Ciro Gomes

PDT refaz convite a Datena para ser candidato a vice-presidente na chapa de Ciro

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, convidou novamente o apresentador Datena nesta quinta-feira (10), para ser vice-candidato de Ciro Gomes na disputa à Presidência da República.

Qo Estadão, Lupi disse que reiterou o convite feito meses atrás – não respondido por Datena. Segundo o presidente do PDT, o apresentador do programa Brasil Urgente irá dar uma resposta na próxima semana.

Em setembro do ano passado, o apresentador foi convidado para se filiar ao PDT pelo próprio Lupi. Foi oferecida a Datena a possibilidade de disputar o governo de São Paulo, o Senado pelo mesmo Estado ou ser candidato à vice na chapa de Ciro Gomes, pré-candidato da sigla. No mês seguinte, Datena e Ciro jantaram em São Paulo.

Com informações do Uol


contex

Pesquisa CNT/MDA: Lula tem 42,2%, Bolsonaro 28% e Ciro 6,7%

Mais uma pesquisa na rua (ou na mídia) para Presidente da República, dessa vez da CNT/MDA, e a primeira de 2022. Confira os números:

ESPONTÂNEA

  • Lula – 32,8%
  • Bolsonaro – 24,4%
  • Ciro – 2,6%
  • Moro – 2,1%
  • Janones – 0,5%
  • Dória – 0,3%
  • Outros – 1,1%
  • Branco/Nulos – 7,9%
  • Indecisos – 28,3%

ESTIMULADA

  • Lula – 42,2%
  • Bolsonaro – 28%
  • Ciro – 6,7%
  • Moro – 6,4%
  • Dória – 1,8%
  • Janones – 1,5%
  • Tebet – 0,6%
  • D’Ávila – 0,3%
  • Pacheco – 0,3%
  • Brancos/Nulos – 6,2%
  • Indecisos – 6%

A pesquisa foi realizada de 16 a 19 de fevereiro de 2022, com 2.002 entrevistas de eleitores do Brasil com idade a partir de 16 anos, distribuídas em 137 municípios, de 25 unidades da federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança. A pesquisa CNT/MDA foi registrada no TSE sob o nº BR-09751.


m4net

Pesquisa XP/Ipespe: Lula lidera 43% e Bolsonaro tem 25%. Moro e Ciro empatam em 8%

Mais uma pesquisa na praça!

Agora é a pesquisa PoderData, que foi realizada com recursos próprios, por meio de ligações para telefones celulares e fixos. Foram 3.000 entrevistas em 238 cidades nas 27 unidades da Federação de 31 de janeiro a 1º de fevereiro de 2022. O registro no TSE é BR-09445/2022. O intervalo de confiança é de 95%. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Confira os dados:

Espontânea

  • Lula – 36%
  • Bolsonaro – 24%
  • Moro – 4%
  • Ciro – 4%
  • Dória – 1%
  • Marina – 0%
  • Pacheco – 0%
  • Janones – 0%
  • Branco/Nulo – 5%
  • Indecisos – 25%

Cenário 1 (Estimulada)

  • Lula – 43%
  • Bolsonaro – 25%
  • Ciro – 8%
  • Moro – 8%
  • Dória – 3%
  • Tebet – 1%
  • Janones – 1%
  • Pacheco – 0%
  • Vieira – 0%
  • D’Ávila – 0%
  • Branco/Nulo – 9%
  • Indecisos – 3%

Cenário 2 (Estimulada)

  • Lula – 44%
  • Bolsonaro – 26%
  • Moro – 8%
  • Dória – 4%
  • Tebet – 2%
  • Pacheco – 1%
  • Janones – 1%
  • Vieira – 1%
  • D’Ávila – 0%
  • Branco/Nulo – 10%
  • Indecisos – 3%

