COVID-19

Segunda dose de reforço já está disponível para população geral acima de 40 anos

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) emitiu nota informativa que recomenda a todos os 167 municípios do Rio Grande do Norte a aplicação imediata da segunda dose de reforço (R2) contra a Covid-19 para toda a população acima de 40 anos de idade.

A medida foi pactuada na Câmara Técnica das Vacinas, na sexta-feira (17), e recomenda a utilização dos imunizantes da Jansen, Astrazeneca ou Pfizer. “Diante do cenário epidemiológico da pandemia e considerando que a efetividade das vacinas tem demonstrado redução na proteção com o passar do tempo, especialmente em faixas etárias mais avançadas, orientamos a aplicação da segunda dose de reforço a fim de garantir a proteção ampliada em toda a população acima dos 40 anos”, disse Kelly Lima, coordenadora de Vigilância em Saúde da Sesap.

De acordo com o portal RN+Vacina, na manhã desta segunda-feira (20), o RN contabiliza 50% do público-alvo vacinado com a primeira dose de reforço, o que representa 1.602.995 pessoas com as três doses da vacina contra a Covid-19. Com a quatro doses o RN soma 262.461 pessoas ou 8% do público-alvo. Atualmente o segundo reforço está disponível para idosos, profissionais de saúde, imunossuprimidos e população geral acima dos 40 anos de idade.


r87

Governo do RN dispensa obrigatoriedade de comprovação do esquema vacinal

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte publicou nesta quinta-feira (26), o Decreto nº 31.541, de 25 de maio de 2022, que dispensa a obrigatoriedade de comprovação do esquema vacinal em equipamentos públicos e privados destinados ao público em geral, como estádios, ginásios e eventos esportivos com público, cinemas, teatros, salas de concertos e museus.

A decisão leva em consideração a adesão da sociedade potiguar ao plano nacional de vacinação contra a covid-19. Segundo o monitoramento de vacinação do RN + Vacina, desenvolvido pelo Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/UFRN) em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), 84% da população do Estado encontra-se totalmente vacinada.

Para a dispensa, o Decreto considera que o combate à pandemia e a adoção de medidas de prevenção são questões que devem ser enfrentadas por toda a sociedade, e que o esforço para a superação da crise é de responsabilidade conjunta de governos, de empresas e de cidadãos.

Permanece obrigatória a comprovação do esquema vacinal como condição para acesso aos eventos de massa, sociais, recreativos, conferências convenções, simpósios e afins, realizados em locais fechados, com participação simultânea superior a 2.000 pessoas.

O Governo do Estado reforça a importância de que todo cidadão complete o esquema vacinal contra covid-19. O mais recente relatório gerado pelo portal RN + Vacina, com dados até o início da tarde da segunda-feira (23), aponta que o Rio Grande do Norte tem um total de 767.796 pessoas com a terceira dose da vacina contra a Covid-19 em atraso, ou seja, já passaram do período de quatro meses recomendado após a segunda dose. A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) reforça que a imunização vem se mostrando a forma mais eficaz de controle da pandemia, evitando os casos graves e internações pela doença.

Confira o link da publicação no diário oficial: http://diariooficial.rn.gov.br/dei/dorn3/docview.aspx?id_jor=00000001&data=20220526&id_doc=770127.


alrn-hoz

RN chega a 7 milhões de vacinas aplicadas contra Covid-19

O Rio Grande do Norte alcançou nesta segunda-feira (18) marca de 7 milhões de vacinas contra a Covid-19 aplicadas na população. O feito é fruto da parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), que coordena o processo de distribuição das doses e as estratégias da campanha, e os municípios potiguares, que operam o processo na ponta, com a responsabilidade de aplicar os imunizantes.

A marca chega no momento em que a pandemia da Covid-19 arrefece no estado, com os menores índices de contaminação pelo coronavírus, de internações em leitos de UTI e clínicos e de óbitos pela doença, reforçando a necessidade de toda a população elegível tomar todas as doses dentro do prazo.

“Alcançar as 7 milhões de vacinas aplicadas nos braços dos potiguares é um momento muito importante para nós que estamos nesse esforço desde o início. O crédito desse sucesso é todo dos profissionais de cada sala de vacina do estado, que vem mostrando o tamanho da importância do SUS e a eficácia da vacina”, destacou a coordenadora de Vigilância em Saúde da Sesap, Kelly Lima.

