Polícia Militar

Governadora autoriza promoção de praças e oficiais da PM

A governadora Fátima Bezerra autorizou nesta segunda-feira (27), a promoção de 323 praças da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, dos quais 292 passarão de terceiro para segundo sargento. Também serão promovidos cinco oficiais. O ato de promoção de três majores ao posto de tenente coronel dentista, um major a tenente coronel veterinário e um capitão a major do quadro combatente será publicado no Diário Oficial do Estado de amanhã, dia 28. A promoção dos praças sai em publicação no boletim interno da corporação.

Com as promoções de agora, chega a 8.204 o número de promovidos na Polícia Militar em três anos do governo da professora Fátima Bezerra.

Este foi o segundo ato desta natureza em pouco mais de um mês. Em 18 de novembro, a governadora autorizou a promoção de 287 alunos à graduação de soldado do quadro de Praças da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, ampliando o efetivo para 8.384 policiais. Foi a primeira promoção de policiais após a promulgação da lei da equidade de gênero – Lei Complementar nº 683, de 27 de julho de 2021 -, que extinguiu a diferenciação por sexo para ingresso nos quadros da Instituição.

A autorização de hoje inclui ainda a promoção de quinze segundos sargentos ao posto de primeiro sargento; quatro primeiros sargentos a subtenente, dez cabos a terceiros sargentos e dois soldados a cabo.

Promoções na PM

Praças: 323

  • 1° Sargento a Subtenente: 04
  • 2° Sargento a 1° Sargento: 15
  • 3° Sargento a 2° Sargento: 292
  • Cabo a 3° Sargento: 10
  • Soldado a Cabo: 02

Oficiais: 05

  • Major a Tenente Coronel Dentista: 03
  • Major a Tenente Coronel Veterinário: 01
  • Capitão a Major do Quadro Combatente: 01

Resumo
Promovidos entre 2019 e 2021

Praças: 8.011
Oficiais: 193
Total: 8.204


senhoritta

Governadora autoriza promoção de novos alunos para o quadro de praças da PMRN

A governadora Fátima Bezerra autorizou nesta quinta-feira (18) a promoção de 287 alunos à graduação de soldado do quadro de Praças da Polícia Militar do Rio Grande do Norte (PMRN), ampliando o efetivo para 8.384 policiais. O ato foi realizado no gabinete da Governadoria, com a presença do comandante geral da PM, coronel Alarico Azevedo, do capitão Queiroz, ajudante de ordem, e de 10 alunos representantes da turma.

Foi a primeira promoção de policiais após a promulgação da lei da equidade de gênero – Lei Complementar nº 683, de 27 de julho de 2021, que extinguiu a diferenciação por sexo para ingresso nos quadros da Instituição.

Durante a solenidade, a governadora fez a entrega simbólica das divisas que serão usadas no fardamento, a partir de agora, pelos novos soldados. A formatura será no dia 03 de dezembro, em cerimônia no Centro de Convenções de Natal.

Aprovados em concurso público de 2018, os praças passaram por curso com carga horária de 1.430 horas/aula, uma das condições básicas para ingressar no Quadro de Praças da Polícia Militar. Após a conclusão das atividades acadêmicas, os novos soldados reforçarão as fileiras do serviço operacional, servindo e protegendo a sociedade potiguar através dos batalhões e companhias da Polícia Militar que guarnecem todo o Estado do Rio Grande do Norte. A prioridade será as unidades recém-criadas.

Esta foi a segunda incorporação de praças aos quadros da PMRN no governo da professora Fátima Bezerra, totalizando mais de 1.300 novos policiais.

Fotos: Raiane Miranda – Assecom/RN


m4net

Subtenente Eliabe cobra condições adequadas de trabalho para Polícia Militar

O deputado Subtenente Eliabe (Solidariedade) externou a sua preocupação e indignação com as condições de trabalho da Polícia Militar no Rio Grande do Norte. Em pronunciamento durante a sessão plenária desta terça-feira (1), na Assembleia Legislativa, o parlamentar relatou exemplos da falta de estrutura da corporação no interior do Rio Grande do Norte e cobrou providências ao Governo do Estado.