Propabilidade de Votos/Rejeição

  • Lula
    • Com certeza votaria – 43%
    • Poderia votar – 13%
    • Não votaria de jeito nenhum – 43%
    • Não conhece o suficiente – 1%
    • Não sabe/não respondeu – 1%
  • Bolsonaro
    • Com certeza votaria – 26%
    • Poderia votar – 8%
    • Não votaria de jeito nenhum – 62%
    • Não conhece o suficiente – 1%
    • Não sabe/não respondeu – 3%
  • Ciro
    • Com certeza votaria – 13%
    • Poderia votar – 36%
    • Não votaria de jeito nenhum – 45%
    • Não conhece o suficiente – 5%
    • Não sabe/não respondeu – 1%
  • Moro
    • Com certeza votaria – 12%
    • Poderia votar – 26%
    • Não votaria de jeito nenhum – 55%
    • Não conhece o suficiente – 5%
    • Não sabe/não respondeu – 2%
  • Dória
    • Com certeza votaria – 5%
    • Poderia votar – 24%
    • Não votaria de jeito nenhum – 59%
    • Não conhece o suficiente – 10%
    • Não sabe/não respondeu – 2%

2º TURNO

Lula x Bolsonaro

  • Lula – 54%
  • Bolsonaro – 31%
  • Brancos/Nulos/NS/NR/NV – 15%

Lula x Moro

  • Lula – 51%
  • Moro – 31%
  • Brancos/Nulos/NS/NR/NV – 18%

Lula x Ciro

  • Lula -50%
  • Ciro – 26%
  • Brancos/Nulos/NS/NR/NV – 24%

Lula x Dória

  • Lula – 53%
  • Dória – 29%
  • Brancos/Nulos/NS/NR/NV – 18%

Ciro x Bolsonaro

  • Ciro – 45%
  • Bolsonaro – 33%
  • Brancos/Nulos/NS/NR/NV – 22%

Dória x Bolsonaro

  • Dória – 40%
  • Bolsonaro – 34%
  • Brancos/Nulos/NS/NR/NV – 26%

Moro x Bolsonaro

  • Moro – 32%
  • Bolsonaro – 30%
  • Brancos/Nulos/NS/NR/NV – 38%

 


senhoritta

Ciro diz que Bolsonaro tenta tumultuar e alerta o Congresso Nacional e Forças Armadas

O pré-candidato Ciro Gomes (PDT) comentou sobre a postura do presidente Jair Bolsonaro (PL), de não comparecer ao depoimento marcado para esta sexta-feira (28) na Polícia Federal, não cumprindo a determinação do Ministro Alexandre de Moraes.

“A nação deve acompanhar com o máximo de atenção o desenrolar da nova crise institucional criada por Bolsonaro que decidiu confrontar, de forma irresponsável e autoritária, uma decisão do STF”, disse Ciro

O pedetista ainda falou de alerta para Congresso Nacional e Forças Armadas, diante do comportamento do presidente na relação entre os poderes.

Ciro considera que o presidente tenta criar tumulto de olho nas eleições presidenciais deste ano.


r87

Pesquisa Ipespe: Lula tem 44% e Bolsonaro 24%

Mais uma pesquisa nacional, dessa vez da Ipespe, divulgada nesta quinta-feira (27), que mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na liderança com 44%, contra 24% do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Confira os números:

PRIMEIRO TURNO

Intenção de voto espontânea para presidente

  • Lula (PT) – 35%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 23%
  • Sergio Moro (Podemos) – 4%
  • Ciro Gomes (PDT) – 4%
  • João Doria (PSDB) – 1%
  • Simone Tebet (MDB) – 0%
  • Rodrigo Pacheco (PSD) – 0%
  • Branco/nulo/não vai votar – 6%
  • Indecisos – 26%

Intenção de voto estimulada para presidente – cenário COM Sergio Moro (Podemos)

  • Lula (PT) – 44%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 24%
  • Sergio Moro (Podemos) – 8%
  • Ciro Gomes (PDT) – 8%
  • João Doria (PSDB) – 2%
  • Simone Tebet (MDB) – 1%
  • Rodrigo Pacheco (PSD) – 1%
  • Alessandro Vieira (Cidadania) – 1%
  • Felipe d’Avila (Novo) – 0%
  • Branco/nulo/não vai votar – 8%
  • Indecisos – 4%

Intenção de voto estimulada para presidente – cenário SEM Sergio Moro (Podemos)

  • Lula (PT) – 44%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 26%
  • Ciro Gomes (PDT) – 9%
  • João Doria (PSDB) – 4%
  • Simone Tebet (MDB) – 1%
  • Rodrigo Pacheco (PSD) – 1%
  • Alessandro Vieira (Cidadania) – 1%
  • Felipe d’Avila (Novo) – 1%
  • Branco/nulo/não vai votar – 10%
  • Indecisos – 4%

SEGUNDO TURNO

A Ipespe apresentou sete cenários de segundo turno entre os quatro primeiros colocados na pesquisa.

