CERES

Vacinação contra a covid-19 avança nos campi da UFRN no interior

A vacinação contra a covid-19 da comunidade universitária da UFRN está bastante adiantada no interior do Rio Grande do Norte. As unidades do Seridó concluíram boa parte da imunização e, amanhã, começam a vacinar na Facisa, no Trairí potiguar. Todas as unidades da UFRN têm colaborado com seus municípios sedes e outras cidades vizinhas no trabalho de combate à pandemia, atuando junto às prefeituras e nas unidades de saúde da região.

Os grupos da Escola Multicampi de Ciências Médicas (EMCM) estiveram nos primeiros grupos imunizados por estarem na linha de frente do combate à covid-19. Desde janeiro, a vacinação vem acontecendo conforme os calendários destinados a imunizar os trabalhadores da saúde que estão em atuação presencial: docentes, residentes que atuam nos serviços de saúde, estudantes, estagiários e, mais recentemente, os demais membros. Além da Clínica Escola, mantida pela EMCM, a turma do 4º período de Medicina tem atuado, principalmente em Caicó, apoiando a Prefeitura nessa luta.

No dia 16 de junho, docentes, técnicos administrativos e terceirizados da Faculdade de Engenharia, Letras e Ciências Sociais do Seridó (Felcs/UFRN), em Currais Novos, receberam a primeira dose das vacinas. Em Caicó, docentes, servidores técnico-administrativos, terceirizados e vigilantes do Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres/UFRN) receberam a primeira dose no dia 22. Nesta terça-feira, 29, começaram a vacinar bolsistas do Pibid, residência pedagógica e bolsistas de atividades presenciais.

NA FACISA EM SANTA CRUZ

Nesta quarta-feira, 30, começa a vacinação da comunidade universitária na Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (Facisa/UFRN). Primeiro serão imunizados docentes efetivos e substitutos, técnicos administrativos, terceirizados e bolsistas de apoio técnico. A vacinação segue até quinta-feira, 1º, a partir das 8h, no hall do Auditório do Bloco II. A direção da Faculdade enviou ofício para a Secretaria Municipal de Saúde de Santa Cruz solicitando ainda a inclusão de estudantes monitores e tutores e aguarda resposta.

Além de ter pessoas apoiando nessa ação, a Facisa tem colaborado muito com a linha de frente do combate à pandemia. Um exemplo desse trabalho é o apoio com testes covid-19. O Laboratório de Análises Moleculares Avançadas (AMALab) ultrapassou a marca de 11 mil testes tipo RT-qPCR realizados para a identificação de novos casos. O projeto, que foi idealizado com a colaboração da comunidade acadêmica em parceria com o Laboratório Central do Estado do RN (Lacen), foi posto em prática em 25 de janeiro deste ano.

Ceres, Felcs e Facisa também integram o projeto de extensão Vacina é Vida, Coordenado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) – por meio da Pró-Reitoria de Extensão (Proex) –, pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e pelo Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN). A ação está formando grupos de voluntários para apoiar municípios na luta contra a pandemia.

Foto: Sandra Souza (Cedida)


r87

UFRN inicia cadastramento de alunos nesta quarta-feira (30)

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) inicia nesta quarta-feira, 30, o cadastramento e matrícula dos convocados na primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

O cronograma será o seguinte:

  • Os aprovados nos campi de Natal e Macaíba serão cadastrados nos dias 30, 31, 1º e 4 de fevereiro, na Escola de Ciências e Tecnologia (ECT) do campus central, em Natal;
  • Os demais campi, o cadastramento ocorre nos dias 30, 31 e 1º no Centro Regional de Ensino Superior (CERES) de Caicó;
  • E nos dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro nos campi de Currais Novos e Santa Cruz, que recebem os aprovados nos respectivos locais.

O atendimento aos candidatos acontece das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h, com divisão por datas e turnos específicos para cada curso da UFRN. Devem comparecer tanto os aprovados para o primeiro quanto para o segundo semestre, que podem realizar o cadastramento por procuração pública com firma reconhecida em cartório. A pró-reitora de Graduação da UFRN, Maria das Vitórias Vieira Almeida de Sá, ressalta a importância de consultar o edital para conferir os dias de atendimento e os documentos requeridos para verificação de conformidade com as exigências para ingresso na instituição.

