Tropa de Choque

Choque entra em Alcaçuz, mas estaciona na área administrativa

O Governador Robinson Faria garantiu que a Polícia Militar iria entrar em Alcaçuz, e assim foi. O Batalhão de Choque entrou novamente na penitenciária, no entanto não tomou completamente o presídio.

Os policiais estão na área administrativa do presídio agora à noite e vai permanecer por todo o período para garantir a segurança da unidade.

Mesmo assim, o Governo não tem a totalidade do presídio sob controle, como prometeu o Governador em entrevista na Globo News, em entrevista com a jornalista Maria Beltrão.


m4net

Governo do Estado inicia transferência de presos de Alcaçuz

Após entrada da Tropa de Choque da PM, em Alcaçuz, tem início a transferência de alguns presos para outra penitenciária do RN.

Hoje (18) mais cedo houveram transferências entre presos da unidade Raimundo Nonato e do Presídio Estadual de Parnamirim.

As transferências fazem parte da ação do Governo do Estado em evitar o confronto das facções rivais, Sindicato do Crime e PCC.


senhoritta

Tropa de Choque entra em Alcaçuz

O Batalhão de Choque da Polícia Militar entrou às 14h10 desta quarta-feira (18) na Penitenciária de Alcaçuz, maior presídio do Rio Grande do Norte. A missão é retirar mais presos e transferi-los para outras unidades, ainda não reveladas. No final da noite da segunda (16), cinco detentos apontados como líderes de uma facção criminosa já haviam sido retirados.

Mais cedo, quatro ônibus com detentos deixaram a Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP) por volta das 10h20 desta quarta. Eles foram levados para o Presídio Provisório Raimundo Nonato, na Zona Norte de Natal. A expectativa é que os presos de Alcaçuz sejam transferidos para o PEP.

A Penitenciária Estadual de Alcaçuz foi palco de uma rebelião de mais de 14 horas entre o final da tarde do sábado e a manhã domingo (15), quando 26 detentos foram mortos. Desde então a situação é tensa na unidade.


alrn-hoz