“Tenho constatado uma infeliz realidade através das visitas aos batalhões da Polícia Militar no interior do Estado. Trago aqui a minha indignação com a falta de atenção com essa instituição que tem trabalhado incansavelmente para garantir a defesa da vida e patrimônio do potiguar, porém as condições que têm sido oferecidas não são dignas e nem adequadas. O mínimo de segurança que existe nas ruas tem sido fruto da abnegação e sacrifício dos agentes que, muitas vezes, tiram de seu próprio bolso para prover a segurança da população”, disse Eliabe.

O deputado citou como exemplo visita feita na última semana ao 2º e 12º batalhões da Polícia Militar, em Mossoró. O segundo batalhão está literalmente caindo aos pedaços, tendo sido feita uma cotização entre os agentes para manutenção do corpo da guarda, a entrada do quartel. No restante da unidade a situação é deprimente. No décimo segundo batalhão a situação não é diferente. Os profissionais estão tendo que se desdobrar. As poucas viaturas disponíveis não têm condições de uso”, relatou.

Na ocasião, Eliabe reforçou a importância da corporação para a população e cobrou medidas da gestão estadual. “A Polícia Militar é estratégica para uma sociedade harmônica e passiva, mas está relegada ao descaso. Essa realidade está presente em quase todas as unidades potiguares e ouso dizer que se fosse uma empresa privada, estaria quebrada – só funciona pela abnegação dos agentes. Apelo ao Governo para que tome providências rápidas e enérgicas para tirar a Polícia Militar dessa situação humilhante e vexatória”, concluiu.


senhoritta

Mais de 8 mil agentes estaduais de segurança pública trabalham nas eleições

O Governo do RN vai empregar mais de 8 mil agentes na operação de segurança para as eleições deste domingo (15). Os agentes de segurança estarão nas ruas nos 167 municípios. O estado tem 1.539 locais de votação e 2,4 milhões de eleitores que terão a segurança garantida pelas forças estaduais, municipais e federais.

Em todo o estado serão 8.200 mil homens e mulheres da Polícia Militar para garantir a eleição. Deste total cerca de 3 mil estarão em trabalho extraordinário com pagamento de diárias pelo Governo no valor de R$ 2,5 milhões.

O reforço na segurança vai contar com o Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR) agilizando as informações e ações diante das possíveis ocorrência e necessidade de intervenção. A Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) também vai fiscalizar o cumprimento da Lei Seca, que proíbe a venda e consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos no horário das 6 às 18 horas do domingo, dia 15.

O sistema de segurança do Estado (PM, PC, CBM, Itep e Seap) estará atuando integrado às Guardas Municipais em 30 municípios e às Forças Armadas e Federais em 113 municípios.

CIVIL

A Polícia Civil também vai atuar com todo o seu efetivo de 650 agentes. No domingo todas as delegacias estarão abertas para o trabalho ordinário e o extra para a eleição, além de uma parceria com Polícia Federal em Natal, Mossoró, Caraúbas, Pau dos Ferros, Caicó e João Câmara.

BOMBEIROS

O Corpo de Bombeiros Militar estará também em prontidão, inclusive disponibilizando viaturas extras para atender possíveis ocorrências em todo o Estado como combate e prevenção a incêndio e pânico, atendimento pré-hospitalar de urgência, salvamento e outras atividades previstas, nos locais de votação ou em quaisquer outras áreas, caso necessário.

ITEP

O Instituto Técnico e Científico de Polícia (Itep) terá plantões em Natal e Mossoró. O diretor geral Marcos Brandão afirmou que o órgão atuará com equipes de criminalística e perícia para identificação de documentos falsos, possíveis fraudes e irregularidades.


contex

Coronel Azevedo critica humilhação da governadora a policiais em episódio do IFRN

Com mais de 30 anos dedicados à Polícia Militar, o deputado estadual Coronel Azevedo (PSC) criticou a postura da governadora Fátima Bezerra com os policiais militares envolvidos no episódio ocorrido no Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN). “Quero registrar minha indignação e meu apoio incondicional aos policiais militares do meu estado, humilhados pela governadora no episódio lamentável da baderna”, declarou.

O parlamentar ressaltou a postura contrastante de Fátima Bezerra. “Na verdade, a governadora tem se comportado como uma leoa. Uma leoa contra os humildes, contra os policiais, servidores aposentados, funcionários da saúde. Na relação com os poderosos, Fátima se comporta como um cordeirinho, obediente e conivente”, afirmou.