O cadastramento deste ano também terá bancas de validação dos candidatos classificados para as vagas reservadas às pessoas com deficiência, incluídas no Sisu pelo segundo ano consecutivo. Na UFRN, os aprovados nesse grupo deverão apresentar os termos, exames e laudos comprobatórios para análise da banca, formada por 15 profissionais das áreas educacional, psicossocial e de saúde, que emitirá um parecer final relativo à deficiência alegada. Caso o cadastramento seja realizado por meio de procurador, o candidato deverá submeter-se à avaliação da banca em data agendada pela Pró-Reitoria de Graduação (Prograd).

Os documentos necessários, horários de cadastramento e outras informações estão disponíveis em edital, que pode ser acessado no endereço www.sisu.ufrn.br.

Lista de espera

A UFRN oferece 6.933 vagas para ingresso por meio do Sisu, sendo 4.649 para o primeiro semestre e 2.284 para o 2º semestre, distribuídas entre os 107 cursos ofertados pela instituição. Os candidatos que não foram convocados têm até o dia 4 de fevereiro para manifestar no site www.sisu.mec.gov.br o interesse em participar da lista de espera, que será utilizada para preenchimento das vagas remanescentes. Neste ano, o estudante selecionado na primeira chamada regular em uma de suas opções, independentemente de ter feito a matrícula, não pode participar da lista de espera.

O resultado da segunda chamada será divulgado em 11 de fevereiro, já o cadastramento e matrícula ocorrem de 14 a 18 de fevereiro em Natal, 14 a 16 em Caicó e nos dias 14 e 15 em Currais Novos e Santa Cruz.


senhoritta

Ceres-Caicó realiza seminário sobre História, Cultura e Poder

O Seminário de Relançamento do Grupo de Pesquisa História, Cultura e Poder (GPHCP) acontece nesta quarta-feira, 19, com o título “Há 50 anos de 1968: possibilidades de uma História Política para o século XXI”, no Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres-Caicó) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O evento é voltado para professores e alunos do curso de História e demais graduações do Ceres.

Realizado pelo Departamento de História do Ceres, o seminário terá palestras de especialistas em História Política, além da exibição de obras audiovisuais pertinentes à área. O objetivo é divulgar o GPHCP e aproximar os estudantes do curso de História da pesquisa e da extensão, bem como abrir as portas para trocas com outros cursos do Centro e de outras instituições de ensino básico e superior de Caicó e da comunidade em geral.

GPHCP
O Departamento de História do Ceres (DHC) formou o Grupo de Pesquisa História, Cultura e Poder (GPHCP) em 2010, o qual ganhou força com a entrega do prédio dos laboratórios de História do Ceres-Caicó, em 2015. A criação do Laboratório de História e Práticas de Pesquisa (LHCP) foi outra conquista, no ano de 2017.


r87

Comemoração dos 60 anos chega aos campi da UFRN no interior

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realiza, na próxima semana, sessões solenes em comemoração aos seus 60 anos. Nos dias 23 e 24 de agosto, quinta e sexta-feira, uma comitiva com as presenças da reitora Ângela Maria Paiva Cruz e do vice-reitor José Daniel Diniz, além de integrantes da gestão central e representantes de outras unidades, que visitarão os Campi da UFRN nas cidades de Santa Cruz, Currais Novos e Caicó.

Em Santa Cruz, a Sessão Solene acontecerá à tarde, a partir das 13h30, na Faculdade de Ciências da Saúde do Trairí (Facisa). Na sexta-feira, 24, a comitiva estará em Caicó, onde a programação começará pela manhã, às 9h, e será encerrada às 16 horas. Em seguida, o grupo retorna para Currais Novos, onde a Sessão Solene está marcada para às 18 horas.

Em todos os eventos, além da Sessão Solene, haverá intervenções musicais com grupos artísticos da instituição como a Big Band Jerimum Jazz, de Natal, e grupos das unidades da UFRN no interior.

