Taipu

Lajes Pintadas recebe programação do CAERN Móvel

A programação do Caern Móvel continua no interior do Rio Grande do Norte, no período de 11 a 14 de abril. A programação da semana passará nos municípios Serra de São Bento, Macaíba, Várzea, Lajes Pintadas, Pureza, Vera Cruz, Taipu.

Todos os serviços da Caern estarão disponíveis na van que foi estruturada para realizar os atendimentos. Entre os serviços estão: alteração de titularidade, ligação nova de água, religação e negociação de débitos.

Confira a programação:

  • Segunda-feira (11)

Serra de São Bento – Estação de Bombeamento da CAERN – 269 – 8h às 17h
Macaíba – Av. Jundiaí, 97b – 8h às 17h

  • Terça-feira (12)

Várzea – Rua Cel. Felipe Jorge, próximo à Prefeitura Municipal de Várzea – 8h às 17h
Macaíba – Av. Jundiaí, 97b – 8h às 17h

  • Quarta-feira (13)

Lajes Pintadas – Rua João Francisco Borges, em frente ao prédio da previdência social – 8h às 17h
Pureza – Rua Maxaranguape, s/n – 8h às 17h

  • Quinta-feira (14)

Vera Cruz – Rua Antônio Carlos, em frente ao prédio da Caern – 8h às 17h
Taipu – Praça 10 de março, s/n – 8h às 17h


senhoritta

Dom Jaime publica nomeações para Taipu e Riachuelo


O Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha, fez as seguintes nomeações, nesta terça-feira, 29 de março:

  • Padre Willian Bruno dos Santos Costa, até então pároco da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, em Riachuelo, será o novo pároco da Paróquia de Nossa Senhora do Livramento, em Taipu. A posse canônica acontecerá dia 2 de maio, às 19h, na Igreja Matriz, presidida pelo Arcebispo;
  • Padre Eliano Firmino Silvestre foi nomeado pároco da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, em Riachuelo. A posse canônica acontecerá dia 26 de abril, às 19h, na Igreja Matriz, presidida por Dom Jaime.

O Arcebispo também acolheu o pedido de renúncia da função de pároco do Padre Alcimário Pereira de Oliveira. Ele, que até então era pároco da Paróquia de Nossa Senhora do Livramento, em Taipu, ficará com uso de ordens.


m4net

Chuvas acima de 200mm marcam final de semana no RN

Foto: Hudson Helder

Mais um final de semana chuvoso no Rio Grande do Norte com precipitações registradas em todas as regiões. De acordo com o sistema de monitoramento da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), os maiores volumes acumulados, no período da manhã da sexta (11) até a manhã desta segunda-feira (14), foram em Poço Branco 228,2 mm (Agreste), Taipu 150,2 mm (Leste), Jardim do Seridó 94,2 mm (Central) e São Francisco do Oeste 125,5 mm (Oeste). As chuvas foram provocadas pela atuação da Zona de Convergência Intertropical que segue atuando no Nordeste, favorecendo a ocorrência de precipitações em todo o RN.

O sistema destaca que só no sábado (12), choveu 211.6mm no município de Poço Branco e 145 mm em Taipu, localizados nas regiões Agreste e Central, respectivamente. Os acumulados superam a média de chuvas previstas para o mês inteiro nesses locais.

“Com as recentes chuvas, o município de Poço Branco registrou em todo 2022, o acumulado de 604.6mm, apresentando chuvas acima da média em todos os meses deste ano. Em Campo Grande choveu acima e 500 mm; Taipu e Encanto, apresentam volumes de chuvas acumuladas no mês de março acima da média esperada para o período”, comentou o chefe da unidade de Meteorologia, Gilmar Bristot.

O segundo boletim pluviométrico publicado nesta segunda-feira (14), às 09h15, registrou a ocorrência de chuvas em 113 postos de monitoramento. O boletim pluviométrico completo pode ser acessado no site emparn.rn.gov.br, menu Meteorologia.

A previsão para o trimestre março, abril e maio de 2022, divulgada no final de 23 de fevereiro, em Reunião de Análise e Previsão Climática para o semiárido nordestino, é ocorrência de chuvas variando de nível normal a acima do normal no RN. “O cenário encontra-se favorável para se confirmar a previsão anunciada”, disse Bristot.

