São Sebastião

Maioria dos munícipios iniciam a vacinação no dia do padroeiro contra peste, São Sebastião

Um dos santos mais populares do Brasil e da Igreja Católica, São Sebastião, é festejado no dia 20 de janeiro, dia do seu martírio no calendário cristão ocidental.

O Santo é considerado o padroeiro contra as pestes e pragas, e a vacinação contra a Covid-19, a grande pandemia deste século, começa em muitos munícipios neste dia 20.

Na região do Trairi, com exceção de Sítio Novo, os demais realizam ato simbólico nesta manhã, e na sequência a vacinação de fato com os profissionais de saúde.

São Sebastião, rogai por nós!


contex

São Bento do Trairi inicia festejos de seu padroeiro nesta segunda-feira (11)

A comunidade católica do município de São Bento do Trairi tem início nesta segunda-feira (11) dos festejos do seu padroeiro, São Sebastião.

As novenas serão transmitidas pelo Facebook das Igrejas de São Bento e Japi, no endereço: www.facebook.com/saosebastiaorn.

As festividades seguem até o dia 20 de janeiro, com a Missa Solene e carreata com a imagem de São Sebastião pelas ruas da cidade.

ÁREA PASTORAL

As cidades de São Bento do Trairi e Japi vivem uma experiência para criação de uma área pastoral, desmembrando da Paróquia de Santa Rita de Cássia.

Esse é o processo inicial para a formação de uma nova paróquia. É a partir da criação de Áreas Pastorais que se percebem as características daquela comunidade e suas necessidades espirituais. A partir dessa experiência pode ser criada uma nova paróquia em determinada realidade social.

O Padre João Maria Dias é o vigário paroquial em Santa Cruz com dedicação e residindo nas cidades de São Bento e Japi.


m4net

Jodoval e Keka confirmam apoio para nova área pastoral

Em seus discursos, os prefeitos de Japi e São Bento do Trairi confirmaram e reiteraram apoio ao projeto da nova Área Pastoral que delimita uma futura Paróquia na região do Trairi. Isso ocorreu durante a apresentação do novo vigário paroquial para estas comunidades.

Jodoval Pontes, prefeito de Japi, reforçou que a comunidade tem dado apoio a diversas campanhas, e que a Prefeitura tem feito esforço para contribuir também com a Igreja de São Sebastião. O gestor lembrou das parcerias nas atividades religiosas, culturais e sociais.

Japi será a sede da área pastoral, em caso de se tornar Paróquia (provavelmente Paróquia de São Sebastião), a Igreja será a Matriz do novo setor de evangelização dentro do IX Zonal da Arquidiocese de Natal, que engloba a região do Trairi.

Keka Araújo, prefeito de São Bento, destacou que seu município não vai se distanciar de participar desse processo, e informou que estará disponível para auxiliar o novo vigário nas atividades que a comunidade necessitar.

Os prefeitos se preocuparam principalmente com o transporte do novo padre da área pastoral, quando vai precisar se deslocar pelas rodoviais estaduais que se conectam por Santa Cruz, enquanto um trajeto bem mais curto poderia ser construído entre as duas cidades.

Diante disso, o Padre Vicente não perdeu oportunidade para cobrar das autoridades uma posição importante para essa questão do acesso rodoviário. “Temos um caminho bem mais curto entre Japi e São Bento, são territórios vizinhos, mas as autoridades podem cobrar alguma solução para desenvolver essa ideia”, questionou.

O Padre Paulo Henrique, vigário-geral da Arquidiocese de Natal, lembrou do turismo-religioso, concentrado com o Santuário de Santa Rita de Cássia, que a construção de mais uma rodovia seria atrativo para essa logística dos visitantes na região. “Temos o turismo em questão nesse contexto, um novo acesso entre os dois municípios seria importante para essa articulação das duas comunidades e para aqueles que vierem visitar nossa região”, disse.

O clima de otimismo dominou a Missa Solene e as conversas após a celebração. A nova área pastoral deve inaugurar um momento de desenvolvimento de atividades de evangelização nas duas comunidades, ainda mais com a jovialidade e cordialidade do Padre João Maria Dias.


alrn-hoz

Procissão de São Sebastião encerra festejos em São Bento do Trairi

O padre Antônio Marinho foi quem celebrou a festa de encerramento do padroeiro de São Bento do Trairi. A edição 2017 da Festa de São Sebastião contou com a participação de poucos dias da gestão Keka Araújo, que foi um dos principais parceiros da Capela local.

Presente no encerramento dos festejos, o prefeito Keka Araújo estava acompanhado da primeira-dama, Márcia Cristina, bem como os vereadores municipais, o presidente da Câmara Municipal, Josa de Maura, e demais autoridades do município.

Após a procissão pelas ruas de São Bento do Trairi, o Padre Antônio deu a benção do Santíssimo Sacramento, e a população assistiu a queima de fogos no largo da Capela.


contex

Padre Aerton Sales celebra abertura do novenário em São Bento do Trairi

A Capela de São Bento do Trairi começou os festejos do seu padroeiro, São Sebastião, nesta quarta-feira (11). O primeiro celebrante dos festejos religiosos foi o ex-pároco de Santa Cruz, Padre Aerton Sales, que sempre é recebido com muito carinho na região Trairi.

Com a organização do vigário paroquial, Padre Antônio Marinho, a festa de São Sebastião de São Bento do Trairi faz parte da programação oficial da Paróquia de Santa Rita de Cássia, que tem os municípios de Santa Cruz, Japi e São Bento do Trairi.

A PASCOM de Santa Cruz registou a primeira noite da festa religiosa em São Bento, confira:


alrn-hoz

São Sebastião, São Sebastião rogai por todos nós!

Em Janeiro, a região do Trairi festeja bastante um dos santos mais venerados do mundo. O soldado romano e mártir católico São Sebastião é festejado em três cidades da região. Sítio Novo, Japi e São Bento do Trairi tem o santo católico como padroeiro de suas igrejas.

Sebastião era um soldado do exército romano e foi denunciado por ser cristão, o que era proibido naquele tempo no Império Romano. Confessando sua fé, o imperador o julgou como traidor e ordenou a sua execução por meio de flechas. Dado como morto e atirado no rio, Sebastião não havia falecido e foi encontrado por uma viúva chamada Irene que tratou dos ferimentos.

Assim que se recuperou, demonstrando muita coragem, se apresentou novamente diante do Imperador e acusou o mesmo de perseguir os cristãos. Dessa vez, o imperador determinou que o açoitassem até a morte e foi transpassado por uma lança, isso em 20 de janeiro de 288.


r87