Batata

Prefeito e vereador de Caicó são presos em operação do Ministério Público do RN

Uma operação do Ministério Público do Rio Grande do Norte prendeu nesta terça-feira (14) o prefeito de Caicó, um vereador da cidade, e ainda um lobista – todos suspeitos de corrupção ativa e passiva, associação criminosa, tráfico de influência, lavagem de dinheiro e dispensa indevida de licitação.

Segundo o MP, a ação é um desdobramento das operações Cidade Luz e Blackout, que investigam fraudes no setor de iluminação pública em Natal e também na própria cidade de Caicó.

A operação Tubérculo ainda cumpriu seis mandados de busca e apreensão na cidade seridoense e em Natal. Além de presos preventivamente, o prefeito Robson de Araújo (PSDB), mais conhecido como ‘Batata’, e o vereador Raimundo Inácio Filho (MDB), o ‘Lobão’, também foram afastados dos seus respectivos cargos. Os gabinetes deles foram alguns dos alvos dos mandados de busca e apreensão.

O lobista Edvaldo Pessoa de Farias teve prisão temporária decretada. Os três foram levados para Natal, onde devem ser ouvidos na sede do Ministério Público.

Em contato com o G1, a defesa do prefeito Batata disse que ainda não vai se pronunciar sobre o ocorrido. Já o advogado do vereador Lobão, que está em Natal aguardando ele chegar, disse que primeiro vai ficar a par da situação para somente depois emitir uma nota. A defesa do lobista Edvaldo Farias ainda é procurada.

Ao todo, 12 promotores de Justiça, 22 servidores do MPRN e 28 policiais militares participaram da operação Tubérculo.

Informações do G1 RN


alrn-hoz

Quem foi o destaque político do RN em 2016?

Eleições municipais pelo Brasil foi de novidades. Algumas positivas, outras negativas. No geral houveram surpresas, desde o Litoral ao Alto Oeste. Gari que derrotou oligarquia, Prefeitos com recordes de mandatos, eleições em primeiro turno e surpresas nas pesquisas.

Pelo RN aconteceu de tudo e mais um pouco. E quem seria o destaque de 2016? O internauta pode opinar.

Carlos Eduardo: Venceu a eleição em primeiro turno com folga diante do racha na oposição natalense. Impressionou pela grande maioria aplicada nos demais candidatos, mesmo sem grande popularidade.

Rosalba Ciarlini: Conquistou o seu quarto mandato na Prefeitura de Mossoró, com hegemonia do grupo e apresentando o legado dos outros mandatos para recuperar Mossoró depois dos desastes administrativos de Fafá Rosado, Cláudia Regina e Francisco Júnior.

Batata: As pesquisas mostravam o crescimento de Batata, que foi ignorado pelas lideranças tradicionais de Caicó. Batata consolidou seu nome e criou o “oba-oba” da candidatura, e foi difícil segurar. Com outras nomes sem expressividade e o prefeito Roberto Germano em baixa popularidade, não foi surpresa Batata com sua terceira via conquistar a Prefeitura de Caicó.

Wilma de Faria: Depois de ser primeira-dama, deputada federal, prefeita de Natal, governadora do Estado e vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria resolver voltar para o legislativo como vereadora de Natal. A eleição dela não foi surpresa, pela alta popularidade que a mesma possui. Sem muitas opções na carreira política, Wilma só não conseguiu se eleger para o Senado, depois de duas derrotas.

Valdir Medeiros: “O povo quer o liso”. Foi esse o slogan que levou o povo de Jucurutu a rejeitar a oligarquia Queiroz. Não teve tradição familiar que reconquistasse a Prefeitura, e a eleição surpreendeu o Rio Grande do Norte.

Participe da enquete. Vote e opine até o dia 30 de janeiro.


r87