborado muito com a linha de frente do combate à pandemia. Um exemplo desse trabalho é o apoio com testes covid-19. O Laboratório de Análises Moleculares Avançadas (AMALab) ultrapassou a marca de 11 mil testes tipo RT-qPCR realizados para a identificação de novos casos. O projeto, que foi idealizado com a colaboração da comunidade acadêmica em parceria com o Laboratório Central do Estado do RN (Lacen), foi posto em prática em 25 de janeiro deste ano.

Ceres, Felcs e Facisa também integram o projeto de extensão Vacina é Vida, Coordenado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) – por meio da Pró-Reitoria de Extensão (Proex) –, pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e pelo Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN). A ação está formando grupos de voluntários para apoiar municípios na luta contra a pandemia.

Foto: Sandra Souza (Cedida)


r87

Trairi e Potengi tem 940 pessoas com a 2ª dose em atraso. São quase 27 mil no RN

A Secretaria de Estado da
Saúde Pública (Sesap) divulgou números da vacinação nas regionais de saúde pelo Rio Grande do Norte. São quase 27 mil pessoas sem tomar a segunda dose.

A subsecretária de planejamento e gestão da Sesap, Lyane Ramalho, explica que a Sesap orienta aos municípios a busca ativa daqueles que não registraram a aplicação da segunda dose. “Esse trabalho será a nossa prioridade, estaremos durante essa semana fazendo a busca ativa e teremos reuniões com as apoiadoras das Regionais de Saúde para intensificar o trabalho com os municípios”.

Outra preocupação é com o subregistro da aplicação das doses, que pode estar contribuindo para elevar o número de pessoas que constam no sistema RN Mais Vacina com o esquema vacinal incompleto. “Precisamos zerar esses números ou no mínimo entender por que ainda existem”, explica a subsecretária.

Foram realizadas reuniões virtuais com secretários municipais de saúde, equipes técnicas de imunização, coordenadores da atenção primária em Saúde de todas as cidades, Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do RN (Cosems-RN), membros do Ministério Público e dos Conselhos Estaduais e Municipais de Saúde para otimizar o processo da vacinação, inclusive em relação à inserção de dados no sistema após a aplicação de doses das vacinas contra a Covid-19.

Para a população, fica o apelo para que fiquem atentos às datas de tomada da segunda dose da vacina. “Queremos deixar o nosso chamamento para que a população não deixe de tomar a segunda dose, pois só assim estará completando a imunização”, conclui.

Doses em atraso por Região de Saúde

1ª Região: 2.066
2ª Região: 2.699
3ª Região: 2.765
4ª Região: 1.809
5ª Região: 940
6ª Região: 859
7ª Região: 15.828

TOTAL: 26.966 pessoas


r87

RN tem reserva hídrica de 50%. Lagoa do Bonfim apresenta o mesmo índice

O Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn) monitora 47 reservatórios com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta segunda-feira (07), indica que as reservas hídricas do RN somam 2.218.651.707 m³, percentualmente, 50,69% da sua capacidade total, que é de 4.376.444.842 m³. No dia 07 de junho de 2020, as reservas hídricas eram de 2.441.024.096 m³, equivalentes a 55,77% do seu volume total.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, acumula 1.414.795.969 m³, correspondentes a 59,62% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. No mesmo período do ano passado, o manancial estava com 1.533.987.376 m³, equivalentes a 64,64% do seu volume total.

Já a barragem Santa Cruz do Apodi, segundo maior reservatório do Estado, acumula 256.505.870 m³, percentualmente, 42,77% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. No mesmo período de junho do ano passado, o manancial estava com 215.607.720 m³, correspondentes a 35,95% do seu volume total.

Terceiro maior reservatório do RN, Umari acumula 214.072.477 m³, equivalentes a 73,11% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³. No mesmo período do ano passado, a barragem estava com 258.120.744 m³, correspondentes a 88,15% do seu volume total.

