Maternidade Escola Januário Cicco

Hospitais universitários da UFRN apresentam metas institucionais de 2018

Os gestores dos hospitais universitários da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) apresentaram, durante a tarde da última sexta-feira, 25, as metas institucionais traçadas para o ano de 2018 à reitora da UFRN, Ângela Maria Paiva Cruz, e ao vice-reitor, José Daniel Diniz. O planejamento tem como parâmetro o Plano Integrado de Metas de 2018 da UFRN, consequentemente alinhando-se às prioridades institucionais, visando ao aperfeiçoamento e a integração das atividades.

Os superintendentes da Maternidade Escola Januário Cicco, dos hospitais universitários Onofre Lopes e Ana Bezerra destacaram que o planejamento das ações acadêmicas está sempre pensado filiado à estrutura assistencial que caracteriza a oferta de serviços das unidades. Na reunião, estiveram presentes membros de equipes da Superintendência de Infraestrutura, das pró-reitorias de Pós-Graduação, de Planejamento, de Gestão de Pessoas e de Extensão, das secretarias de Gestão de Projetos, de Educação à Distância e de Relações Internacionais.


contex

Banco de Leite da Maternidade Januário Cicco recebe certificado

O Banco de Leite Humano (BLH), da Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em funcionamento desde 1995, foi premiado na Categoria Ouro de Excelência pelo Ministério da Saúde. É a 4ª vez consecutiva que o Banco da Maternidade recebe o título.

Considerado referência no Estado, pela Rede Global de Bancos de Leite Humano (rBLH), o Banco de Leite da MEJC é responsável pelo controle de qualidade e distribuição do leite materno para cerca de 80% dos recém-nascidos em situação de risco no Rio Grande do Norte.

Todo o credenciamento, avaliação e definição de critérios exigidos para que haja a certificação de excelência dos bancos de leite, são coordenados pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Ministério da Saúde, juntamente com a Rede de Banco de Leite. Dentre os inúmeros critérios estão a qualificação dos profissionais que atuam no banco de leite, os equipamentos indispensáveis e recomendados, a alimentação dos dados estatísticos e o controle dos mesmos, além do funcionamento e disponibilidade do atendimento ao público.

Segundo Ana Zélia Pristo, coordenadora do BLH da instituição, a premiação ressalta o trabalho desenvolvido durante todo o ano. “A premiação vem certificar todo o nosso trabalho no cumprimento das exigências definidas pela Rede Global de Bancos de Leite Humano, mostra que cumprimos todos os padrões e ofertamos um serviço de qualidade”, afirma.

O leite materno é essencial para os recém-nascidos. Além de alimentar, também protege o bebê contra diversas doenças, como diarreia, infecções respiratórias, diabetes e até mesmo alergias.

As doações podem ser feitas diretamente no Banco de Leite da MEJC. A instituição ainda disponibiliza a coleta a domicílio, para as mulheres que desejam doar, mas não tem como se deslocar até a instituição. Mais informações podem ser obtidas no 0800.721.0078.


r87