Pereirão

Segundo Governo, rebelião no Pereirão foi controlada por volta das 22 horas

O Rio Grande do Norte segue pelo quinto dia de crise nas penitenciárias do Estado. A tensão já foi registrada em Alcaçuz (Nísia Floresta), no Raimundo Nonato (Zona Norte de Natal) e por último no Pereirão, em Caicó. A rebelião na Penitenciária Estadual do Seridó, o Pereirão, em Caicó, na região Seridó do estado assustou as cidades do interior, que esperavam ocorrências na Grande Natal.

Segundo a Coordenadoria de Administração Penitenciária (Coape), houve registro de um preso morto nos confrontos do Pereirão, e outros sete detentos foram feridos. Ainda não há identificação do preso morto no motim.

A situação no Pereirão só foi controlada por volta das 22h10, segundo informações do Governo.


senhoritta

Sem dados oficiais, existe suspeitas de uma morte no Pereirão

A penitenciária de Caicó, o Pereirão, tem capacidade para 265 internos, mas custodia atualmente 297 homens. Na ala feminina, há 53 mulheres presas e a capacidade é para 56, segundo dados do CNJ.

Esse presídio agora é um dos focos de rebelião no Rio Grande do Norte. Segundo dados extraoficiais, existe suspeita de um presidiário morto em confronto. Além dessa suposta morte, tem vários feridos.

Os bandidos do bloco B iniciaram a rebelião, que tem poucos integrantes do PCC. Existe um risco alto de massacre liderado pelo Sindicato do Crime, com apoio do Comando Vermelho e Família do Norte.

A situação segue tensa em Caicó, além de muito medo e insegurança por todo o Seridó.


r87

Explode mais uma rebelião. Dessa vez na Penitenciária de Caicó

Depois de duas unidades prisionais na lista de penitenciárias em rebelião pelo país, com Alcaçuz e o Raimundo Nonato do RN, agora foi a vez da Desembargador Francisco Pereira da Nóbrega, o Pereirão, também ter uma rebelião.

Os presos queimaram colchões e vários objetos, além de depredar parte da unidade.

No final da tarde o clima já era tenso em Caicó, com a Polícia Militar em alerta.


m4net