ENEM

Bacharelado em Administração Pública oferta 40 vagas através do SISU

O Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), da UFRN, oferta 40 vagas, a partir deste semestre 2021.1, o primeiro Bacharelado em Administração Pública, na modalidade presencial, no estado. A graduação foi pensada a partir do conceito de que a gestão pública deve prezar, por meio de seus instrumentos, a promoção do bem estar da sociedade conciliando os diferentes interesses, orientando-se pelos valores de igualdade, justiça social e equidade, sem descuidar dos valores da eficiência, eficácia e efetividade. 

O curso foi aprovado no último dia 23 de fevereiro pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe/UFRN), em única entrada anual no turno noturno, com ingresso através do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação, com inscrições até esta sexta-feira (9), no www.sisu.mec.gov.br 

Para o professor Fábio Resende, coordenador do curso, a importância da oferta da nova graduação na área de Administração Pública é imensurável por proporcionar ganhos coletivos para toda a sociedade: “Está cada vez mais claro que, para enfrentar os problemas da desigualdade e todos os outros que nos assolam enquanto sociedade, nós precisamos de uma boa administração pública em todas as esferas de governo, e nosso curso vem contribuir diretamente na gestão, na assessoria das organizações públicas, da administração pública direta, indireta, para estatais, organizações da sociedade civil em geral”.

A graduação é organizada em 3.000 horas/aula distribuídas em quatro eixos formativos: Formação Básica em Humanidades e Conhecimento Científico; Formação Profissional em funções gerenciais e áreas funcionais; Formação Profissional em Planejamento Governamental, Finanças Públicas, Controle e Inovação no Setor Público; e Formação Profissional em Relações Estado e Sociedade Civil – com tempo médio de integralização estipulado em 8 semestres.

Para Alan Castilho, assessor parlamentar da Câmara Federal e Mestre em Gestão Pública, pela UFRN, a qualificação é fundamental para todo profissional e a graduação é uma oportunidade para uma transformação social: “Estudar Administração Pública é basilar para os que almejam uma carreira no setor público ou mesmo em entidades profissionais que atuam no assessoramento dos poderes, executivo, legislativo ou judiciário.  Estudar na UFRN é a certeza de ensino de qualidade, reconhecimento nacional e professores, mestres e doutores comprometidos com o desenvolvimento e a qualidade de conteúdo do curso. Para os que já são profissionais da Gestão Pública, o estudo da Administração Pública ampliará seu conhecimento”.

Outras informações podem ser consultadas neste link ou através do e-mail: coordadmpublicaufrn@gmail.com  


contex

IFRN oferece 1.414 vagas para Cursos Superiores via SiSU

Começaram, nesta terça-feira, 6 de abril, as inscrições para o Sistema de Seleção Unificado (SiSU) do Ministério da Educação (MEC), por meio do qual estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano de 2020 podem concorrer a uma vaga em universidades e institutos federais.

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte oferta, ao todo, 1.414 vagas em cursos superiores de Licenciatura, Tecnologia e Engenharia (confira na tabela abaixo). As oportunidades são distribuídas por 17 campi do IFRN, com ingresso no primeiro semestre de 2021. Podem concorrer às vagas os candidatos que obtiveram nota na redação maior que zero e que não tenham participado do Exame por experiência.

Inscrições

As inscrições para o SiSU devem ser realizadas via Internet, no Portal do SiSU, até as 23h59 do dia 9 de abril de 2021.

Matrículas e Resultados

A lista dos aprovados na chamada regular será divulgada no dia 13 de abril de 2021, no Portal do SiSU e do IFRN. Segundo o Edital Nº 8/2021, as matrículas devem ser realizadas exclusivamente de forma online, no período de 14 a 19 de abril de 2021, clicando neste link AQUI.

Cursos e vagas ofertados pelo IFRN via SiSU:

CURSO

TURNO/MODALIDADE

CAMPI

NÚMERO DE VAGAS

Agroecologia

Matutino/Tecnológico

Ipanguaçu

20

Alimentos

Matutino/Tecnológico

Currais Novos

40

Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Vespertino/Tecnológico

Natal–Central; Pau dos Ferros; Nova Cruz

140

Biologia

Noturno/Licenciatura

Macau

18

Comércio Exterior

Matutino/Tecnológico

Natal–Central

40

Design de Moda

Noturno/Tecnológico

Caicó

30

Energias Renováveis

Vespertino/Tecnológico

João Câmara

40

Engenharia Ambiental e Sanitária

Integral/Bacharelado

Natal–Central

40

Engenharia Civil

Integral/Bacharelado

Natal–Central

40

Engenharia de Energias

Integral/Bacharelado

Natal–Central

40

Engenharia de Produção

Integral/Bacharelado

São Gonçalo do Amarante

20

Física

Noturno*/Licenciatura

Caicó; João Câmara; Santa Cruz; Natal–Central

130

Geografia

Noturno/Licenciatura

Natal–Central

40

Gestão Ambiental

Noturno/Tecnológico

Natal–Central

40

Gestão de Turismo

Matutino/Tecnológico

Canguaretama

20

Gestão Desportiva e de Lazer

Vespertino/Tecnológico

Natal–Cidade Alta

40

Gestão Pública

Noturno/Tecnológico

Natal–Central

40

Informática

Noturno/Licenciatura

Natal–Zona Norte; Ipanguaçu

60

Letras – Espanhol

Matutino*/Licenciatura

Natal–Central

80

Marketing

Noturno/Tecnológico

Natal–Zona Norte

40

Matemática

Matutino*/Licenciatura

Natal–Central; Santa Cruz; Ceará-Mirim; São Paulo do Potengi

136

Processos Químicos

Vespertino/Tecnológico

Nova Cruz

20

Produção Cultural

Vespertino/Tecnológico

Natal–Cidade Alta

40

Química

Vespertino*/Licenciatura

Pau dos Ferros; Ipanguaçu; Apodi; Currais Novos

120

Rede de Computadores

Vespertino/Tecnológico

Natal–Central; São Gonçalo do Amarante

60

Sistemas para Internet

Vespertino/Tecnológico

Currais Novos; Parnamirim; Canguaretama

80

*Os cursos são ofertados em turnos distintos.


alrn-hoz

Líderes pedem adiamento do Enem, mas ministro da Educação defende calendário

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, se manteve contrário ao adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano por mais seis meses, cogitado em virtude da pandemia de coronavírus no país. Ele participou da reunião de líderes partidários do Senado, feita por videoconferência, nesta terça-feira (5), para explicar sua posição. E alegou que a crise de saúde não seguirá até a época da realização das provas, prevista para novembro.

O líder do PDT, Weverton (MA), defendeu um novo calendário para o exame, pelo fato de milhões de estudantes estarem prejudicados pelo isolamento obrigatório e pela suspensão das aulas. Segundo o senador, muitos desses jovens não têm estrutura para estudar em casa e, portanto, não têm condições de se preparar para a seleção. “O ministro quer manter o Enem para novembro. E ficou combinado que teremos nova reunião em agosto, para avaliarmos o cenário. Ele disse que o Enem não foi feito para fazer justiça social”,informou.

A líder do Cidadania, senadora Eliziane Gama (MA), também defendeu o adiamento do Enem 2020. Para ela, manter o calendário seria aprofundar ainda mais as desigualdades educacionais e impedir que os mais pobres tenham acesso ao ensino superior. “Impossível acreditar que estudantes carentes tenham pleno acesso a computadores e à internet”, escreveu em sua conta no Twitter.

O líder do PL, senador Wellington Fagundes (MT) lançou uma enquete sobre o assunto, nas redes sociais. Em entrevista à Agência Senado, o parlamentar também se mostrou favorável à marcação de nova data para o Enem. Ele disse que a posição é a da maioria dos líderes partidários, “considerando o fato de que 30% a 40% de alunos no interior do país sequer têm acesso à internet”.

Para o líder do bloco parlamentar, senador Esperidião Amin (PP-SC), a participação de Weintraub na reunião de líderes foi propositiva. Também à Agência Senado, Amin ressaltou que uma decisão desse porte precisa ser tomada com mais “certezas e definições claras”. E que o ministro está certo ao pedir aos senadores mais prudência sobre uma definição para o assunto. “Concordo com ele que não é preciso adiar agora algo que está marcado para novembro. Nós todos sabemos que as eleições são em outubro, movimentando cerca de 110 milhões de eleitores, e que também seria precipitado decidir agora. Weintraub foi sensato por não ser assertivo”, ponderou Amin. Fonte: Agência Senado


contex

Inep divulga resultado do Enem para 6,7 milhões de inscritos

Os resultados oficiais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) estão disponíveis a partir desta sexta-feira, 18. Os candidatos têm acesso às notas na Página do Participante, mediante o fornecimento de Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e senha. De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo exame, a edição 2018 teve mais de 6,7 milhões de inscritos.

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) dispõe de 6.933 vagas para ingresso via Sistema de Seleção Unificada (Sisu), sendo 4.649 para o 1º semestre e 2.284 para o 2º semestre deste ano letivo. O cadastramento dos alunos aprovados será realizado entre os dias 30 de janeiro e 4 de fevereiro.


alrn-hoz