Até o momento, na totalidade do público-alvo da campanha de imunização contra a Covid-19 já foram vacinadas com ao menos uma dose 93% das pessoas, tendo 83% recebido as duas e 46% com a dose de reforço. Entre os adultos, que são os que podem tomar as três doses, esses patamares chegam respectivamente a 92%, 87% e 55%.

Já entre os adolescentes, a cobertura encontra-se em 88% para a 1ª dose e 70% para os totalmente vacinados. Para as crianças de 5 a 11 anos, os percentuais estão em 59% na dose inicial e 25% para a 2ª dose.


r87

Decreto torna facultativo o uso de máscaras no Rio Grande do Norte

O Governo do Rio Grande do Norte publicou nesta quarta-feira (6), no Diário Oficial, o decreto Nº 31.360, que torna facultativo o uso de máscaras de proteção facial em todo o estado.

O documento suspende o decreto que estaria em vigor até o dia 8, para colocar em vigência as novas medidas. A flexibilização é válida para locais abertos e fechados, conforme recomendação do Comitê Científico de Especialistas da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) que discutiu, na noite da terça-feira (5), o quadro epidemiológico e assistencial que aponta para um baixo patamar de casos, óbitos e internações causadas pela covid-19.

O texto recomenda que continuem usando máscaras aqueles que pertencem a grupos de risco, como idosos, gestantes e imunossuprimidos; todos que apresentarem sintomas gripais; e no âmbito do transporte público de passageiros.

Também lembra que o Decreto Estadual nº 30.940, de 30 de setembro de 2021 determina controle de entrada, mediante comprovação do esquema vacinal em conformidade ao calendário de imunização, em eventos de massa e segmentos socioeconômicos de alimentação (bares e restaurantes), bem como centros comerciais, galerias e shopping centers que utilizem sistema artificial de circulação de ar.

Não é necessário exigir o passaporte vacinal em eventos e estabelecimentos abertos, com ventilação natural e limitados a 100 pessoas.

Nos órgãos da administração pública direta e indireta do estado, o acesso, de servidores e do público em geral, continua vinculado à apresentação do comprovante de vacinação contra a covid-19, como estabelece a Portaria Conjunta Nº 01/2022 – Sesap/Sead.

A desobediência dos protocolos e das medidas de segurança recomendadas pelas autoridades sanitárias e previstas neste Decreto, sujeita o infrator às multas previstas nos artigos 15 e seguintes do Decreto Estadual nº 29.742, de 4 de junho de 2020, sem prejuízo das demais medidas previstas em lei.

A Sesap, em conjunto com os demais órgãos estaduais e municipais competentes, fiscalizam o cumprimento das medidas sanitárias.


r87

Uso de máscaras em ambientes abertos é facultativo em Santa Cruz

A Prefeitura Municipal de Santa Cruz confirmou que inicia um momento de encerramento nas restrições da pandemia.

O uso de máscaras em ambientes abertos agora é facultativo. A exigência da máscara ainda é válida para ambientes pequenos ou fechados ou em órgãos estaduais.

O uso facultativo da máscara começa a valer nesta quarta-feira (16).


m4net

UTI Covid de Santa Cruz fica sem habilitação pelo Ministério da Saúde

Entre as mudanças da Prefeitura de Santa Cruz na rede municipal de saúde, anunciada no início da semana, estão a descontinuidade dos leitos de UTI Covid em Santa Cruz.

Após quase um ano e sete meses de funcionamento, a UTI Covid não tem mais habilitação pelo Ministério da Saúde, ou seja, os leitos ficaram sem financiamento para sua manutenção. De acordo com nota da prefeitura, a gestão municipal discute a abertura de leitos de estabilização, preparando o paciente para ser encaminhado para leitos de UTI geral em um hospital da rede de saúde do Rio Grande do Norte.

O prefeito Ivanildinho acredita que os investimentos feitos durante a pandemia ajudam na melhoria da estrutura do Hospital, e “que a gestão municipal lutará, junto aos parlamentares potiguares e aos governos federal e estadual para, no futuro, contar com leitos de UTI Geral no Hospital Municipal Aluízio Bezerra”, disse em nota.


m4net

‘Centro Covid” encerra suas atividades

A Prefeitura de Santa Cruz realiza mudanças na rede municipal de saúde nesta semana. Com a queda nos índices da Covid-19, foi definida a suspensão dos atendimentos do Centro de Enfrentamento as Síndromes Gripais, no Ginásio Marcílio Furtado, a partir desta quarta-feira (16).

“O serviço registrou baixa procura nos últimos dias, o que motivou a determinação, mas o prefeito garantiu que caso a pandemia volta a ter um número alto de casos, o Centro voltará a funcionar”, disse a Prefeitura em nota.

