Sérgio Moro

Bolsonaro e PT apoiam ditaduras contra a Ucrânia, diz Moro

O ex-juiz e pré-candidato à Presidência da República, Sérgio Moro, afirmou em suas redes sociais, neste sábado (26.fev.2022), que o presidente Jair Bolsonaro (PL) e PT estão alinhados à Venezuela, Nicarágua e Cuba, que declararam apoio à Rússia na guerra contra a Ucrânia.

Moro disse ainda que está “do outro lado”. “Não apoiamos a guerra, a violência, as ditaduras e o autoritarismo. E você?”, escreveu.

Na 4ª feira (23.fev), os chefes de Estado da Venezuela, Nicarágua e Cuba, Nicolás Maduro, Daniel Ortega e Miguel Díaz-Canel, declararam apoio à Rússia.

Em visita a Moscou na última semana, o presidente Jair Bolsonaro expressou sua “solidariedade” ao presidente da Rússia, Vladimir Putin. Contudo, na 6ª feira (25.fev), o governo brasileiro declarou que a Rússia “cruzou uma linha”. Votou a favor de resolução de condenação ao país no Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Já o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou a ONU (Organização das Nações Unidas) pela situação na Ucrânia. “É importante a gente repudiar mais uma guerra no século 21, coisa desnecessária que poderia ter sido resolvida, inclusive, se a ONU tivesse mais representatividade, mais força, para evitar”, disse Lula em entrevista à Rádio Supra FM.

Fonte: Poder360


senhoritta

Pesquisa CNT/MDA: Lula tem 42,2%, Bolsonaro 28% e Ciro 6,7%

Mais uma pesquisa na rua (ou na mídia) para Presidente da República, dessa vez da CNT/MDA, e a primeira de 2022. Confira os números:

ESPONTÂNEA

  • Lula – 32,8%
  • Bolsonaro – 24,4%
  • Ciro – 2,6%
  • Moro – 2,1%
  • Janones – 0,5%
  • Dória – 0,3%
  • Outros – 1,1%
  • Branco/Nulos – 7,9%
  • Indecisos – 28,3%

ESTIMULADA

  • Lula – 42,2%
  • Bolsonaro – 28%
  • Ciro – 6,7%
  • Moro – 6,4%
  • Dória – 1,8%
  • Janones – 1,5%
  • Tebet – 0,6%
  • D’Ávila – 0,3%
  • Pacheco – 0,3%
  • Brancos/Nulos – 6,2%
  • Indecisos – 6%

A pesquisa foi realizada de 16 a 19 de fevereiro de 2022, com 2.002 entrevistas de eleitores do Brasil com idade a partir de 16 anos, distribuídas em 137 municípios, de 25 unidades da federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança. A pesquisa CNT/MDA foi registrada no TSE sob o nº BR-09751.


r87

Pesquisa XP/Ipespe: Lula lidera 43% e Bolsonaro tem 25%. Moro e Ciro empatam em 8%

Mais uma pesquisa na praça!

Agora é a pesquisa PoderData, que foi realizada com recursos próprios, por meio de ligações para telefones celulares e fixos. Foram 3.000 entrevistas em 238 cidades nas 27 unidades da Federação de 31 de janeiro a 1º de fevereiro de 2022. O registro no TSE é BR-09445/2022. O intervalo de confiança é de 95%. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Confira os dados:

Espontânea

  • Lula – 36%
  • Bolsonaro – 24%
  • Moro – 4%
  • Ciro – 4%
  • Dória – 1%
  • Marina – 0%
  • Pacheco – 0%
  • Janones – 0%
  • Branco/Nulo – 5%
  • Indecisos – 25%

Cenário 1 (Estimulada)

  • Lula – 43%
  • Bolsonaro – 25%
  • Ciro – 8%
  • Moro – 8%
  • Dória – 3%
  • Tebet – 1%
  • Janones – 1%
  • Pacheco – 0%
  • Vieira – 0%
  • D’Ávila – 0%
  • Branco/Nulo – 9%
  • Indecisos – 3%

