Tomba não vê motivos para “saída” de Garibaldi e Agripino do Senado Federal

Ainda em entrevista ao jornalista Diógenes Dantas, na Rádio 96FM, em Natal, o deputado Tomba Farias ponderou ao falar sobre o cenário político para o Senado Federal. “Ás vezes não temos o direito de fazer mudanças. Nós conhecemos várias mudanças que estão aí. Essas mudanças não fizeram bem para o Rio Grande do Norte. Essas mudanças precisamos analisar”, disse.

Falando diretamente sobre os principais nomes para o Senado, o deputado desqualificou as tentativas de colocar Zenaide Maia como novidade na política do RN. “A política sempre foi feita dessa forma. Garibaldi é um grande nome, Agripino também grande nome, não teno na da contra a deputada Zenaide Maia. Mas me perdoem, ela não é nova, não tem nada de novo. Foi candidata junto com todo mundo há muito tempo, e tomou umas posições recentes (contra o impeachment de Dilma e reformas do Governo Temer). Ela fez parte desse grupo durante muitos anos”, declarou Tomba.

Essa preferência do eleitorado por Zenaide, para o deputado Tomba, é resultado da liderança de Fátima Bezerra. “O nome de Fátima que está puxando nome dela [Zenaide]”. E o mesmo ainda lembrou que mesmo com a suposta “novidade” de Zenaide, ele não acredita ter nomes para superarem o trabalho de “Gari e JaJá”. “Não vejo nomes para suceder e tirar os senadores Garibaldi e José Agripino, que são pessoas que trabalham 24 horas pelo estado, e tudo que tem no Rio Grande do Norte foi feito por eles, na cidade de todo mundo tem”, afirmou.

Apesar de discordar dos números da pesquisa Consult/98FM, Tomba Farias disse respeitar os resultados apresentados pela instituto. “Eu não vejo essa realidade pelos municípios que eu ando, mas pesquisas a gente tem que respeitar”, finalizou o assunto sobre a eleição para o Senado.

Tomba deverá apoiar Garibaldi Filho e José Agripino para o Senado Federal, pelo histórico de apoios dos últimos anos nas articulações de emendas e das eleições municipais e gerais.

Deixe uma resposta


m4net rodapé