O açude Rodeador, localizado em Umarizal, sangrou na última quarta-feira, 2 de junho. O reservatório tem capacidade para 21.403.850 m³. No mesmo período do ano passado, ele estava com 17.836.476 m³, equivalentes a 83,33% do seu volume total.

Além do açude Rodeador, outros reservatórios que continuam com 100% da sua capacidade, são: o açude público de Encanto, Riacho da Cruz II e Flechas, localizado em José da Penha.

Outros reservatórios, monitorados pelo Igarn, que sangraram nesta quadra chuvosa continuam com bons volumes, casos de Santana, localizado em Rafael Fernandes, que acumula 6.953.333 m³, equivalentes a 99,33% da sua capacidade total, que é de 7 milhões de metros cúbicos; o açude de Marcelino Vieira, que acumula 11.054.719 m³, correspondentes a 98,7% da sua capacidade total, que é de 11.200.125 m³; e Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes, que acumula 8.181.207 m³, percentualmente, 98,88% do seu volume total, que é de 8.273.877 m³.

A barragem de Pau dos Ferros acumula 30.531.260 m³, percentualmente, 55,67% da sua capacidade total, que é de 54.846.000 m³. No dia 07 de junho de 2020, o reservatório estava com 21.169.454 m³, equivalentes a 38,60% do seu volume total.

O Marechal Dutra, conhecido como Gargalheiras, localizado em Acari, acumula 8.366.869 m³, correspondentes a 18,84% da sua capacidade total, que é de 44.421.480 m³. No mesmo período de junho de 2020, o reservatório estava com 15.355.157 m³, equivalentes a 34,57% do seu volume total.

Os reservatórios que estão com volumes inferiores a 10% da sua capacidade, sendo considerados em nível de alerta, são: Itans, localizado em caicó, com 3,66%; Zangalheiras, localizado em Jardim do Seridó, com 5,22% e Esguicho, localizado em Ouro Branco, com 0,78% do seu volume total.

Os reservatórios monitorados pelo Igarn, que permanecem secos, são: Inharé, localizado em Santa Cruz e Trairi, localizado em Tangará.

Situação das Lagoas

A lagoa de Extremoz, responsável pelo abastecimento de parte da zona norte da capital, acumula 11.019.525 m³, que correspondem a 100% da sua capacidade.

Já a lagoa do Bonfim, responsável pelo abastecimento da adutora Monsenhor Expedito, acumula 42.371.761 m³, percentualmente, 50,28% do seu volume total, que é de 84.268.200 m³.

A lagoa do Boqueirão, que atende a usos diversos, acumula 10.224.974 m³, correspondentes a 92,33% da sua capacidade total, que é de 11.074.800 m³.


r87

Apenas Japi e Tangará apresentam índice de transmissão baixo na região Trairi

Em uma nova rodada de análise dos dados do Laboratório de Inovação tecnológica em Saúde (LAIS), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), a região do Trairi tem oito dos dez municípios em zona de perigo ou risco. São Bento do Trairi tem a maior taxa de transmissibilidade, com 3,07. Os melhores índices ficaram com os municípios de Japi e Tangará.

Confira os dados:

Município Taxa R(t)  População 
São Bento do Trairí 3.07                4.449
Sítio Novo 1.80                5.522
Coronel Ezequiel 1.52                5.506
Lajes Pintadas 1.27                4.759
Serra Caiada 1.19              10.395
Campo Redondo 1.08              11.217
Santa Cruz 1.08              39.674
Jaçanã 1.07                9.133
Japi 0.88                5.055
Tangará 0.52              15.727

 

A Taxa de Transmissibilidade, ou Taxa Rt para ser mais simples, é um dos indicadores utilizados para medir a evolução de uma doença endêmica. De forma simples, essa taxa indica quantas pessoas podem ser infectadas a partir de uma pessoa já doente. Para exemplificar suponha o Rt = 2, isso significa dizer que, estatisticamente falando, uma pessoa doente contaminará duas saudáveis. O ideal então é que esta taxa se mantenha o mais próximo possível de zero. A partir do momento que ela se mantém constantemente abaixo do valor 1, significa dizer que a doença está em um estado “controlado”.


m4net

Blog do Wallace e parceiros lançam ação para empresas no Instagram

Olha só essa parceria para a sua empresa!