Cenário 2 (Estimulada)

  • Lula – 44%
  • Bolsonaro – 26%
  • Moro – 8%
  • Dória – 4%
  • Tebet – 2%
  • Pacheco – 1%
  • Janones – 1%
  • Vieira – 1%
  • D’Ávila – 0%
  • Branco/Nulo – 10%
  • Indecisos – 3%

Propabilidade de Votos/Rejeição

  • Lula
    • Com certeza votaria – 43%
    • Poderia votar – 13%
    • Não votaria de jeito nenhum – 43%
    • Não conhece o suficiente – 1%
    • Não sabe/não respondeu – 1%
  • Bolsonaro
    • Com certeza votaria – 26%
    • Poderia votar – 8%
    • Não votaria de jeito nenhum – 62%
    • Não conhece o suficiente – 1%
    • Não sabe/não respondeu – 3%
  • Ciro
    • Com certeza votaria – 13%
    • Poderia votar – 36%
    • Não votaria de jeito nenhum – 45%
    • Não conhece o suficiente – 5%
    • Não sabe/não respondeu – 1%
  • Moro
    • Com certeza votaria – 12%
    • Poderia votar – 26%
    • Não votaria de jeito nenhum – 55%
    • Não conhece o suficiente – 5%
    • Não sabe/não respondeu – 2%
  • Dória
    • Com certeza votaria – 5%
    • Poderia votar – 24%
    • Não votaria de jeito nenhum – 59%
    • Não conhece o suficiente – 10%
    • Não sabe/não respondeu – 2%

2º TURNO

Lula x Bolsonaro

  • Lula – 54%
  • Bolsonaro – 31%
  • Brancos/Nulos/NS/NR/NV – 15%

Lula x Moro

  • Lula – 51%
  • Moro – 31%
  • Brancos/Nulos/NS/NR/NV – 18%

Lula x Ciro

  • Lula -50%
  • Ciro – 26%
  • Brancos/Nulos/NS/NR/NV – 24%

Lula x Dória

  • Lula – 53%
  • Dória – 29%
  • Brancos/Nulos/NS/NR/NV – 18%

Ciro x Bolsonaro

  • Ciro – 45%
  • Bolsonaro – 33%
  • Brancos/Nulos/NS/NR/NV – 22%

Dória x Bolsonaro

  • Dória – 40%
  • Bolsonaro – 34%
  • Brancos/Nulos/NS/NR/NV – 26%

Moro x Bolsonaro

  • Moro – 32%
  • Bolsonaro – 30%
  • Brancos/Nulos/NS/NR/NV – 38%

 


r87

Pesquisa Ipespe: Lula tem 44% e Bolsonaro 24%

Mais uma pesquisa nacional, dessa vez da Ipespe, divulgada nesta quinta-feira (27), que mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na liderança com 44%, contra 24% do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Confira os números:

PRIMEIRO TURNO

Intenção de voto espontânea para presidente

  • Lula (PT) – 35%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 23%
  • Sergio Moro (Podemos) – 4%
  • Ciro Gomes (PDT) – 4%
  • João Doria (PSDB) – 1%
  • Simone Tebet (MDB) – 0%
  • Rodrigo Pacheco (PSD) – 0%
  • Branco/nulo/não vai votar – 6%
  • Indecisos – 26%

Intenção de voto estimulada para presidente – cenário COM Sergio Moro (Podemos)

  • Lula (PT) – 44%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 24%
  • Sergio Moro (Podemos) – 8%
  • Ciro Gomes (PDT) – 8%
  • João Doria (PSDB) – 2%
  • Simone Tebet (MDB) – 1%
  • Rodrigo Pacheco (PSD) – 1%
  • Alessandro Vieira (Cidadania) – 1%
  • Felipe d’Avila (Novo) – 0%
  • Branco/nulo/não vai votar – 8%
  • Indecisos – 4%