 
23 de agosto – Santa Cruz

13h30 – Abertura

Local: Hall do Auditório da Facisa

  • Intervenção poética de boas-vindas
  • Apresentação de Big Band Jerimum Jazz da EMUFRN
  • Exposição fotográfica A História da UFRN em Santa Cruz

14h – Ato solene comemorativo aos 60 anos da UFRN

Local: Auditório da Facisa

  • Composição da mesa
  • Homenagens: entidades e autoridades
  • Fala institucional

15h30 – Descerramento da placa de inauguração do Bloco II da Facisa

Local: Bloco II

16h – Encerramento

Local: Praça da Facisa

  • Apresentação do Grupo Teatral Viva (Santa Cruz)

24 de agosto – Caicó

9h – Abertura

Local: Pouso estudantil

  • Intervenção poética de boas-vindas
  • Intervenção poética com cordelistas locais
  • Cordelteca do Ceres
  • Inauguração do Pouso Estudantil

9h – Ato solene comemorativo aos 60 anos da UFRN

Local: Auditório da Ceres

  • Apresentação da Banda Céu de Outono (formadas por integrantes do Ceres)
  • Composição da mesa
  • Homenagens: entidades e autoridades
  • Fala institucional

10h30 – Encerramento

Local: Hall do Auditório da Ceres

  • Apresentação de Big Band Jerimum Jazz da EMUFRN

24 de agosto – Currais Novos

18h – Abertura

Local: Sala do Servidor

  • Intervenção poética de boas-vindas
  • Apresentação de Dança Flamenca – Lilian Sousa (Graduada do curso de Letras – Espanhol)
  • Inauguração da Sala do Servidor

19h – Ato solene comemorativo aos 60 anos da UFRN

Local: Palco externo do Ceres/Currais Novos

  • Casarão da Poesia de Currais Novos (poesia e música)
  • Composição de Mesa
  • Homenagens: entidades e autoridades
  • Fala institucional

10h30 – Encerramento

Local: Palco externo do Ceres/Currais Novos

  • Apresentação de Big Band Jerimum Jazz da EMUFRN

senhoritta

Identificada a vítima carbonizada no acidente automobilístico em Santa Cruz

As fotos e vídeos do acidente na BR-226, na saída de Santa Cruz para Currais Novos chocaram os internautas por todos os canais de comunicação. A vítima se trata do professor, Deilson de Melo Tavares, de 48 anos, que morreu carbonizado no início desta tarde, após colidir com uma carreta em seu veículo Ford Fiesta.

Deilson era professor de Sistema da Informação, doutor e lotado no Departamento de Computação e Tecnologia da UFRN, no Campus do CERES, em Caicó. Foi o vencedor da 1ª Edição na Categoria Exploração do Prêmio Petrobrás de Tecnologia.

Com a falecimento do mesmo, as aulas no curso em que ele leciona foram suspensas para esta sexta-feira (02).


contex

Escola Multicampi de Ciências Médicas realiza Jornada de Saúde do Seridó

A Escola Multicampi de Ciências Médicas (EMCM) realiza, nos dias 29 e 30 de setembro, a segunda edição da Jornada de Saúde do Seridó. O evento acontece no Centro de Ensino Superior do Seridó (CERES) em Caicó.

Com as inscrições encerradas e superando a expectativa de público do ano passado, as atividades desta segunda edição tem como objetivo, a divulgação de conhecimentos essenciais para que o estudante e o profissional de saúde da região do Seridó trabalhem em equipe com eficiência e qualidade.

A Conferência de abertura será com o professor Alexandre Medeiros de Figueiredo, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), com o tema Os caminhos para o fortalecimento do SUS, às 19h no Anfiteatro CERES Caicó.

Alexandre Figueiredo é mestre em Epidemiologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com residência médica em Clínica Médica e Medicina da Família e Saúde Comunitária. Foi coordenador da Estratégia Saúde da Família em Natal e coordenador de Desenvolvimento Institucional e coordenador de Telessaúde Redes da região metropolitana em João Pessoa. No Ministério da Saúde exerceu o cargo de diretor do Departamento de Gestão da Educação na Saúde entre 2013-2016 e integrou o Conselho Nacional de Saúde.

Com a programação composta por minicursos, mesas-redondas, apresentações de trabalhos acadêmicos e conferências, o evento é uma importante ocasião para a descentralização das discussões de produções científicas da área médica, bem como proporciona o intercâmbio, divulgação e difusão de conhecimentos técnicos e científicos produzidos na região.

Confira a programação completa da 2ª Jornada de Saúde do Seridó disponível na página do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa).


m4net