No boletim da última segunda-feira (14), foram registrados 03 casos positivos, no período da sexta-feira (11) e por todo final de semana. Desde o início da pandemia foram contabilizados 94 óbitos.


alrn-hoz

Governo do RN torna facultativo uso de máscaras em ambientes abertos

O Governo do Estado edita decreto com novas medidas de prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus no âmbito do Rio Grande do Norte, que será publicado no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira (15).

As novas regras do Decreto N° 31.310 são baseadas na recomendação nº 35 do Comitê de Especialistas da SESAP/RN para o enfrentamento da pandemia. Neste sentido, o novo Decreto torna facultativo o uso de máscaras de proteção facial em ambientes abertos, permanecendo em vigor a obrigatoriedade em espaços fechados ou de grande aglomeração de pessoas, a exemplo de veículos de transporte de passageiros.

Outra novidade do decreto é a previsão das ações governamentais a serem adotadas pelo Estado e recomendadas aos municípios, a exemplo da busca ativa da população não vacinada ou em desconformidade com o calendário de imunização; o início da campanha de vacinação da D4 para idosos; o estímulo, no âmbito da educação básica, para que pais e responsáveis vacinem as crianças e os adolescentes; o reforço às campanhas de divulgação da atual situação pandêmica.

Permanece em vigor a obrigatoriedade de comprovação do esquema vacinal em conformidade com o calendário de imunização, nos termos do Decreto Estadual nº 30.940, de 30 de setembro de 2021, bem como nos segmentos de alimentação, como em bares e restaurantes, bem como centros comerciais, galerias e shopping centers que utilizem sistema artificial de circulação de ar. Estão dispensados da exigência de comprovação do esquema vacinal tão somente os eventos e estabelecimentos em locais abertos, com ventilação natural e limitados a 100 pessoas.

O novo decreto passa a vigorar a partir de 15 de março de 2022 e terá vigência até o próximo dia 31 de março. A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), além dos atos complementares ao novo Decreto, editará Portaria com o novo protocolo geral a ser observado pelas atividades socioeconômicas.


alrn-hoz

Uso de máscaras é facultativo no município de Serra Caiada

A Prefeitura Municipal de Serra Caiada publicou nesta segunda-feira (14) um decreto, assinado na última sexta-feira (11), indicando o uso facultativo das máscaras. É o primeiro município da região do Trairi a retirar a obrigatoriedade das máscaras.

Confira o decreto:


m4net

China confina 17 milhões após registrar recorde de casos de covid-19

Milhões de cidadãos foram colocados em confinamento neste domingo (13) na China, após registrar o maior número de casos de covid-19 em dois anos, mas a política “zero covid” causa cansaço entre a população e até dúvidas sobre a sua eficácia.

O gigante asiático registrou neste domingo 3.939 casos de covid-19 em 24 horas, o número mais alto nos últimos 24 meses no país, onde a população de várias cidades foi confinada por surtos do vírus, informou a Comissão Nacional de Saúde.

Devido ao surto, os bairros foram isolados um a um em Xangai, a metrópole mais populosa da China, e shoppings, restaurantes e escolas foram fechados.

A China, onde o vírus foi detectado pela primeira vez no final de 2019, seguiu uma política estrita de “covid zero” com bloqueios, restrições de viagem e testes em massa quando encontra novos focos.

No entanto, o número de infecções em um país de 1,4 bilhão de habitantes é pequeno quando comparado a outras nações.

Até agora, a China conseguiu manter os casos de coronavírus baixos graças a medidas draconianas, mas a exaustão afeta o país cada vez mais.

Algumas autoridades estão agora defendendo medidas mais brandas, ao mesmo tempo em que economistas alertam para danos à economia devido aos confinamentos.


contex

Município de Natal tem uso de máscaras facultativo

A Prefeitura de Natal tornou facultativo o uso de máscaras no âmbito do Município. O Decreto tem a chancela do Comitê Científico de Enfrentamento da Pandemia, que opinou favoravelmente à medida. A norma foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (9) e tem efeito imediato.

O Decreto levou em consideração a diminuição sistemática no número de atendimentos de casos com Covid -19 nas unidades de saúde da capital potiguar. Além disso, o Comitê Científico de Enfrentamento da Pandemia analisa passo a passo a abertura gradual e responsável do comércio e dos serviços no âmbito local, desde que respeitados os protocolos e regras de prevenção de contágio à doença.