Nos próximos dias as contas @santacruzrnoficial, @blogdowallace e @radiosantaritafm87 vão disponibilizar os seus stories para as empresas divulgarem suas marcas nesse momento de pandemia.

Vamos aproveitar essa parceria top? Marca o @ das nossas contas e vamos compartilhar a sua empresa nos stories.


alrn-hoz

Rogério Marinho anuncia nova adutora para Santa Cruz e região Trairi

O Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, anunciou na noite deste domingo (28), em Santa Cruz, em entrevista na Rádio Santa Cruz AM, recursos para construção de uma nova adutora para Santa Cruz e região Trairi.

A nova adutora reforça o abastecimento em Santa Cruz e nas cidades vizinhas que também recebem água da Adutora Monsenhor Expedito.

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba, CODEVASF, vai executar um projeto de trazer água da Lagoa de Piquiri, no Agreste Potiguar, até o Trairi.

Essa obra vai reforçar o abastecimento principalmente de Santa Cruz e Nova Cruz. Rogério Marinho ainda considerou a possibilidade desse ano já iniciar as obras, e que vai depender de articulações do estudo de viabilidade e do orçamento federal.


r87

Rogério Marinho visita o Santuário de Santa Rita de Cássia

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, visita Santa Cruz neste domingo (28) para anunciar ações na região do Trairi. O deputado Tomba Farias é o articulador dessa visita que tem prefeitos da região acompanhando.

Rogério conheceu as melhorias executadas pelo reitor do Santuário, Padre Vicente Fernandes, ampliando a capacidade de acolhimento aos romeiros.


senhoritta

5ª regional tem taxa de transmissibilidade em zona segura. Santa Cruz marca 0,74

Os dados do Laboratório de Inovação tecnológica em Saúde (LAIS) mantém o site com informações e monitoramento quase em tempo real sobre a situação da pandemia no Rio Grande do Norte.

A Taxa de Transmissibilidade, ou Taxa Rt para ser mais simples, é um dos indicadores utilizados para medir a evolução de uma doença endêmica. De forma simples, essa taxa indica quantas pessoas podem ser infectadas a partir de uma pessoa já doente. Para exemplificar suponha o Rt = 2, isso significa dizer que, estatisticamente falando, uma pessoa doente contaminará duas saudáveis. O ideal então é que esta taxa se mantenha o mais próximo possível de zero. A partir do momento que ela se mantém constantemente abaixo do valor 1, significa dizer que a doença está em um estado “controlado”.

Na 5ª regional de Saúde, com sede em Santa Cruz, a taxa geral é de 0,93, ou seja, dentro da zona segura. No entanto, Boa Saúde e Coronel Ezequiel estão na zona de perigo.

Os municípios de Serra Caiada, Japi, São Pedro, São Bento do Trairí e Ruy Barbosa estão na zona de risco.

Os demais estão na faixa segura, que é quando o indicador fica igual ou abaixo de 1,00.

Confira o ranking da regional:

1. Boa Saúde – 5.00

2. Coronel Ezequiel – 2.63

3. Serra Caiada – 1.70

4. Japi – 1.46

5. São Pedro – 1.39

6. São Bento do Trairí – 1.37

7. Ruy Barbosa – 1.04

8. Senador Elói de Souza – 0.87

9. São Paulo do Potengi – 0.85

10. Lajes Pintadas – 0.82

11. São José do Campestre – 0.79

12. Barcelona – 0.77

13. Tangará – 0.76

14. Santa Cruz – 0.74

15. Bom Jesus – 0.73

16. Santa Maria – 0.72

17. Jaçanã – 0.70

18. Campo Redondo – 0.50

19. São Tomé – 0.45

20. Sítio Novo – 0.44

21. Lagoa de Velhos – 0.32

O laboratório também esclarece que este não deve ser o único indicador avaliado, pois outros fatores são importantes para adoção das medidas restritivas.

