Cosern encerra 2016 investindo R$ 242 milhões no sistema elétrico potiguar

Divulgação/Assessoria

A Cosern, empresa do Grupo Neoenergia, encerrará o ano de 2016 aplicando R$ 242 milhões no reforço, melhoria, modernização e expansão do sistema elétrico potiguar, mesmo em meio à crise econômica que o país atravessa. Isso representa um aumento de 25% em relação a 2015.

Os recursos investidos pela Cosern estão divididos em quatro grandes blocos, a saber:

  • R$ 144 milhões são destinados à expansão e renovação da rede de distribuição de energia elétrica e a novas ligações;
  • R$ 61 milhões estão direcionados à expansão e melhorias do sistema de transmissão de energia elétrica;
  • R$ 29 milhões serão aplicados em instalações gerais, destacando-se a renovação da frota de veículos e a modernização do sistema de automação e telecomunicações;
  • R$ 8 milhões investidos em ações de combate às perdas de energia elétrica.

Do investimento previsto para 2016, aproximadamente 87% do valor global (R$ 211 milhões) foram direcionados às redes elétricas e subestações da Cosern, com a construção de novas linhas de transmissão, subestações, alimentadores, redes de média e baixa tensão e expansão/modernização da automação, aumentando a confiabilidade e a qualidade do sistema elétrico da concessionária em todo o Estado.

Merecem destaques, nesse cenário, a entrega das Subestações de Campo Grande, em setembro, beneficiando 8 mil clientes de cinco municípios da Região Oeste, e a de Capim Macio, em novembro, ampliando a oferta de energia para 12 mil clientes de quatro bairros da Zona Sul de Natal.

Distribuição do Investimento por Região:

Natal e Região Metropolitana (R$ 67 milhões), com destaque para as seguintes obras:
Entrada em operação da Subestação Capim Macio, com capacidade de 20 MVA. Obra no valor de R$ 7 milhões, beneficiando 12 mil clientes da Zona Sul de Natal, especialmente os bairros de Ponta Negra, Capim Macio, e Neópolis (concluído).

Mossoró, Assú e Oeste (R$ 91 milhões), com destaques para as seguintes obras:
Construção das Linhas de Distribuição 69kV que interligam as Subestações de Mossoró II/Dix-Sept-Rosado e Mossoró II/Baraúna, no valor de R$ 15 milhões, beneficiando 96 mil clientes nas cidades de Baraúna, Apodi, Upanema, Caraúbas, Campo Grande, Riacho da Cruz, Umarizal e Rodolfo Fernandes (concluído).

Construção da Subestação Campo Grande, com capacidade de 10 MVA. Obra no valor de R$ 8,2 milhões, beneficiando 8 mil clientes nos municípios de Campo Grande, Triunfo Potiguar, Paraú, Messias Targino e Janduís (concluído).

Ampliação da Subestação Maísa, na Zona Rural de Mossoró e construção de um novo alimentador para polo de fruticultura irrigada (concluído).

Seridó (R$ 29 milhões), com destaque para as seguintes obras:

Construção da nova Subestação de Currais Novos I, beneficiando os municípios de Currais Novos, Lagoa Nova, Cerro Corá, Bodó, São Vicente e Florânia (em andamento).

Construção da Linha de Distribuição Acari /Jardim do Seridó, para energização da Subestação Jardim do Seridó, beneficiando os municípios de Jardim do Seridó, Ouro Branco, Zona Rural de Santana do Seridó e São José do Seridó (em andamento).

Ampliação das Subestações Acari e Caicó (em andamento).

Litoral e Agreste (R$ 55 milhões), com destaque para as seguintes obras:

Reforma da Subestação Goianinha, viabilizando o atendimento ao parque industrial de Goianinha (concluído).

Ampliações das Subestações de João Câmara e de São Bento do Norte (concluído).

Ampliação da Subestação Ceará-Mirim (em andamento).

Melhoramento da Rede de Média Tensão dos municípios de São Miguel do Gostoso e Touros (em andamento).