A temperatura para essa semana, no Litoral, será em torno dos 24°C, nas madrugadas, chegando a máxima dos 32°C durante as tardes. Já no interior, as temperaturas devem variar entre 22°C e 34°C.

DIA DE SÃO JOSÉ

No próximo sábado (19), se comemora o Dia de São José. Segundo a crença predominante entre os agricultores, quando ocorrem chuvas nesta data, é sinal de bonanza e fartura na colheita. A origem da crença decorre do catolicismo que conta que São José, o pai de Jesus, era um trabalhador do campo.

De acordo com previsão da Emparn, os agricultores potiguares podem ficar otimistas, pois a previsão é de céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com ocorrência de chuva em diversas regiões do RN, como Seridó, Vale do Açu e Mossoró. Confira abaixo a previsão da semana.

Previsão dia a dia

14/03/22 – segunda-feira – Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com ocorrência de chuva no Litoral, Vale do Açu, Seridó e Alto Oeste.

15/03/22 – terça-feira – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.

16/03/22 – quarta-feira – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.

17/03/22 – quinta-feira – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.

18/03/22 – sexta-feira – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.

19/03/22 – sábado – Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com ocorrência de chuva no Seridó, Vale do Açu e Mossoró.

20/03/22 – domingo – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões, exceto o Litoral (céu parcialmente nublado a claro).


contex

MPF cobra de prefeituras rigor no combate a fraudes em licitações

Reduzir ou até mesmo acabar com irregularidades nas licitações públicas, como a manipulação de editais, a falta de transparência, o direcionamento de resultados, o fracionamento indevido, a formação de cartel entre os participantes e muitas outras modalidades de fraudes. Esse é o objetivo da recomendação que o Ministério Público Federal (MPF) emitiu a vários municípios potiguares.

O documento é parte de uma mobilização nacional do MPF e, no Rio Grande do Norte, o procurador da República Felipe Siman já as enviou às prefeituras de Ceará-Mirim, Maxaranguape, Rio do Fogo, Touros, São Miguel do Gostoso, Pedra Grande, São Bento do Norte, Caiçara do Norte, Parazinho, Jandaíra, Pedra Preta, Jardim de Angicos, João Câmara, Bento Fernandes, Poço Branco, Taipu e Ielmo Marinho.

Os objetivos incluem garantir que as licitações respeitem as normas legais, melhorar a eficiência dos processos e até mesmo reforçar a responsabilidade dos gestores, tendo em vista que muitas vezes eles afirmam desconhecer as regras, quando questionados judicialmente. “Em ações penais e ações de improbidade administrativa relacionados a fraudes em licitações, a defesa dos agentes públicos envolvidos costuma alegar ausência de dolo por desconhecimento das nuances e diretrizes legislativas a respeito de licitações”, destaca o procurador.

Medidas – As ações cobradas no documento incluem iniciativas que assegurem total transparência aos processos; bem como que os responsáveis por cada etapa sejam claramente identificados e, todas as decisões tomadas pelas comissões de licitação, devidamente justificadas. Uma das recomendações é para que não haja fracionamento indevido das despesas (prática usada em geral para se fazer licitações mais simples, nas quais as brechas para irregularidades são maiores).

O MPF ressalta a importância de etapas como a pesquisa de preços, a elaboração dos termos de referência, a preparação dos projetos e a definição de critérios adequados, assim como a estipulação das condições a serem exigidas das empresas que queiram se habilitar. A recomendação enfatiza a importância de avaliar a experiência e a capacidade técnica dos interessados, porém dentro de uma razoabilidade, para que tais critérios não sejam usados no intuito de direcionar o vencedor.

Além de sugerir outra série de medidas, o documento do MPF destaca que a fiscalização dos processos licitatórios é fundamental. Sinais de irregularidades – como parentesco entre os participantes, semelhanças entre as propostas, repetição dos interessados ou suspeitas quanto a “empresas de fachada” ou utilização de “laranjas” – devem ser sempre minuciosamente checados, de modo a descartar possíveis esquemas fraudulentos.

Os prefeitos que receberam a recomendação terão 30 dias para informar se acatarão as medidas. Confira a íntegra de uma das recomendações clicando aqui.

Assessoria do MPF


m4net