Acompanhe os dados pelo site: https://covid.lais.ufrn.br/.


alrn-hoz

Sete vereadores de Campo Redondo decidem doar 25% dos salários para compra de vacinas da Covid-19

Sete vereadores da Câmara Municipal de Campo Redondo decidiram, na noite desta terça-feira (23), durante sessão ordinária, doar 25% dos seus próprios salários. A decisão faz parte de uma série de medidas adotadas para ajudar o município no enfrentamento a Covid-19. O recurso que os legisladores estarão doando, até o mês de junho, será destinado integralmente para a compra de vacinas. A proposta foi aprovada individualmente pelos edis.

Os vereadores, Preto da Emater, Eduardo Lima, Meirinho do Sindicato, Neto de Zé Ronaldo, Delza de Loril, Luiz Antônio e Victor Souza, foram favoráveis. A decisão aconteceu após a votação do Projeto de Lei do executivo que ratifica protocolo de intenções firmado entre municípios brasileiros, com a finalidade de adquirir vacinas para combate à pandemia do coronavírus, medicamentos, insumos e equipamentos na área da saúde.

DEVOLUÇÃO AO EXECUTIVO

Ainda durante a sessão foi aprovado, por unanimidade, Projeto de Lei onde fica autorizada a devolução de R$ 15 mil reais (quinze mil reais) do Poder Legislativo ao Poder Executivo para a compra de vacinas para a Covid-19. O recurso é fruto de economia, nos meses iniciais de gestão do legislativo. Para o presidente da Câmara, Preto da Emater, a medida vem somar aos esforços que a cidade tem feito no enfrentamento do novo coronavírus.

Os recursos financeiros são oriundos do duodécimo do Poder Legislativo, deverão ser depositados no Fundo Municipal de Saúde – FUS, para a aquisição exclusivamente de vacinas no combate ao Covid-19.


r87

Vazamento na adutora Monsenhor Expedito deixa municípios do Trairi sem água

Oito municípios da região Agreste do Estado ficaram sem abastecimento de água na noite desse domingo (21), em decorrência de um vazamento na Adutora Monsenhor Expedito, próximo à cidade de Tangará, em uma tubulação de 350 mm. Os municípios afetados são Tangará, Japi, Santa Cruz, Lajes Pintadas, São Bento do Trairi, Coronel Ezequiel, Jaçanã e Campo Redondo.

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) já mantém equipe trabalhando no conserto do vazamento e a conclusão do serviço está prevista para as 18h desta segunda-feira (22). Para que o abastecimento esteja completamente normalizado, será necessário aguardar um prazo de até 48 horas.


senhoritta

Comitê Regional de Enfrentamento à COVID se reúne para discutir ações no Trairi e Potengi

O Comitê Regional de Enfrentamento à COVID da V URSAP realizou hoje (16) uma importante reunião para mostrar como se encontra o cenário epidemiológico da doença, a situação crítica dos leitos de UTI e clínicos, como também a preocupação com o fornecimento de oxigênio.

Na ocasião os secretários e prefeitos presentes se comprometeram em aderir ao Pacto pela Vida, seguir os decretos estaduais e também destacaram as ações que estão realizando em seus municípios. A reunião aconteceu de forma virtual e contou com a presença da gerente, técnicos e apoiadores da V URSAP, Ministério Público, Secretários Municipais de Saúde, Conselho de Secretários Municipais de Saúde (COSEMS), FACISA, Conselho de Saúde, SESAP, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), hospitais de referência para a região, além dos prefeitos de Lajes Pintadas, São Tomé e Santa Cruz.


r87

Março já soma 9 óbitos em Santa Cruz

Nem terminou e março já pode ser considerado um dos piores meses da pandemia em Santa Cruz. As duas primeiras semanas já somam 9 óbitos.