Cenário 1

  • Lula (PT) – 54%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 30%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 16%

Cenário 2

  • Lula (PT) – 50%
  • Sergio Moro (Podemos) – 31%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 19%

Cenário 3

  • Lula (PT) – 51%
  • Ciro Gomes (PDT) – 25%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 24%

Cenário 4

  • Lula (PT) – 52%
  • João Doria (PSDB) – 19%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 29%

Cenário 5

  • Ciro Gomes (PDT) – 45%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 33%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 22%

Cenário 6

  • João Doria (PSDB) – 42%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 33%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 25%

Cenário 7

  • Sergio Moro (Podemos) – 35%
  • Jair Bolsonaro (PL) – 28%
  • Branco/nulo/não vai votar/indecisos – 37%

A pesquisa teve 1.000 entrevistados de todas as regiões do país, pelo telefone, entre os dias 24 e 25 de janeiro de 2022.

A margem de erro máximo estimada é de 3.2 pontos percentuais para mais ou para menos, com um intervalo de confiança de 95,5%.


r87

ModalMais: Lula tem 36,9% e Bolsonaro 31,4%

A ModalMais, em parceria com a Futura, divulga nesta quarta-feira (26) a sua nova edição da pesquisa sobre as eleições presidenciais de 2022.

Na intenção espontânea, Lula teria 33,4% e Jair Bolsonaro 30,3%. Na sequência, Moro com 3,6%, Ciro Gomes 2,6%.

Já na estimulada (quando são apresentados os nomes), com vários candidatos, fica assim:

  • Lula – 36,9%
  • Bolsonaro – 31,4%
  • Moro – 8,5%
  • Ciro – 5,6%
  • Dória – 2,4%
  • Janones – 1,8%
  • Boulos – 0,8%
  • Pacheco – 0,6%
  • Simone – 0,5%
  • Rebelo – 0,2%
  • Péricles – 0,2%
  • Alessandro – 0,1%
  • D’Ávila – 0,1%
  • Indecisos – 5,6%
  • Branco/Nulo – 5,1%

Quando analisado a segunda opção de voto, Ciro Gomes e Sérgio Moro são os preferidos, respectivamente com 15% e 12,5%.

SEGUNDO TURNO

Nas simulações do segundo turno, Lula vence Bolsonaro por 50,4% a 37,8%.

Bolsonaro vence Moro por 36,9% a 33,7%, empatados no limite da margem de erro.

Bolsonaro com Ciro Gomes tem um empate técnico 40,6% a 39,1%.

Lula vence Ciro Gomes com 48,4% a 21,4%.

Lula também vence Sérgio Moro, com cenário de 48,6% a 28,8%.

O duelo da direita, Bolsonaro e Dória, o atual presidente vence com 41,6% a 29,6%.

Lula também vence Dória, com 50,5% a 14,8%.

REJEIÇÃO

O presidente Jair Bolsonaro tem a maior rejeição, com 47,3%, seguido de Lula com 37,1%, Dória 23,1%, Moro 18,3% e Ciro 16,5%, entre os principais nomes da corrida eleitoral.

A pesquisa foi realizada entre 17e 21 janeiro de 2022, sendo 2.000 entrevistas, por telefone, com margem de erro de 2,2 pontos. A confiabilidade é de 95%.


contex

Ciro Gomes oficializa pré-candidatura

Foto: Divulgação/PDT

O vice-presidente Nacional do PDT, Ciro Gomes, foi confirmado como pré-candidato à presidência da República em ato público realizado na sede do partido, em Brasília. Ele pregou a “rebeldia da esperança” em alusão ao próprio histórico político-partidário; ao projeto nacional desenvolvimentista, no qual ele propõe uma mudança no programa econômico brasileiro; e também ao fundador do partido, Leonel Brizola, que completaria 100 anos no sábado, 22.

Além de Ciro também já foram oficializados o governador de São Paulo, João Dória (PSDB); a senadora Simone Tebet (MDB); o presidente da UP, Leonardo Perícles; o cientista político Felipe D’ávila (Novo); o deputado federal André Janones (Avante) e o senador Alessandro Vieira (Cidadania). Lula (PT), Sérgio Moro (Podemos), Jair Bolsonaro (PL) e Rodrigo Pacheco (PSD) ainda não foram oficializados.

