Websérie ‘Bora Veranear’ chega ao interior do RN, passando por Tangará, Santa Cruz e Lagoa Nova

Uma mudança radical de cenário no quinto episódio da websérie “Bora Veranear”: após desfrutar das belezas e aventuras do litoral, o programa parte para desbravar as riquezas do interior do estado. O mar vira sertão nessa nova fase do “Bora”, que vai passear por algumas das paragens mais interessantes do interior potiguar, passando por Tangará, Santa Cruz e Lagoa Nova, e contando histórias de cada um, suas tradições religiosas, gastronômicas e paisagísticas. O episodio vai ao ar nesta terça-feira, na TN Play, plataforma de streaming do Sistema Tribuna de Comunicação no Youtube.

O primeiro ponto do “Bora” pelo interior é Tangará, a 90km de Natal. A pacata cidade é conhecida por seu saboroso pastel, cuja fama já atravessou fronteiras e pode ser encontrado em várias partes do estado. É uma marca. Mas nada como ir direto à fonte, e a equipe do programa foi atrás para saber como o adorado petisco virou tradição.

Dizem que o diferencial do pastel de Tangará está na massa, cuja qualidade evita a absorção do óleo, deixando as iguarias sequinhas e leves. O recheio é generoso, e tem variados sabores, desde os tradicionais (queijo, carne moída) até carne de sol na nata.

Foto: Reprodução/TN Online

Turismo religioso

Após o momento gastronômico, a equipe do “Bora” tomou o caminho de Santa Cruz, cidade a 114km de Natal, e epicentro do turismo religioso no estado. Os fundadores da cidade construíram a primeira capela em homenagem à Santa Rita de Cássia em 1825 e desde então ela é padroeira da cidade. O município ganhou o título de “cidade santuário” desde que foi erigida nele a estátua de Santa Rita de Cássia, a maior estátua religiosa da América Latina, maior estátua católica sacra do mundo, e segunda maior estátua do Brasil.

A imagem tem ao todo 56 metros de altura, contabilizando corpo, resplendor e pedestal. Foi inaugurada em 26 de junho de 2010. O “Bora” registrou a fé e a dedicação que o povo e visitantes dedicam ao santuário de Santa Rita, mas não só isso: falou também sobre a questão econômica, como o turismo religioso mudou a face da cidade.

A equipe também foi conhecer a cidade, circularam pelo centro, conheceram a igreja matriz, e mostraram as potencialidades de Santa Cruz. Com a construção desse ponto turístico, a cidade começa a ser conhecida, atraindo cada vez mais turistas. Anualmente, em 22 de maio, dia de Santa Rita de Cássia, mais de 60 mil pessoas costumam vir para a cidade em peregrinação.

A cidade e a serra

O episódio termina em alto astral e temperatura agradável, adentrando o tradicional território seridoense pelo município de Lagoa Nova. A 202 km da capital potiguar, a cidade está localizada na chapada da Serra de Sant’ana. O clima ameno é o principal atrativo turístico do município, que vem procurando tornar sua estrutura cada vez mais aconchegante para receber os visitantes.

A temperatura média costuma ser de 22 graus nos dias mais amenos. A cidade está a 686 metros acima do nível do mar. Admirar a paisagem e sentir a brisa da cidade é um prazer que todo passante experimenta na cidade. Em Lagoa Nova, a equipe do “Bora” finalizou o dia com um belo pôr do sol, apreciado em um dos mirantes da cidade serrana.

O “Bora Veranear” tem o patrocínio da Humana Saúde, Fortur, Matersol, Midway Mall, Ster Bom, VNZ Jeep, Nordestão, Natal Card, Drograria Globo e Sicoob. Apoio Fecomercio, prefeituras de Natal e Parnamirim.

Deixe uma resposta


santa cruz cell