A primeira semana somou 4 óbitos, quando o mês começava com o 39º óbito e encerrava aquele primeiro período com 42 pessoas vítimas da Covid-19, ao longo de toda pandemia.

A segunda semana soma 5 óbitos, sendo o pior dia na quinta-feira (11), com 3 mortes em Santa Cruz. Se somar óbitos totais do Hospital, a quinta ainda teve mortes de Campo Redondo e Jaçanã, totalizando 5 naquele dia.

O “março macabro” vai chegando em seu 13º dia com 9 mortes e uma UTI oscilando de 80% a 100%. O mês registra um alto número de internados, com aquinta-feira, 11 de março, em total de 21 internados.

OS PRIMEIROS MESES

Os meses de janeiro e fevereiro foram mais leves no quesito óbitos e pressão de internamentos na UTI.

De acordo com o boletim da Prefeitura Municipal, foram 344 pessoas que testaram positivo em janeiro. A UTI começou 2021 com 40% de ocupação. O primeiro mês do ano teve 5 óbitos.

Entre janeiro e fevereiro a pressão por leitos aliviou, mas o final do segundo mês foi com UTI lotada. Fevereiro registrou 314 com teste positivo, mas sem nenhum óbito.

COMPARATIVO

Até a sexta-feira, 12 de março, a Prefeitura registrou 269 testes positivos para Covid-19, o que corresponde a 85% dos casos totais em fevereiro.

Durante os 10 primeiros dias do mês a UTI ficou em 100% de ocupação, apenas dia 11 e 12 de março a ocupação reduziu para 80%.

Os números mostram um mês de março muito preocupante nessa primeira quinzena, que tem decretos municipais e estaduais restringindo funcionamentos de comércios e adotando medidas mais restritivas.

Os especialistas alertam que mesmo com abertura de UTIs e reforço do sistema de saúde, a adoção do distanciamento e isolamento social ainda são os mais adequados para diminuir a contaminação.


senhoritta

Antônio Custódio e Ana de Ilo passam a integrar a base do Prefeito de Tangará

Após articulação de Erociano e Thiago, os vereadores do PSD, Antônio Custódio e Aninha de Ilo, passam a fazer parte da base do Prefeito Dr. Airton (PDT). De acordo com algumas fontes, o grupo se reuniu para avaliar as mudanças no rumo da política tangaraense.

A confirmação veio após uma reunião com o prefeito e o ex-vice-prefeito, Ewerton Thiago (PSD). Os vereadores discutiram sobre a intensidade do debate político atual em Tangará e confirmaram fazer parte do bloco de situação.

Com esse resultado, o cenário no legislativo fica mais confortável para o Prefeito, que recentemente viu parte da sua base se dividir.

A base da situação fica assim:

  • Ricardo Vicente (PSDB)
  • Paulo Paduca (PSDB)
  • Chicutinha (MDB)
  • Sargento Elias (PDT)
  • Wilson Fonseca (PDT)
  • Ana de Ilo (PSD)
  • Antônio Custódio (PSD)

alrn-hoz

Pesquisa analisa influência da comunicação do IFRN em Santa Cruz

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, IFRN, Campus Santa Cruz é objeto de estudo de uma pesquisa, no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Gestão Pública da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

A pesquisa acadêmica tem como objetivo analisar a influência da comunicação do IFRN – Campus Santa Cruz com a sociedade sobre a imagem organizacional.

Com a pesquisa, é possível aprimorar a comunicacão institucional do IFRN de modo que a instituição esteja mais próxima da comunidade, quando serão sugeridas melhorias nas práticas de comunicação da mesma.

Se você reside em Santa Cruz ou em municípios vizinhos, contribua com a pesquisa respondendo o questionário através do link: https://forms.gle/GbzbL5q4YZPqQ1UF7


alrn-hoz