FELCS

UFRN comemora primeiro ano de criação da Felcs

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) comemorou na terça-feira, 30, o primeiro ano da Faculdade de Engenharia, Letras e Ciências Sociais do Seridó (Felcs), localizada no município de Currais Novos. A data foi marcada por uma cerimônia híbrida para celebrar o aniversário, que contou com o lançamento de um livro sobre a as ações da Felcs e a entrega de homenagens a pessoas que contribuíram para o seu fortalecimento.

Na ocasião, o reitor da UFRN, José Daniel Diniz Melo, observou os avanços no decorrer do primeiro ano da unidade acadêmica especializada, a partir do empenho e comprometimento dos seus integrantes. A conquista mais recente aconteceu no próprio dia 30 de novembro, quando o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) aprovou a inserção do curso de Engenharia de Produção da Felcs no quadro de vagas para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) em 2022.

“A oferta de um curso de Engenharia de Produção na Felcs vai possibilitar o ingresso de estudantes que sonhavam com essa carreira profissional. Vai também contribuir de maneira decisiva para o desenvolvimento socioeconômico de toda a região. A UFRN tem muito motivo para se orgulhar disso e comemorar hoje”, afirmou Daniel Diniz. Criado em dezembro de 2020 pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da UFRN, o curso foi aprovado nesta semana pela Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (SERES) do Ministério da Educação (MEC), conforme portaria publicada no Diário Oficial da União de 29 de novembro.

O diretor da Felcs, Alexandro Teixeira Gomes, destacou que atualmente a unidade agrega 24 projetos de ensino, 32 projetos de pesquisa, 58 ações de extensão, dois novos grupos de pesquisa e três novos cursos de especialização, assim como um acordo de cooperação interinstitucional e um acordo de cooperação internacional. O professor ainda detalhou outras realizações administrativas e de infraestrutura, que incluem o laboratório de informática, inaugurado no dia do aniversário da Faculdade. “A Felcs é patrimônio currais-novense, é patrimônio seridoense, é patrimônio potiguar. Vida longa à nossa Felcs”, comemorou.

Na mesma solenidade houve o lançamento do livro Do mata-burro ao pórtico: a metáfora de um sonho e a implementação da Faculdade de Engenharia, Letras e Ciências Sociais do Seridó – FELCS, que detalha as principais realizações da unidade em seus primeiros 12 meses e faz um registro dos documentos e discursos mais importantes. A obra é de autoria de Alexandro Teixeira Gomes, Gabriela Bon, Marcelo da Silva Taveira e Márcio Sales Santiago.

O pró-reitor adjunto de Extensão da UFRN, Edvaldo Vasconcelos, fez a apresentação do livro, onde são detalhadas as ações de ensino, pesquisa e extensão, além dos avanços na infraestrutura e os discursos institucionais e acadêmicos. “Este livro é um ato de coragem, dedicação e pertencimento não só pelo que nele está escrito, mas certamente por tudo que ficou para trás nos intensos dias de trabalho e finais de semana dedicados a pensar a criação desta faculdade”, citou o pró-reitor, que reforçou a importância da obra como testemunho dos caminhos traçados para a criação da unidade acadêmica.

A cerimônia comemorativa foi finalizada com a entrega de homenagens a pessoas que contribuíram para o fortalecimento da Felcs, entre elas integrantes da comunidade universitária e autoridades. A transmissão completa da solenidade está disponível no canal da Felcs.

Sobre a Felcs

A Faculdade de Engenharia, Letras e Ciências Sociais do Seridó (Felcs) é fruto do processo de reestruturação do Campus Currais Novos, que objetiva dar identidade, distinguindo a Faculdade dos demais campi da UFRN, considerando sua história e sua relevância regional; conquistar autonomia administrativa e financeira; ampliar a oferta de cursos de graduação e de pós-graduação; entre outros objetivos. Nesse sentido, o processo de criação da unidade ocorreu envolvendo todos os segmentos da comunidade do Ceres e da sociedade do Seridó.

A unidade dispõe atualmente dos cursos de licenciatura em Letras Português/Inglês e Letras Língua Espanhola, além dos bacharelados em Administração e Turismo, e irá ofertar o curso de Engenharia de Produção a partir de 2022. Na pós-graduação, oferece o Mestrado Profissional em Letras. A Felcs é composta por 40 servidores docentes efetivos, 21 servidores técnico-administrativos, 611 discentes vinculados aos cursos de graduação e 120 discentes vinculados aos cursos de pós-graduação (lato sensu e stricto sensu).


senhoritta

Vacinação contra a covid-19 avança nos campi da UFRN no interior

A vacinação contra a covid-19 da comunidade universitária da UFRN está bastante adiantada no interior do Rio Grande do Norte. As unidades do Seridó concluíram boa parte da imunização e, amanhã, começam a vacinar na Facisa, no Trairí potiguar. Todas as unidades da UFRN têm colaborado com seus municípios sedes e outras cidades vizinhas no trabalho de combate à pandemia, atuando junto às prefeituras e nas unidades de saúde da região.

Os grupos da Escola Multicampi de Ciências Médicas (EMCM) estiveram nos primeiros grupos imunizados por estarem na linha de frente do combate à covid-19. Desde janeiro, a vacinação vem acontecendo conforme os calendários destinados a imunizar os trabalhadores da saúde que estão em atuação presencial: docentes, residentes que atuam nos serviços de saúde, estudantes, estagiários e, mais recentemente, os demais membros. Além da Clínica Escola, mantida pela EMCM, a turma do 4º período de Medicina tem atuado, principalmente em Caicó, apoiando a Prefeitura nessa luta.

No dia 16 de junho, docentes, técnicos administrativos e terceirizados da Faculdade de Engenharia, Letras e Ciências Sociais do Seridó (Felcs/UFRN), em Currais Novos, receberam a primeira dose das vacinas. Em Caicó, docentes, servidores técnico-administrativos, terceirizados e vigilantes do Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres/UFRN) receberam a primeira dose no dia 22. Nesta terça-feira, 29, começaram a vacinar bolsistas do Pibid, residência pedagógica e bolsistas de atividades presenciais.

NA FACISA EM SANTA CRUZ

Nesta quarta-feira, 30, começa a vacinação da comunidade universitária na Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (Facisa/UFRN). Primeiro serão imunizados docentes efetivos e substitutos, técnicos administrativos, terceirizados e bolsistas de apoio técnico. A vacinação segue até quinta-feira, 1º, a partir das 8h, no hall do Auditório do Bloco II. A direção da Faculdade enviou ofício para a Secretaria Municipal de Saúde de Santa Cruz solicitando ainda a inclusão de estudantes monitores e tutores e aguarda resposta.

Além de ter pessoas apoiando nessa ação, a Facisa tem colaborado muito com a linha de frente do combate à pandemia. Um exemplo desse trabalho é o apoio com testes covid-19. O Laboratório de Análises Moleculares Avançadas (AMALab) ultrapassou a marca de 11 mil testes tipo RT-qPCR realizados para a identificação de novos casos. O projeto, que foi idealizado com a colaboração da comunidade acadêmica em parceria com o Laboratório Central do Estado do RN (Lacen), foi posto em prática em 25 de janeiro deste ano.

Ceres, Felcs e Facisa também integram o projeto de extensão Vacina é Vida, Coordenado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) – por meio da Pró-Reitoria de Extensão (Proex) –, pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e pelo Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN). A ação está formando grupos de voluntários para apoiar municípios na luta contra a pandemia.

Foto: Sandra Souza (Cedida)


senhoritta