O pedetista está em quarto lugar nas pesquisas eleitorais. Está atrás de Sérgio Moro, que está em terceiro; do presidente Bolsonaro, em segundo; e do ex-presidente Lula, que está à frente, com mais de 40% em todas as pesquisas eleitorais divulgadas.


alrn-hoz

[IBOPE] Rejeição a Fernando Haddad cresceu

O levantamento do instituto Ibope mostrou também a rejeição dos candidatos. O Fernando Haddad, do PT, teve mais uma vez seu índice crescendo acima da margem de erro. Bolsonaro é o mais rejeitado, mas o petista segue na cola da não aceitação do eleitor.

Confira:

  • Bolsonaro: 44%
  • Haddad: 38%
  • Marina: 25%
  • Alckmin: 19%
  • Ciro: 18%
  • Meirelles: 10%
  • Cabo Daciolo: 10%
  • Eymael: 10%
  • Boulos: 10%
  • Vera: 9%
  • Alvaro Dias: 9%
  • Amoêdo: 8%
  • João Goulart Filho: 7%
  • Poderia votar em todos: 2%
  • Não sabe/não respondeu: 6%

r87

[IBOPE] Bolsonaro abre vantagem de 10 pontos

Na reta final do primeiro turno, a nova pesquisa Ibope mostra que o líder das pesquisas, Jair Bolsonaro (PSL) abre uma vantagem de 10 pontos sobre o segundo colocado, Fernando Haddad (PT). Confira os números:

  • Jair Bolsonaro (PSL): 31%
  • Fernando Haddad (PT): 21%
  • Ciro Gomes (PDT): 11%
  • Geraldo Alckmin (PSDB): 8%
  • Marina Silva (Rede): 4%
  • João Amoêdo (Novo): 3%
  • Alvaro Dias (Podemos): 2%
  • Henrique Meirelles (MDB): 2%
  • Cabo Daciolo (Patriota): 1%
  • Guilherme Boulos (PSOL): 0%
  • Vera Lúcia (PSTU): 0%
  • Eymael (DC): 0%
  • João Goulart Filho (PPL): –
  • Branco/nulos: 12%
  • Não sabe/não respondeu: 5%

m4net

[IBOPE/CNI] Em cenários de segundo turno, Bolsonaro venceria apenas Marina Silva

A nova pesquisa Ibope, contratada pela Confederação Nacional da Indústria, CNI. mostra cenários de segundo turno com oscilações dentro da margem de erro. O líder das pesquisas, Jair Bolsonaro (PSL), vence apenas a candidata Marina Silva (Rede).

Nos cenários com Haddad (PT), Ciro (PDT) e Alckmin (PSDB), o Bolsonaro perderia, apenas com com empates dentro da margem de erro com os candidatos do PT e PSDB. Apenas Ciro venceria Bolsonaro.

Veja os números:

  • Haddad 42% x 38% Bolsonaro

(branco/nulo: 16%; não sabe: 4%)

  • Ciro 44% x 35% Bolsonaro

(branco/nulo: 17%; não sabe: 3%)

  • Alckmin 40% x 36% Bolsonaro

(branco/nulo: 20%; não sabe: 3%)

  • Bolsonaro 40% x 38% Marina

(branco/nulo: 19%; não sabe: 3%)


alrn-hoz

[IBOPE/CNI] Bolsonaro tem 27%, Haddad 21% e Ciro 12%

Mais uma pesquisa Ibope divulgada, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Foram 2 mil eleitores em 126 municípios entre os dias 22 e 24 de setembro, com margem de erro de 2%, confiança de 95% e registro BR-04669/2018.

Eis os dados:

  • Jair Bolsonaro (PSL): 27%
  • Fernando Haddad (PT): 21%
  • Ciro Gomes (PDT): 12%
  • Geraldo Alckmin (PSDB): 8%
  • Marina Silva (Rede): 6%
  • João Amoêdo (Novo): 3%
  • Alvaro Dias (Podemos): 2%
  • Henrique Meirelles (MDB): 2%
  • Guilherme Boulos (PSOL): 1%
  • Cabo Daciolo (Patriota): 0%
  • Vera Lúcia (PSTU): 0%
  • João Goulart Filho (PPL): 0%
  • Eymael (DC): 0%
  • Branco/nulos: 11%
  • Não sabe/não respondeu: 7%

alrn-hoz

Pesquisa “rede social”

O Blog do Wallace sondou as postagens dos seus seguidores nas redes sociais para sentir o clima da campanha presidencial. Sem qualquer valor científico, apenas analisando o clima dos internautas para a campanha eleitoral.

