Pular para o conteúdo

Élcio Pontes confirma participação em chapa majoritária da oposição

Foto: Câmara Municipal/Assessoria

E agora vem a confirmação oficial. Em conversa com o vereador Élcio Pontes (PSDB), ele confirmou o desembarque do grupo da situação, mas foi uma confirmação sem declarações como: “estou rompido”, “estou deixando a base”, “agora sou oposição”, mas deixou claro que a “paquera” com a oposição vem sendo bem mais firme.

O vereador falou que é “cortejado” por governistas e oposicionistas, mas que a decisão do seu grupo é de fazer parte da chapa majoritária da oposição. Alguns rumores comentam que ele pode ser o pré-candidato a vice de Péricles Rocha, mas ao blog ele não deu a certeza dessa decisão, mas afirmou que ele e seu grupo estão sendo prestigiados e acolhidos pela oposição nas articulações.

Quando perguntado sobre a possibilidade da pré-candidatura de Fernanda Costa, ele disse: “Se Fernanda pode ser candidata, então Aninha vai ser a candidata da oposição, ou a cabeça ou a vice”. Para ele, não existe possibilidade de Fernanda ser o nome da situação, pela questão da sua inelegibilidade, após a cassação de 2018.

Élcio ainda comentou sobre a participação de Cleide Araújo nesse processo, mas não falou se a empresário estaria apoiando a oposição. “Ela já deu a bênção para cada um seguir o seu caminho, isso é uma questão interna nossa”. O vereador não detalhou, mas apenas ficou claro que a família ficará unida em torno das candidaturas que envolvam Élcio ou Aninha, uma questão óbvia para todos.

Em conversas com outros vereadores, ele disse analisar o cenário da sua pré-candidatura, e poderá formar um grupo de candidaturas independentes com outros partidos do seu alinhamento ideológico, como o PODEMOS, ou outros partidos ligados aos seus correligionários da direita. Sobre risco de perde a vaga na Câmara, em virtude dos partidos ou federações não alcançarem o quociente eleitoral (número mínimo para conquistar uma cadeira no legislativo), Élcio foi bem taxativo: “Eu não estou preocupado com isso, eu vou fazer política com convicção e consciente. Se eu perder, voltou quatro anos depois com mais força”, finalizou.

A declaração de Élcio já era esperada, diante da sua postura com o grupo governista, no qual foi eleito em 2020 com 790 votos, pelo PSDB, mesmo partido do prefeito Ivanildinho Ferreira, mas já no segundo ano de mandato sua relação com o gestor ficou abalada e foi deteriorando cada vez mais.

Será esse o último capítulo desta novela?

Aguardemos…

Deixe uma resposta