A determinação do executivo municipal deixa claro, no próprio Decreto, que existe a possibilidade de revisão da norma, a qualquer tempo, de acordo com as taxas e índices de transmissibilidade da Covid – 19 em Natal.


r87

RN alcança quase 50% de crianças vacinadas com a primeira dose contra a Covid-19

O Rio Grande do Norte alcançou 158.569 crianças com idade de 5 a 11 anos vacinadas com a primeira dose contra a Covid-19, o que representa 47% desse público, de acordo com dados da plataforma RN+Vacina. Na tarde desta quinta-feira (03), chegaram mais 20.700 doses da Pfizer pediátrica, para dar continuidade à campanha de vacinação.

As novas doses a serem distribuídas são destinadas à segunda dose, já que todo o quantitativo referente à primeira dose pediátrica já foi distribuído aos municípios.

O marco de 50% de crianças vacinadas com a primeira dose constitui um avanço, mas completar o esquema vacinal com a segunda dose é fundamental para garantir a proteção contra a covid. Hoje apenas 2% desse público (8.825 crianças) no RN foram imunizados com a D2.

“Reforçamos nosso apelo para que os pais, as mães e responsáveis levem as crianças que ainda não tomaram a primeira dose para iniciar o esquema vacinal e, para aquelas que já iniciaram e estão em tempo oportuno para receber a segunda dose, reiteramos a importância de completar o esquema, já que temos no estado mais de 14 mil crianças que já poderiam ter recebido a segunda dose e ainda não compareceram ao local de vacinação. Então reforçamos a importância da proteção desse público, para que possamos de fato mudar o cenário epidemiológico do Rio Grande do Norte”, ressaltou Kelly Lima, coordenadora de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap).

DADOS

Hoje o RN conta com 91% de pessoas vacinadas com a primeira dose, ou seja, 2.893.393 pessoas e 79% da população com a segunda dose, o que corresponde a 2.516.034 pessoas. Com a dose de reforço, são 1.157.925 pessoas imunizadas, ou seja, 36% da população geral.


senhoritta

Covid: Brasil registra média móvel de mortes abaixo de 700

A média móvel de mortes causadas pela covid-19 ficou abaixo de 700 — depois de 16 dias acima de 800 e três acima de 700. Hoje, o índice ficou em 690. Os dados são do consórcio de veículos de imprensa.

O índice é calculado a partir da média de mortes dos últimos sete dias e é considerado o dado mais confiável para acompanhar a pandemia. A média está em queda desde 13 de fevereiro, mas o índice de hoje ainda é alto em comparação às primeiras semanas do ano, quando chegou a ser menor do que 100.

Nas últimas 24 horas, foram registradas 206 óbitos em decorrência da doença. Aos fins de semana, o número tende a ser menor, devido ao esquema de plantão das secretarias de saúde.

Os estados do Amapá e Roraima não registraram novas mortes. Ao todo, o Brasil acumula 649.195 óbitos de covid-19 desde o início da pandemia.

Alagoas e Goiás registraram tendência de aceleração. O Distrito Federal e oito estados apresentam estabilidade; outros 16 estão em queda. No país, a tendência é de queda (-22%), pelo terceiro dia seguido, nas mortes de covid-19.

Em relação aos casos conhecidos, foram registrados 21.731 novos diagnósticos — chegando ao total de 28.764.822. A média móvel ficou em 79.605 — pelo sexto dia seguido abaixo de 100 mil.

O Distrito Federal, Pernambuco, Rio Grande do Sul e Tocantins não divulgaram dados de casos e mortes hoje. Já Goiás fez um revisão para baixo no número de mortes.

Do Portal Uol


contex

Santa Cruz tem redução nos índices da Covid-19. Em 24h apenas 02 casos positivos

Os números da pandemia em Santa Cruz já são bem mais leves que semanas atrás. Se os primeiros dias de fevereiro foram de recordes de casos positivos e óbitos, a segunda quinzena é de redução nos índices.

Nas últimas 24 horas, apenas 02 casos foram positivos. Desde o início da pandemia foram registrados 7.107. Atualmente são 588 casos ativos apontados no boletim epidemiológico.

A UTI Covid do Hospital Municipal Aluízio Bezerra têm 03 pacientes, sendo todos de Santa Cruz, sendo 60% de lotação.

