Adutora Sertão Central Cabugi

CAERN das paralizações

Do litoral ao alto oeste, a CAERN deve ser a instituição mais ineficiente na sua atividade, que é distribuir água para as cidades potiguares. A Adutora Monsenhor Expedito passou por paradas recentes que prejudicaram a distribuição em Santa Cruz, além de outras cidades do Trairi.

Agora é a vez de Natal e a região Seridó terem paradas no abastecimento de água na próxima semana, para adequação do sistema. Na próxima terça-feira (8), serão desligadas duas estações de bombeamento da Adutora Serra de Santana, a EB5, localizada em Florânia, e a EB6, localizada em Tenente Laurentino Cruz. Ficarão sem abastecimento de água nesse período os municípios de Florânia, Tenente Laurentino Cruz, Lagoa Nova, Bodó, São Vicente e a comunidade Conisa.

Manutenção também vai paralisar a Estação de Bombeamento 3 da Adutora Sertão Central Cabugi, na próxima quarta (09). As cidades de Lajes, Pedra Preta, Jardim de Angicos, Caiçara do Rio dos Ventos e Riachuelo terão os serviços de abastecimento paralisados.

Em Natal, na sexta-feira (11), a parada será na Estação de Tratamento de Água Jiqui (ETA Jiqui), das 5h30 até as 20h. Serão afetados todos os bairros de Natal nas Zonas Sul, Leste e Oeste, com exceção de Ponta Negra, Cidade Satélite, Planalto e Guarapes. Esses bairros não serão afetados porque são abastecidos por poços.

No período de estiagem mais forte do RN, a CAERN resolve programar paralizações, o que mostra desconhecimento a realidade do sertanejo no interior do Estado, que necessita de uma maior demanda de água. Parece que o governo de origem popular não conhece tão bem a rotina do povo potiguar.


m4net