Ainda a respeito do episódio no IFRN, Coronel Azevedo argumentou que “contrariando normas de aglomeração na pandemia do Covid-19, diversas pessoas invadiram o gabinete do reitor e passaram a xingar os policiais militares chamados ao cumprimento do seu dever, de restabelecer a ordem no local”.

Segundo ele, os policiais foram desrespeitados, xingados, humilhados, alguns agredidos e a atitude da governadora Fátima Bezerra foi de punir o chefe da guarnição, num ato absurdo e contrário à realidade dos fatos. “Ela tratou a polícia como inimiga, atingindo a profissionais que agiram no cumprimento do estrito dever legal”, criticou.

Dentro de sua fala, o deputado estadual lembrou o episódio do Consórcio Nordeste e os R$ 5 milhões em respiradores, além das ambulâncias alugadas por 230 mil reais cada que até agora não se tem qualquer explicação. “Vai ficar tudo como está?”, questionou.

Ao encerrar seu pronunciamento, Coronel Azevedo declarou: “só me resta dizer: Governadora, leoa contra os humildes, pede pra sair!”


senhoritta

Ordem de reintegração das terras da Paróquia de Santa Rita foi executada nesta quinta-feira (25)

A Polícia Militar garantiu que os oficiais de justiça da Comarca de Santa Cruz cumprissem a ordem de reintegração das terras da Paróquia. Essa sequência de episódios polêmicos começaram no sábado (20), quando um grupo de pessoas invadiram os terrenos que pertencem à Paróquia de Santa Rita de Cássia, sede da Igreja Católica no município.

A ocupação é considerada irregular, pois as pessoas envolvidas nesta questão não apresentam qualquer relação contratual ou pactuada com a Paróquia. Isso porque alguns agricultores e criadores possuem alguma autorização do pároco para uso das terras.

A PM entrou nos terrenos da Paróquia por volta das 14h30 com um efetivo acima de 20 policiais, muitos veículos e uma pá carregadeira para cumprirem a decisão judicial. Quatro pessoas foram intimadas pelos oficiais e a máquina pesada retirou as demarcações das terras, além de derrubar as barracas que foram erguidas para o acampamento.

ÁREA DAS OCUPAÇÕES

As áreas ocupadas ficam nas proximidades do Hospital Regional Aluízio Bezerra e o Centro de Nefrologia, se estendendo até o bairro Alegre. Boa parte desse setor possui áreas que seriam inadequadas para habitação, além de uma linha transmissão de energia elétrica passar por boa parte dessa área.

A Paróquia tem algumas pessoas que possuem um contrato ou um direito de posse já assegurado, muitos desses com décadas de validade.


contex

Reunião da PM, em Santa Cruz, decide por paralisação das atividades

As informações que circulam nas redes sociais, e confirmado com alguns PM’s em contato com o blog, é a paralisação da Polícia Militar nós próximos dias.

 

A reunião em Santa Cruz deliberou a paralisação em virtude da falta de pagamento da folha de dezembro de 2018, décimo terceiro e outras pendências com os policiais da ativa e reserva.

 

Outras deliberações aconteceram em outros polos e amanhã será em Natal.


senhoritta

Polícia Civil deflagra operação contra o tráfico de drogas em Santa Cruz

Do G1/RN

A 9ª Delegacia Regional de Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar de Santa Cruz, na região Agreste potiguar, deflagrou uma ação de combate ao tráfico de drogas e outros crimes na manhã desta quinta-feira (7). A Operação Atlas, cumpre mandados de prisão e de busca e apreensão emitidos pela Justiça.

Pelo menos quatro prisões foram registradas até a publicação desta reportagem. Um homem e uma mulher foram presos em flagrante por tráfico de drogas, logo após também terem sido alvo de um mandado de busca e apreensão.

Ainda segundo a polícia, outro homem, foi preso por força de mandado de prisão pelo crime de estupro, em um sítio na zona rural do município de Lajes Pintadas.

Um quarto preso já estava custodiado no sistema penitenciário. Ele recebeu voz de prisão e foi informado que tinha um novo mandado de detenção preventiva em virtude de outra investigação contra ele.