De acordo com o LAIS/UFRN, a taxa de transmissibilidade em Santa Cruz é de 0,32. No Trairi, apenas Campo Redondo e São Bento do Trairi apresentam índices mais altos, sendo 1,17 (zona de risco) e 2,09 (zona de perigo), respectivamente.


m4net

TRT-RN: Empresa é condenada a pagar trabalhadora que não recebeu salários após licença médica

A Segunda Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) condenou a WMS Supermercados do Brasil Ltda. a pagar à operadora de caixa que ficou sem receber salários por quase um ano após o fim de uma licença médica.

Além do reembolso da remuneração não recebida durante o “limbo previdenciário”, o TRT-RN condenou a empresa ao pagamento de indenização por danos morais no valor de R$ 3 mil.

Para o desembargador Bento Herculano Duarte Neto, relator do processo no TRT-RN, a ex-empregada ficou “desamparada após terminar o benefício previdenciário” por um aspecto “puramente formal”: a exigência de alta do INSS.

No caso, a operadora de caixa alegou na ação trabalhista que, em março de 2020, ficou afastada pela Previdência por motivo de doença durante 14 dias, período prorrogado posteriormente por mais sete dias.

Como a licença durou mais de 15 dias, a empresa encaminhou ela à perícia médica do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).

Devido à pandemia da Covid-19, que começou em 2020, os atendimentos da Previdência foram suspensos, o que levou a perícia médica a ser adiada por diversas vezes.

Passado quase um ano sem receber o auxílio doença ou salário, a operadora de caixa tentou voltar ao serviço, mas teve esse retorno rejeitado pela WMS Supermercados.

No recurso ao TRT-RN, a empresa alegou que cumpriu as exigências legais ao enviar a ex-empregada ao médico do trabalho, concedendo o afastamento previdenciário.

Após o término do benefício, a autora do processo não apresentou atestado de alta médica emitido pelo INSS, o que inviabilizou o seu retorno ao serviço.

Assim, “não poderia reintegrar um funcionário que retorna do auxílio doença sem o atestado de alta, ainda mais considerando a situação que estamos vivenciando hoje com a pandemia do COVID-19”,

No entanto, de acordo com o desembargador Bento Herculano Duarte Neto, “após cessado o benefício previdenciário, durante todo o exercício de 2020, a trabalhadora tentou retornar às suas atividades profissionais”, tendo a ex-empregada se submetido a exames médicos sugeridos pelo supermercado, como o teste referente à Covid 19.

Para ele, levando em conta também a situação da pandemia, que dificultou a emissão da alta médica, cabia ao supermercado restabelecer o contrato da operadora de caixa.

“Ainda que a empresa queira atribuir à trabalhadora a culpa pelo não retorno, restou claro nos autos que houve a iniciativa dela, por diversas vezes, em procurar a empregadora para restabelecimento do vínculo”, concluiu o magistrado.

A decisão da Segunda Turma do Tribunal foi por unanimidade ao manter o julgamento inicial da 2ª Vara do Trabalho de Natal (RN)

A Vara condenou o supermercado a pagar também as verbas rescisórias à ex-empregada (férias, FGTS, 13º salário), reconhecendo a rescisão indireta do contrato de trabalho.


senhoritta

Sesap recebe mais de 29 mil doses da Pfizer pediátrica

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) recebe, nesta quinta-feira (10), às 2h da manhã, mais 29.100 doses da Pfizer Pediátrica, para reforçar a Campanha Estadual de Vacinação contra a Covid-19 no Rio Grande do Norte.

A Sesap já distribuiu aos municípios do RN mais de 300 mil doses pediátricas, quantidade quase equivalente ao total das crianças a serem vacinadas no estado. De acordo com a plataforma RN + Vacina, 28% do público infantil, com idade entre 5 e 11 anos já receberam a primeira dose, o que corresponde a 95.947 crianças.

“O número de crianças vacinadas no estado ainda é muito incipiente. Esperamos ampliar esse quantitativo, em especial com estratégias como a vacinação nas escolas. É importante destacar que os pais ou responsáveis não precisam assinar nenhum termo para vacinar as crianças, porque eles já se responsabilizam por estarem levando-as para a imunização. Além disso, para aquelas crianças que serão vacinadas nas escolas, orientamos que os diretores ou professores consigam a autorização prévia dos pais ou responsáveis, para que isso ocorra de forma oportuna e em larga escala em todo o ambiente escolar”, explicou Kelly Lima, coordenadora de Vigilância em Saúde da Sesap.