O twitter é dominado avassaladoramente pelos eleitores de Bolsonaro, que retuítam com muita frequência. Essa replicação contínua desse conteúdo do candidato sempre o coloca entre os assuntos mais comentados.

No Facebook, o Bolsonaro ainda tem forte presença, mas apresenta rejeição alta das mulheres. Nessa rede social, o Haddad, Lula ou PT são mais citados, fazendo forte oposição à candidatura de Jair Bolsonaro. Ciro Gomes seria o terceiro colocado em citações e publicações, mas com forte presença em conteúdo audiovisual.

No youtube, a maioria dos canais trazem sempre edições que favorecem ao candidato Bolsonaro. Nessa rede, a grande maioria dos “influenciadores” produzem conteúdo que estaria classificado como “direita” ou “extrema direita”.

O instagram seria a rede social com menor presença de conteúdo político, no entanto, o duelo é simplificado em um divisão de grupos petistas e antipetistas, e sendo bem equilibrado.

No WhatsApp o cenário é dividido, mas nota-se a forte oposição que as mulheres e universitários fazem ao líder das pesquisas, o Jair Bolsonaro.

Importante ressaltar que essa visualização de postagens, comentários, vídeos, reações e conteúdo dependem bastante do círculo de amizades e seguidores formados nessas redes. Os seguidores do nosso Blog nas redes sociais são bem diversificados, com postagens para vários candidatos à presidência.

Essa observação é o mesmo que muitos analistas já estão prevendo e comentando, a polarização entre Bolsonaro e o PT, numa definição bem clara entre petismo e antipetismo.


alrn-hoz

[Datafolha] Bolsonaro melhora desempenho no segundo turno. Ciro lidera todos os cenários

Os cenários do segundo turno são favoráveis para Ciro Gomes, mas o Fernando Haddad cresceu nas pesquisas, e Bolsonaro melhora seu desempenho.

Eis os números:

  • Ciro 42% x 31% Haddad (branco/nulo: 25%; não sabe: 3%)
  • Marina 37% x 37% Haddad (branco/nulo: 24%; não sabe: 2%)
  • Ciro 45% x 31% Marina (branco/nulo: 22%; não sabe: 2%)
  • Haddad 41% x 41% Bolsonaro (branco/nulo: 15%; não sabe: 2%)
  • Alckmin 39% x 35% Haddad (branco/nulo: 24%; não sabe: 3%)
  • Ciro 45% x 39% Bolsonaro (branco/nulo: 14%; não sabe: 2%)
  • Alckmin 39% x 36% Marina (branco/nulo: 23%; não sabe: 2%)
  • Alckmin 40% x 39% Bolsonaro (branco/nulo: 19%; não sabe: 2%)
  • Ciro 41% x 34% Alckmin (branco/nulo: 22%; não sabe: 2%)
  • Bolsonaro 42% x 41% Marina (branco/nulo: 16%; não sabe: 2%)

contex

[Datafolha] Haddad e Ciro estariam empatados em nova pesquisa

A diferença entre Haddad (PT) e Ciro (PDT) na pesquisa Datafolha já mostra um cenário indefinido para a segunda vaga, no segundo turno. A margem de erro é 2 pontos percentuais para mais ou para menos, com 8.601 eleitores em 323 municípios entre os dias 18 e 19 de setembro, com registro de BR-06919/2018. O nível de confiança é de 95%, sendo contratada pela TV Globo e o jornal Folha de S. Paulo.