Segundo a delegacia, a operação foi batizada de Atlas em alusão ao efetivo da Polícia Civil, “um dos menores do Brasil, em comparação com o tamanho da missão que tem a desempenhar no dia a dia, com investigações que resultam em operações importantes ao longo dos últimos anos”.


r87

Governadora participa da solenidade de troca do comando da Polícia Militar do RN

Recebida com honras militares, a governadora Fátima Bezerra acompanhou, na tarde desta sexta-feira (4), a troca de comando da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. Na ocasião, o coronel Alarico Azevedo assumiu o comando da PM no lugar do coronel Osmar de Oliveira, que segue para reserva. A solenidade ocorreu no quartel do Comando Geral, no bairro do Tirol.

“Agradeço ao coronel Osmar por toda contribuição dada à segurança do RN. E não só quero desejar sucesso ao coronel Alarico, como destacar o profissional da segurança pública extremamente respeitado que ele é. E, sobretudo, com disposição para enfrentarmos aquilo que é nosso dever, que é a nossa missão, a de diminuir os índices de violência e criminalidade que assolam o nosso estado”.

Há mais de 30 anos na corporação, Coronel Alarico ressaltou que é uma honra chegar ao comando da PM. “Todo oficial quando sai da academia deseja alcançar o mais alto posto da corporação”. Ele acrescentou ainda que é um grande desafio, “mas desafio nunca me assustou. Vamos superar todas as dificuldades com trabalho e dedicação para minimizar as ocorrências policiais e trazer de volta a sensação de segurança à população”, disse.

Deixando o posto de comandante da PM, no qual ocupava desde agosto de 2017, coronel Osmar de Oliveira citou a promoção dos militares, concurso, aumento de diárias entre suas ações à frente da PM. “Tivemos uma gestão difícil e cheia de desafios, mas que com um trabalho em equipe, dentro da nossa realidade, conseguimos superar muitas delas”. O coronel também felicitou seu substituto e amigo particular. “Desejo sucesso ao novo comandante na condução da corporação, na certeza que capacidade não lhe falta para isso”, finalizou.

Além da governadora Fátima Bezerra, a cerimônia de troca de comando da Polícia Militar contou com a presença do vice-governador Antenor Roberto, de secretários de Estado, autoridades militares, religiosas e políticas.


r87

Fernanda Costa anuncia instalação de câmeras nas entradas de Santa Cruz

Muito esperada a implantação das câmeras de monitoramento, a prefeita de Santa Cruz, Fernanda Costa, anunciou a pouco a compra e instalação de quatro pontos de observação para a Polícia Militar, com a base operacional na sede do Batalhão.

Além das câmeras, Fernanda Costa anunciou a compra de um drone para uso exclusivo da Polícia Militar nas atividades cotidianas.


contex

Tiroteio entre Santa Cruz e Coronel Ezequiel

Segundo informações da Polícia Militar, um assalto ocorrido em Jaçanã, no escritório da CAERN, foi seguido de uma fuga pela RN-023, ficando encurralado entre Santa Cruz e Coronel Ezequiel, pela PM.

Na troca de tiros que houve, um dos assaltantes foi baleado e foi socorrido pelo SAMU até o Hospital Regional Aluízio Bezerra. Outro foi preso pelos policiais e um terceiro fugiu pela mata às margens da rodovial estadual.

A PM continua no local fazendo buscas para apreensão do terceiro suspeito.


alrn-hoz

Polícias encerram paralisação após reunião com governador

O governador Robinson Faria recebeu, na tarde desta terça-feira (9), representantes dos policiais civis, militares e Corpo de Bombeiros para debater a paralisação da classe, iniciada no último dia 19 de dezembro de 2017. Também participaram da reunião representantes do Ministério Público, Assembleia Legislativa e secretários de Estado.

O presidente a Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais Militares e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN), Eliabe Marques, explicou que aguarda aprovação do Termo de Ajustamento de Gestão (TAG) para encerrar a paralisação. “Vamos nos reunir com a anuência do governador, concordando com todos os termos que foram debatidos em reunião anterior, para redigir esse TAG e submetê-lo em assembleia da categoria e a retornar as atividades”.

