Reitoria apresenta demandas à bancada federal

O reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), José Daniel Diniz Melo, participou da reunião da bancada federal do Rio Grande do Norte, na manhã desta segunda-feira, 8 de novembro, na Federação das Indústrias do RN (Fiern). Na ocasião, o gestor apresentou as principais demandas da instituição de ensino que necessitam de investimento, como a infraestrutura da Escola Multicampi de Ciências da Médicas (EMCM), da Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (Facisa) e do Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres), bem como o custeio de atividades do Instituto de Medicina Tropical (IMT).

Os parlamentares receberam sugestões de emendas ao projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) da União de 2022 dos representantes de Instituições de Ensino Superior (IES) e de gestores municipais e estaduais. O reitor Daniel Diniz explicou que as principais demandas da UFRN são voltadas para ações que terão impacto direto no serviço de saúde do estado. Nesse sentido, o professor solicitou a reserva de R$ 14.600.000,00, para alguns investimentos prioritários, entre eles estão o sistema de ar-condicionado e mobiliário do prédio da EMCM, que está em fase de conclusão; o reservatório elevado do Ceres; a Clínica de Enfermagem na Facisa; e o custeio de atividades do IMT.

Nos próximos dias, os parlamentares se reunirão para decidir a forma como o orçamento previsto para 2022 será aplicado. As emendas de bancada são R$ 212 milhões mais cerca de R$ 17 milhões por parlamentar, somando R$ 194 milhões.

Deixe uma resposta


paroquia