A meta da Sesap é ampliar a vacinação das crianças, com o objetivo de protegê-las e diminuir a circulação da Omicron no estado. “Observamos que os leitos pediátricos vêm sendo ocupados por crianças e a variação do vírus pode causar o agravamento da doença. Já está provado que a vacinação do público infantil é segura. Milhares de crianças já foram vacinadas em todo o mundo, sem relatos de eventos adversos graves. Temos 19 imunizantes em todo o calendário de vacinação infantil e muitos deles podem causar um pouco de febre ou de irritabilidade, como reação, mas nada que seja potencializado e que se compare ao adoecimento pela covid-19. Trabalhamos, assim, na perspectiva da ampla sensibilização, para que todos possam proteger seus filhos, e salvar muitas vidas em nosso estado”, destacou Kelly Lima.


senhoritta

Santa Cruz tem registrado o 93º óbito por Covid

O último boletim epidemiológico da Covid-19 de Santa Cruz, divulgado na última quarta-feira (09), trouxe o registro do 93º óbito do município. De acordo com a secretaria de Saúde, era um senhor de 81 anos, morador do Conjunto Cônego Monte, tinha hipertensão, diabetes e cardiopatia.

Desde o início da pandemia, Santa Cruz registrou 6.866 casos positivos e 1.485 casos ativos.

A UTI Covid tem taxa de ocupação de 20%, ou seja, com apenas uma vaga ocupada.


alrn-hoz

Santa Cruz registra 92º óbito de Covid-19

Nesta segunda-feira (07), o município de Santa Cruz registrou mais um óbito por Covid-19, chegando número de 92 desde o início da pandemia.

De acordo com a Secretaria de Sáude, o paciente deu entrada no Hospital Municipal em 02 de fevereiro, era portador de neoplasia e alzheimer, tinha 91 anos e residia no bairro do Paraíso.

Esta é a segunda morte por Covid no mês de fevereiro, quando há três dias também foi registrado mais um óbito em Santa Cruz.

Nas últimas 48 horas, pois não teve boletim no último domingo (06), foram 90 casos positivos, chegando a marca de 6.754 desde o início do boletim. Atualmente temos 1.448 casos ativos na cidade.

A UTI Covid registra uma ocupação de 40%, ou seja com dois pacientes internados.


m4net

Sesap recebe mais de 117 mil doses da vacina da Janssen

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) recebe, nesta quinta-feira (03), às 10h50, mais 117.950 doses de vacina da Janssen contra a Covid-19, dando continuidade à Campanha Estadual de Vacinação.

As doses serão distribuídas aos municípios e destinadas prioritariamente à aplicação da dose de reforço (D3). Juntamente com o imunizante da AstraZeneca (Oxford), a vacina da Janssen será usada para a terceira dose.

O Ministério informou a falta de vacina da Pfizer e que, assim que receberem doses do imunizante, prontamente irá encaminhá-las aos estados. O Estado do Rio Grande do Norte continuará a aplicar a vacina da Pfizer, Janssen e AstraZeneca como dose de reforço, com o objetivo de garantir um maior número de pessoas totalmente protegidas no estado.

Imunização

De acordo com a plataforma RN + Vacina, 87% dos potiguares já receberam a primeira dose da vacina contra o coronavírus, correspondendo a 2.769.785 pessoas vacinadas; 77% da população já está totalmente vacinada, ou seja, 2.451.861 pessoas; e 27% da população já recebeu a terceira dose do imunizante, o que corresponde a 876.560 pessoas.

Já em relação aos adolescentes entre 12 e 17 anos, 84% dos jovens já receberam a primeira dose de imunizante (267.663 pessoas) e 58% já estão totalmente vacinados (186.223 pessoas). Quanto às crianças entre 5 e 11 anos, 17% já receberam a primeira dose (59.550 crianças).


r87

Santa Cruz volta a registrar óbito por Covid-19

Desde outubro de 2021 que Santa Cruz não registrava óbito por Covid-19, mas nesta quinta-feira (03), o boletim voltou a trazer essa triste informação. De acordo com a Secretaria de Saúde, trata-se de um homem de 90 anos, morador do Conjunto Cônego Monte, portador de hipertensão arterial e alzheimer. Ele deu entrada no Hospital Aluízio Bezerra no dia 23 de janeiro, pela equipe do SAMU. Desde o início da pandemia foram registrados 91 óbitos.

Em 24 horas, a cidade registrou 132 casos positivos. Desde o início da pandemia, Santa Cruz já notificou 6.525 casos positivos.

Na UTI Covid são 04 pacientes de Santa Cruz e 01 de Lajes Pintadas. Esse quadro é de 100% de lotação da sua capacidade.


senhoritta