O documento só deve ficar pronto na manhã desta quarta-feira (10) e segue para ser apresentado em caráter formal aos policiais, em nova assembleia, com previsão para 10h. O documento contem 18 reivindicações da categoria. “O caminho é pelo encerramento da paralisação. A assembleia já deliberou isso e estamos aguardando o TAG para fazer a leitura junto aos demais companheiros, mas já voltamos ao trabalho amanhã dentro das condições possíveis”, afirmou.

Em assembleia, mais cedo, os policiais civis já tinham aprovado o fim da paralisação. A categoria estava em mobilização desde o dia 20 de dezembro. Com isso, a regularização do atendimento à sociedade nas delegacias e demais serviços já foi normalizado.

Fotos: Ivanízio Ramos


senhoritta

Desastre Robinson: Fala grosso com a PM, fala manso com bandidos

Mais um retrato do total desgoverno Robinson Faria. Os policiais militares seguem na luta por seus salários, aprovam indicativo de greve, cobram condições de trabalho e o Governador Robinson responde assim:

Robinson Faria adota posturas bem diferentes na “guerra” contra a insegurança no RN. Quando as facções se rebelaram dentro de Alcaçuz, o Governo do Estado negociou com os líderes delas, conforme reportagem na grande imprensa (veja matéria). Agora, com a situação insustentável dos atrasos dos salários da Polícia Militar, o Governo adota um perfil bem diferente, fala grosso, não admite isso ou aquilo.

Com os bandidos das facções o governo fala manso e bem calminho… basta ver a realidade em que se encontra o Rio Grande do Norte.


r87

Major Moura pede que população continue acreditando na PM

O mês de julho chegou com um aumento considerável do número de assaltos ao comércio santa-cruzense. Essa nova realidade preocupa a população, nos aspectos da segurança pública e econômico. De acordo com a Polícia Militar, até ontem (14) foram registrados 10 ocorrências no comércio local.

Na madrugada entre a quinta e sexta-feira, a loja A Graciosa foi alvo de furto, com a destruição da vitrine principal da loja e os assaltantes levando muitas peças. Horas mais tarde, um comércio de cimento, próximo ao escritório regional da EMATER/RN, foi alvo de assalto.

Hoje (15), sábado, já existe registro de mais ocorrências no comércio e na feira livre. A situação de insegurança gera críticas da sociedade para o poder público.

O Major Moura, que comanda a Polícia Militar da 4ª Companhia, na região Trairi, falou ao blog sobre esse momento tenso na cidade. Sobre que mensagem ele deixaria para a população, o Major pediu “que a população continue acreditando na PM e colaborando com informações”.

Sobre os últimos assaltos, Major Moura informou que “todos os assaltantes foram identificados” e as medidas cabíveis serão tomadas.


senhoritta

Robinson destaca promoção de seis mil militares

O governador Robinson faria participou do evento que marcou o aniversário de 183 anos da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, na manhã desta segunda-feira (10), com uma solenidade no Teatro Riachuelo, em Natal. O governador Robinson Faria participou do evento e entregou cerca de 300 medalhas de mérito a personalidades militares, civis, autoridades políticas, jurídicas e secretários de Estado que contribuem e se destacam no desempenho profissional e operacional no RN.

O Governador destacou os investimentos que vem realizando na segurança pública. “Em pouco mais de dois anos, fizemos a promoção de cerca de seis mil militares, entre oficiais e praças da Polícia e Corpo de Bombeiros, contemplando quase 80% do efetivo da PM. Em breve lançaremos o concurso público para três mil vagas na corporação e enviaremos a Lei de Organização Básica da PM para a Assembleia Legislativa”, detalhou o governador. Ele ainda completou que “o governo está investindo 14,7% do orçamento na segurança, um valor acima do que vem sendo aplicado nos últimos anos”.

Robinson agradeceu os serviços prestados pela Polícia Militar ao estado. “A instituição tem meu respeito e confiança de que juntos iremos vencer o desafio da segurança e trazer mais tranquilidade ao Rio Grande do Norte”, encerrou.

Foram entregues medalhas de mérito profissional “Coronel PM Bento Manoel de Medeiros”, mérito policial “Luiz Gonzaga”, mérito operacional e de promoção por bravura.


senhoritta

Operação policial em Santa Cruz termina com cinco presos e troca de tiros

As polícias Militar e Civil de Santa Cruz realizaram a operação Pré-Carnaval nesta quarta-feira (15), nos bairros Paraíso e Maracujá. No total, cinco foram presos, mas os policiais enfrentaram resistência e houve troca de tiros.