Intenção de voto estimulada para presidente – cenário SEM Sergio Moro (Podemos)

  • Lula (PT) – 44%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 26%
  • Ciro Gomes (PDT) – 9%
  • João Doria (PSDB) – 4%
  • Simone Tebet (MDB) – 1%
  • Rodrigo Pacheco (PSD) – 1%
  • Alessandro Vieira (Cidadania) – 1%
  • Felipe d’Avila (Novo) – 1%
  • Branco/nulo/não vai votar – 10%
  • Indecisos – 4%

SEGUNDO TURNO

A Ipespe apresentou sete cenários de segundo turno entre os quatro primeiros colocados na pesquisa.

Cenário 1

  • Lula (PT) – 54%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 30%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 16%

Cenário 2

  • Lula (PT) – 50%
  • Sergio Moro (Podemos) – 31%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 19%

Cenário 3

  • Lula (PT) – 51%
  • Ciro Gomes (PDT) – 25%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 24%

Cenário 4

  • Lula (PT) – 52%
  • João Doria (PSDB) – 19%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 29%

Cenário 5

  • Ciro Gomes (PDT) – 45%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 33%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 22%

Cenário 6

  • João Doria (PSDB) – 42%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 33%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 25%

Cenário 7

  • Sergio Moro (Podemos) – 35%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 28%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 37%

A pesquisa teve 1.000 entrevistados de todas as regiões do país, pelo telefone, entre os dias 24 e 25 de janeiro de 2022.

A margem de erro máximo estimada é de 3.2 pontos percentuais para mais ou para menos, com um intervalo de confiança de 95,5%.


r87

ModalMais: Lula tem 36,9% e Bolsonaro 31,4%

A ModalMais, em parceria com a Futura, divulga nesta quarta-feira (26) a sua nova edição da pesquisa sobre as eleições presidenciais de 2022.

Na intenção espontânea, Lula teria 33,4% e Jair Bolsonaro 30,3%. Na sequência, Moro com 3,6%, Ciro Gomes 2,6%.

Já na estimulada (quando são apresentados os nomes), com vários candidatos, fica assim:

  • Lula – 36,9%
  • Bolsonaro – 31,4%
  • Moro – 8,5%
  • Ciro – 5,6%
  • Dória – 2,4%
  • Janones – 1,8%
  • Boulos – 0,8%
  • Pacheco – 0,6%
  • Simone – 0,5%
  • Rebelo – 0,2%
  • Péricles – 0,2%
  • Alessandro – 0,1%
  • D’Ávila – 0,1%
  • Indecisos – 5,6%
  • Branco/Nulo – 5,1%

Quando analisado a segunda opção de voto, Ciro Gomes e Sérgio Moro são os preferidos, respectivamente com 15% e 12,5%.

SEGUNDO TURNO

Nas simulações do segundo turno, Lula vence Bolsonaro por 50,4% a 37,8%.

Bolsonaro vence Moro por 36,9% a 33,7%, empatados no limite da margem de erro.

Bolsonaro com Ciro Gomes tem um empate técnico 40,6% a 39,1%.

Lula vence Ciro Gomes com 48,4% a 21,4%.

Lula também vence Sérgio Moro, com cenário de 48,6% a 28,8%.

O duelo da direita, Bolsonaro e Dória, o atual presidente vence com 41,6% a 29,6%.

Lula também vence Dória, com 50,5% a 14,8%.

REJEIÇÃO

O presidente Jair Bolsonaro tem a maior rejeição, com 47,3%, seguido de Lula com 37,1%, Dória 23,1%, Moro 18,3% e Ciro 16,5%, entre os principais nomes da corrida eleitoral.

A pesquisa foi realizada entre 17e 21 janeiro de 2022, sendo 2.000 entrevistas, por telefone, com margem de erro de 2,2 pontos. A confiabilidade é de 95%.


m4net

Moro anuncia que está com covid-19

O pré-candidato à Presidência da República pelo Podemos, o ex-ministro Sergio Moro anunciou nesta sexta-feira (14), em suas redes sociais, que testou positivo para Covid-19.

