Força Policial poderá ser utilizada para a reintegração de posse das terras da Paróquia

De forma irregular que foram ocupadas, agora, de forma legal a Paróquia buscou a reintegração de posse dos terrenos localizados no Conjunto Cônego Monte. A Justiça determinou que a Paróquia tenha os terrenos reintegrados e que as ações irregulares que vinham ocorrendo naquele lugar sejam cessadas.

A Juíza Natália Torres ainda decide: “Deverá o oficial de justiça dirigir-se ao local descrito na Inicial e identificar os réus, procedendo com a devida qualificação destes e imediata citação para, querendo, apresentarem contestação, no prazo de 15 (quinze) dias, sob pena de serem considerados verdadeiros os fatos alegados pelo autor.Autorizo o reforço policial, se for o caso”.

O Major Eudes Valério deverá ser comunicado da decisão judicial para acompanhar de perto esse processo reintegração, e caso seja necessário manter a ordem.

Aguardemos os próximos capítulos…