Potiguar segue tentando sair da Ucrânia: ‘tenho fé que nossa hora vai chegar’

Foto: Reprodução/Vídeo

Há quatro dias vivendo o drama de estar em um país em guerra, o jogador potiguar Edson Fernando segue tentando sair da Ucrânia, na fronteira com a Polônia. O atleta relata dificuldades e humilhações, mas segue na esperança de conseguir sair do país e estar junto dos seus familiares mais uma vez.

São quatro dias sem tomar banho, sem ter uma cama para dormir e sem se alimentar direito. A situação foi relatada pelo jogador nas redes sociais. “Somente hoje comemos algo mais constante, que foi um peito de frango, outros dias era só chips de batata e biscoito recheado”, disse Edson Fernando.

Edson contou que esteve perto de sair da Ucrânia nesse sábado, mas que não deu certo no fim. Uma decepção enorme, nas palavras dele. Apesar das adversidades se diz orgulhoso da força que ele e os amigos têm mostrado e acredita no final feliz. “Estou com muito orgulho da nossa força e coragem para enfrentar tudo isso. A cada oportunidade que temos de sair vibramos iguais crianças, mesmo sabendo que não temos certezas. Temos fé que nossa hora vai chegar e vamos estar sorrindo com nossos familiares e amigos”, disse ele.

O jogador de futebol, de 23 anos, assinou contrato recentemente com um clube ucraniano e estava prestes a fazer sua estreia. A situação deixou familiares e amigos preocupados. “A ignorância aqui na fronteira é muito grande, vocês não tem noção. Tudo aqui é motivo para gritar com estrangeiros”, escreveu Edson, em publicação no Instagram.

Edson morava na cidade de Lviv, que fica próximo à fronteira com a Polônia. A cidade é distante 500 km da capital Kiev, principal alvo do bombardeio russo.

Da Tribuna do Norte

Deixe uma resposta


m4net rodapé