Dois adolescentes e três maiores de idade foram presos, sendo um deles do bairro Maracujá por força de um mandado de prisão. No bairro Paraíso, a operação realizou um estouro de “boca de fumo”, quando então ocorreu a troca de tiros com os alvos da operação.

Dois bandidos foram baleados na operação no bairro do Paraíso, sendo encaminhados para o Hospital Walfredo Gurgel, em Natal.

A boca de fumo do Paraíso teve apreensão de aproximadamente 10 kg de maconha, e uma certa quantidade de cocaína e crack. Também foram apreendidos dois revolveres e  uma quantia muito alta de dinheiro em espécie, valor não informado pela Polícia.

A operação foi comandada pela delegada Ana Laura da Polícia Civil e o Major Moura da Polícia Militar.


r87

Operação Policial em Santa Cruz

As informações preliminares que chegam ao blog alerta para uma operação policial em Santa Cruz.

Carros das polícias Militar e Civil transitam pelas ruas da cidade excetuando mandados de prisão e apreensão.

Mais informações em instantes.


m4net

Comandante da PM do RN destaca ação policial em Alcaçuz

Utilizando uma imagem aérea de Alcaçuz, o comandante-geral da PM, Coronel André Azevedo, explicou como se deu a ação da polícia nos dias de conflito entre facções na maior penitenciária do estado.

“Nós agimos pautados pela técnica de gerenciamento de crise. Se tivéssemos entrado na penitenciária naquele dia em que as facções se enfrentaram pela segunda vez, nós teríamos tido certamente um número grande de mortos, inclusive de homens nossos. No entanto, agimos na hora certa e só tivemos uma morte comprovada. Esta foi a atuação da Polícia Militar, com base na técnica, na inteligência, e conseguimos preservar vidas e cumprir a lei”, salientou o comandante.

O Coronel André Azevedo destacou ainda a retirada, pelos agentes de segurança, de 18 caçambas carregadas de metralhas, armas brancas e materiais cortantes feitos artesanalmente pelos próprios presos. Em razão do estado de deterioração do presídio, os presos têm utilizado restos de material de construção como armas.


r87

Comandante da PM nega “paredão humano” em Alcaçuz: “polícia, se abrir as mãos, morreu”

Sétimo dia de rebelião, e o comandante-geral da Polícia Militar do RN, coronel André Azevedo, divergiu das palavras do governador Robinson Faria. Em entrevista ao Portal G1, nesta sexta-feira (20), que não havia intenção da corporação de fazer um “paredão humano” para separar facções criminosas na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta.

“Paredão humano, ele [governador] já se desculpou. Ele recebeu uma informação não técnica. Não existe. Lá existe arma de fogo. Polícia, se abrir as mãos, morreu”, disse o comandante. “Nós para entrarmos temos que fazer uma operação complexa, planejada, que envolve muitos materiais, equipamentos armas”, disse.

A afirmação do “paredão humano” foi feita pelo governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), em entrevista ao canal Globo News.

O comandante ainda falou que será formada uma barreira física para separar as facções, e disse que é ilusão imaginar evitar armas nos presídios. “São 5 pavilhões, cerca de 1,4 mil presos. Imaginar que 100 ou 150 homens da polícia entrem e retiram as armas é ilusão. Cada pedaço de ferro é uma arma. A gente recolhe mil. Vamos sair daqui, no mês seguinte tem mais mil. É um esforço jogado fora. Hoje, o sistema prisional, que é a cargo da Sejuc [Secretaria do Estado de Justiça e Cidadania], não é da polícia, eles perderam o controle do sistema prisional”, afirmou.


m4net

Choque entra em Alcaçuz, mas estaciona na área administrativa

O Governador Robinson Faria garantiu que a Polícia Militar iria entrar em Alcaçuz, e assim foi. O Batalhão de Choque entrou novamente na penitenciária, no entanto não tomou completamente o presídio.

Os policiais estão na área administrativa do presídio agora à noite e vai permanecer por todo o período para garantir a segurança da unidade.

Mesmo assim, o Governo não tem a totalidade do presídio sob controle, como prometeu o Governador em entrevista na Globo News, em entrevista com a jornalista Maria Beltrão.


r87