Lula

Pesquisa BG/Brâmane mostra Lula tem 49,8%, Bolsonaro 29% e Ciro 7,3% no RN

A pesquisa Blog do BG/Brâmane trouxe dados para a Presidência da República, confira:

Lula – 49,8%
Jair Bolsonaro – 29,0%
Ciro Gomes – 7,3%
André Janones – 1,0%
Simone Tebet – 0,4%
Vera Lúcia – 0,3%
Luciano Bivar – 0,2%
Eymael – 0,1%
Leonardo Péricles – 0,1%
Sofia Manzano – 0,1%
NS/NR – 6,5%
Brancos/Nulos – 5,2%

A pesquisa ouviu 1600 eleitores de todas as regiões do estado entre os dias 26 e 29 de julho. Os resultados foram calculados com margem de erro de 2,45% para mais ou para menos e com intervalo de confiança de 95%. A pesquisa do instituto Brâmane, divulgada pelo Blog do BG, foi registrada na Justiça Eleitoral sob os protocolos BR-01446/2022 e RN-06920/2022.


r87

Rafael encontra Lula horas antes de oficializar candidatura ao Senado

Horas antes de oficializar a sua candidatura ao Senado em Natal, o deputado Rafael Motta (PSB) se encontrou com o ex-presidente Lula (PT) em Brasília. O encontro aconteceu ontem (29) na convenção do PSB, que homologou o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin como vice de Lula.

Em um dos cliques feitos com Lula, postado na rede social de Rafael, os dois posam sorridentes lado a lado, na companhia do prefeito de Recife João Campos, que também integra os quadros do PSB.

A convenção de Rafael está marcada para as 13h deste sábado (30) e acontece na quadra do colégio Hipócrates, na zona norte da capital.

Rafael vai apresentar-se na disputa como o único postulante a vaga no RN que acompanha a chapa Lula-Alckmin no plano nacional.


senhoritta

Pesquisa CNT/MDA: Lula tem 42,2%, Bolsonaro 28% e Ciro 6,7%

Mais uma pesquisa na rua (ou na mídia) para Presidente da República, dessa vez da CNT/MDA, e a primeira de 2022. Confira os números:

ESPONTÂNEA

  • Lula – 32,8%
  • Bolsonaro – 24,4%
  • Ciro – 2,6%
  • Moro – 2,1%
  • Janones – 0,5%
  • Dória – 0,3%
  • Outros – 1,1%
  • Branco/Nulos – 7,9%
  • Indecisos – 28,3%

ESTIMULADA

  • Lula – 42,2%
  • Bolsonaro – 28%
  • Ciro – 6,7%
  • Moro – 6,4%
  • Dória – 1,8%
  • Janones – 1,5%
  • Tebet – 0,6%
  • D’Ávila – 0,3%
  • Pacheco – 0,3%
  • Brancos/Nulos – 6,2%
  • Indecisos – 6%

A pesquisa foi realizada de 16 a 19 de fevereiro de 2022, com 2.002 entrevistas de eleitores do Brasil com idade a partir de 16 anos, distribuídas em 137 municípios, de 25 unidades da federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança. A pesquisa CNT/MDA foi registrada no TSE sob o nº BR-09751.


r87

Lula diz que começou a obra da transposição

Muito se discute nos últimos dias a paternidade da obra da Transposição do Rio São Francisco, e como a obra começou no Governo Lula, o ex-presidente tomou para si a “autoria” desse projeto.

Em sua rede social, Lula afirmou: “A transposição do Rio São Francisco está sendo concluída. Eu só espero que o Bolsonaro, que está fazendo viagem para inaugurar o pedacinho que ele concluiu, que ele tenha a coragem de dizer “eu estou inaugurando aqui, mas quem começou essa obra foi o presidente Lula”.

Os sites do Partido dos Trabalhadores focaram e apresentar dados sobre a obra. Segundo o site do ex-presidente Lula, o seu governo e da ex-presidente Dilma Rousseff fizeram 88% das obras, o Governo de Michel Temer mais 5%, e Jair Bolsonaro apenas 7%.

“Em maio de 2016, mês do golpe contra Dilma, a obra ocorria 24 horas por dia, com 9 mil trabalhadores e 3 mil equipamentos”, informa o site.