Eis os números:

  • Jair Bolsonaro (PSL): 28%
  • Fernando Haddad (PT): 16%
  • Ciro Gomes (PDT): 13%
  • Geraldo Alckmin (PSDB): 9%
  • Marina Silva (Rede): 7%
  • João Amoêdo (Novo): 3%
  • Alvaro Dias (Podemos): 3%
  • Henrique Meirelles (MDB): 2%
  • Vera Lúcia (PSTU): 1%
  • Guilherme Boulos (PSOL): 1%
  • Cabo Daciolo (Patriota): 0%
  • João Goulart Filho (PPL): 0%
  • Eymael (DC): 0%
  • Branco/nulos: 12%
  • Não sabe/não respondeu: 5%

r87

PT é a “eterna pedra no sapato” de Ciro Gomes

Apesar de Ciro Gomes dizer que foi contra o impeachment de Dilma e a prisão de Lula sem provas, o PT é a sua “pedra no sapato” desde muito antes destas eleições de 2018. As articulações do PT atrapalharam a formação do palanque de Ciro Gomes, e o lançamento de Haddad derrete a campanha do pedetista.

Não é de hoje que Ciro e o PT não se entendem. Em 1998, ficou em terceiro, atrás de Lula. Em 2002, defendeu a Frente Trabalhista, mas amargou o quarto lugar. Em todos os cenários daqueles anos, os petistas fizeram uma forte campanha contra ele.

Agora, 2018, mais uma vez o PT foi decisivo em sua campanha. Nas articulações dos palanques regionais e nacionais atrapalhou a base de Ciro para as eleições 2018, na sequência, o nome de Haddad pega os votos de Lula e não colocam o cearense no segundo turno.

O PT é uma eterna pedra no sapato de Ciro. Fato!


alrn-hoz

Datafolha mostra liderança de Bolsonaro. Ciro e Haddad crescem

Uma pesquisa que analisou o panorama presidencial foi divulgada durante o Jornal Nacional, da TV Globo, sendo contratado o instituto Datafolha, pela própria Globo e o jornal Folha de São Paulo. Foram ouvidos 2.804 eleitores em 197 municípios, com 2% de margem de erro, ocorrida em 10 de setembro, registrada no TSE com protocolo: BR 02376/2018. O nível de confiança de 95%.

Eis os números:

Jair Bolsonaro (PSL): 24%
Ciro Gomes (PDT): 13%
Marina Silva (Rede): 11%
Geraldo Alckmin (PSDB): 10%
Fernando Haddad (PT): 9%
Alvaro Dias (Podemos): 3%
João Amoêdo (Novo): 3%
Henrique Meirelles (MDB): 3%
Guilherme Boulos (PSOL): 1%
Vera Lúcia (PSTU): 1%
Cabo Daciolo (Patriota): 1%
João Goulart Filho (PPL): 0%
Eymael (DC): 0%
Branco/nulos: 15%
Não sabe/não respondeu: 7%


contex

Ciro Gomes faz campanha em Natal nesta quinta-feira (06)

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) visita Natal nesta quinta-feira (06), e concede entrevista na Rádio 98FM, com o candidato ao governo, Carlos Eduardo (PDT).

Na sequência da programação, Carlos Eduardo e Ciro Gomes serão recebido por eleitores na sede social do América de Natal. A agenda de Ciro agora está concentrada no Nordeste após muitas semanas no sul do país.

Natal entrou na rota do presidenciável.


senhoritta

PSB não vai apoiar nenhum candidato à Presidência

Do Congresso em Foco

Por aclamação e sem abstenções, o PSB decidiu neste domingo (5), em convenção nacional, não apoiar formalmente presidenciáveis na disputa eleitoral de outubro ou fazer coligações com outros partidos. A aposta é que, com esse formato, o partido consiga emplacar os dez nomes do PSB que disputam governos estaduais, além dos 11 candidatos ao Senado pela legenda. Com essa decisão, a legenda pretende formar alianças de centro-esquerda com orientação para uma agenda progressista nas disputas regionais.

O partido chegou a analisar a proposta apoiar Ciro Gomes, que teve nome aprovado pelo PDT no primeiro dia de convenções (20 de julho), mas a iniciativa foi derrotada.

Na prática, haveria um acordo com o PT para apoiar candidatos do PSB em, pelo menos, quatro estados – Pernambuco, Amapá, Amazonas e Paraíba – além da possibilidade de inclusão de Tocantins. Em contrapartida, o PSB daria apoio aos petistas que disputam os governos do Acre, da Bahia, do Ceará e do Rio Grande do Norte. Neste formato, os socialistas teriam liberdade ainda para alianças com outras legendas como o PDT nos estados.

>>

A estratégia do PT em bagunçar o “meio-campo” da possível aliança dom Ciro Gomes funcionou. O PT e suas artimanhas!


alrn-hoz