Nos últimos dias, Moro cumpriu agenda no Nordeste e tem marcado muitos compromissos para se promover como uma terceira opção entre Lula e Bolsonaro.


contex

Sergio Moro é recebido com gritos de “traíra” na Paraíba

Pré-candidato a presidente pelo Podemos, o ex-ministro Sergio Moro foi alvo de protestos no Aeroporto Internacional Castro Pinto, em João Pessoa (PB), onde desembarcou nesta quinta-feira (06) Em vídeos que circulam nas redes sociais, o ex-juiz foi recepcionado por um grupo de pessoas com vaias e gritos de “traíra”, “golpista” e “vagabundo”.

Confira o vídeo:


m4net

Moro aceita convite para ser Ministro da Justiça

Por Luiza Damé, da Agência Brasil

O juiz federal Sergio Moro, que comanda as investigações da Operação Lava Jato, aceitou nesta quinta-feira (1º) o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro e será o ministro da Justiça. O anúncio foi feito por Moro, em nota. “Após reunião pessoal, na qual foram discutidas políticas para a pasta, aceitei o honrado convite”,afirmou.

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, confirmou o nome de Moro no ministério.

Sergio Moro ficou cerca de uma hora e meia com o presidente eleito. Ao sair da reunião, acenou para as pessoas que se aglomeravam em frente à casa, mas não deu entrevista.

O juiz lamentou abandonar 22 anos de magistratura. Segundo Moro, a Operação Lava Jato continuará em Curitiba. “Para evitar controvérsias desnecessárias, devo, desde logo, afastar-me de novas audiências, acrescentou.

Veja a íntegra da nota divulgada por Sergio Moro:

“Fui convidado pelo Sr. presidente eleito para ser nomeado ministro da Justiça e da Segurança Pública na próxima gestão. Apos reunião pessoal, na qual foram discutidas politicas para a pasta, aceitei o honrado convite. Fiz com certo pesar, pois terei que abandonar 22 anos de magistratura. No entanto, a perspectiva de implementar uma forte agenda anticorrupção e anticrime organizado, com respeito à Constituição, à lei e aos direitos, levaram-me a tomar esta decisão. Na prática, significa consolidar os avanços contra o crime e a corrupção dos últimos anos e afastar riscos de retrocessos por um bem maior. A Operação Lava Jato seguirá em Curitiba, com os valorosos juízes locais. De todo modo, para evitar controvérsias desnecessárias, devo desde logo afastar-me de novas audiências. Na próxima semana, concederei entrevista coletiva com maiores detalhes”.


contex

Lula tem até às 17h da sexta-feira para se entregar, determina Moro

O juiz federal Sérgio Moro determinou nesta quinta-feira (5) a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado em duas instâncias da Justiça no caso do triplex em Guarujá (SP). A pena definida pela 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) é de 12 anos e 1 mês de prisão, com início em regime fechado.

Lula tem até as 17h desta sexta-feira (6) para se apresentar voluntariamente à sede da Polícia Federal em Curitiba, determinou Moro. O juiz vetou o uso de algemas “em qualquer hipótese”. “Relativamente ao condenado e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, concedo-lhe, em atenção à dignidade do cargo que ocupou, a oportunidade de apresentar-se voluntariamente à Polícia Federal em Curitiba até as 17:00 do dia 06/04/2018, quando deverá ser cumprido o mandado de prisão”, diz o despacho.

A defesa tentou evitar a prisão de Lula com um habeas corpus preventivo no Supremo Tribunal Federal (STF), pedindo que a pena fosse cumprida somente após o trânsito em julgado – ou seja, após encerradas todas as possibilidades de recurso aos tribunais superiores. O habeas corpus, porém, foi negado na quinta-feira (5) pelo STF, por 6 votos a 5.

Com informações do Portal G1


contex