“Todo o Nordeste sabe que a transposição [do são Francisco] deixou de ser conversa e se tornou realidade no Governo de Luiz Inácio Lula da Silva”, aponta o deputado estadual Francisco do PT, líder do governo de Fátima Bezerra na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, em artigo publicado no site do PT. No texto, ele lembra que o projeto original tem quase 200 anos, mas tornou-se realidade, de fato, com Lula, após a passagem de 34 presidentes.

“Lula começou, Dilma continuou e os dois juntos fizeram mais de 90% de uma obra gigantesca que, nos dias atuais, conta com 477 km de canais em dois eixos (leste e norte), contendo 4 túneis de 23 km de extensão, 14 aquedutos, 27 reservatórios, 9 estações de bombeamento, 9 subestações de 230 kv, 270 km de linhas de transmissão e 6 ramais interligados”, explica o deputado.


senhoritta

Alckmin não tem ‘a menor chance’ de ser vice de Lula pelo PSD, diz Kassab

O presidente nacional do PSD e ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, descartou a possibilidade de o ex-governador paulista Geraldo Alckmin (sem partido) se candidatar a vice-presidente por seu partido em chapa encabeçada pelo petista Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições deste ano.

Em entrevista ao Correio Braziliense, Kassab admitiu que sonhava com o ex-governador disputando o governo de SP pelo PSD.

“O Geraldo Alckmin iniciou dizendo que seria candidato a governador, e nós acolhemos a sua candidatura”, afirmou Kassab. “Em um determinado momento, ele nos procurou, desistindo de ser candidato a governador, o que eu entendo. Não existe nenhuma mágoa, nenhuma restrição à conduta.”

Sobre as pretensões nacionais do ex-tucano, Kassab disse ter a impressão de “que é um desejo de alguns, de ambas as partes”. Mas, se depender dele, Alckmin não será o vice de Lula por seu partido.

Questionado pelo Correio se Alckmin “não tem vaga no PSD para ser candidato a vice” de Lula, Kassab respondeu que “a franqueza é muito importante”.

“Nós não vamos deixar uma pessoa do gabarito de Geraldo Alckmin se filiar sonhando com algo que possa não acontecer”, afirmou. “Ele é muito qualificado, mas não vejo a menor chance de ele ser vice do Lula pelo PSD”.

Além do partido de Kassab, Alckmin vem flertando com outras legendas, como PV, Solidariedade e PSB.

E se Alckmin voltar atrás?

Kassab admitiu que, se o ex-governador voltar atrás e “tiver um projeto definido”, ainda poderia aceitá-lo no PSD para disputar o governo de São Paulo, mas fez uma ressalva.

“Se já tivermos candidato a essa altura, fica difícil, mas impossível nunca é”, afirmou. Para disputar o governo do estado, o PSD estuda tanto nomes internos quanto a filiação de políticos de outras legendas.

Pacheco presidente?

Para disputar a Presidência da República, Kassab aposta no presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, recém filiado ao partido. Na pesquisa Ipespe divulgada na sexta-feira (14), o pré-candidato aparece com apenas 1% das intenções de voto.

“Na minha campanha eleitoral para prefeito de São Paulo, no mês de junho eu tinha 3%, e eu ganhei as eleições do Geraldo Alckmin e da Marta Suplicy”, pondera Kassab.

Do portal Uol


senhoritta

Lula quer picolé de chuchu?

Eu sempre digo: ” a política é aerodinâmica”. Cabe dizer isso agora da aliança entre Lula e Alckmin, na possível chapa entre os dois políticos para 2022. Para concretizar isso, o ex-governador deixa o PSDB.

Na campanha de 2002, para o governo de São Paulo, o colunista José Simão chamou o ex-tucano de “picolé de chuchu”, se referindo ao estilo insosso e sem graça do então candidato. O “apelido” seguiu Alckmin por toda sua carreira política e foi sempre tema de discurso de seus adversários.

Adversário de Lula em 2006, na eleição presidencial, Alckmin obteve 39.968.369 votos no primeiro turno e 37.543.178 votos no segundo turno. Depois de anos na rivalidade entre tucanos e petistas, Alckmin pode ser o vice na chapa de Lula, mas eleições de 2022.

Faz parte do jogo da política, adversários não são eternos, eleitores fazem “papel de besta” quando caem nessa conversa.


r87