Adutora do Agreste

Deputado Tomba Farias participa de assinatura da ordem de serviço do projeto da Adutora do Agreste

O deputado Tomba Farias (PSDB) participou da assinatura da ordem de serviço, que autoriza o início da elaboração do projeto de implantação da Adutora do Agreste Potiguar, junto com o Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. O evento aconteceu na manhã deste sábado, no auditório da FIERN, em Natal.

“Essa obra é importante para a nossa região, pois vai garantir o abastecimento para muitas cidades. Não podemos continuar sofrendo com essa situação da Adutora Monsenhor Expedito, e a Adutora do Agreste vai ajudar nossa região do Trairi e nossa Santa Cruz”, disse Tomba.

Com investimentos estimados em R$ 260,5 milhões, a Adutora é uma das principais obras hídricas do Rio Grande do Norte. Treze cidades serão beneficiadas diretamente, sendo 10 na região do Agreste (Boa Saúde, Lagoa D’Anta, Monte das Gameleiras, Nova Cruz, Passa e Fica, Santa Cruz, Santo Antônio, São José do Campestre, Serra de São Bento e Serrinha) e três no Litoral Sul (Canguaretama, Serra de São Bento e Pedro Velho). Além disso, outros 25 municípios também serão beneficiados com maior oferta hídrica por conta da redistribuição da água dos Sistemas Adutores Monsenhor Expedito e Espírito Santo.


senhoritta

Rogério Marinho assina ordem de serviço do projeto da Adutora do Agreste

O assunto água volta a pauta do Trairi, dessa vez com um evento neste sábado (19), quando o Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, assina a ordem de serviço para elaboração do projeto de implantação da adutora do Agreste Potiguar. A solenidade acontece em Natal, no auditório da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN), às 10h.

O evento será um seminário sobre o Programa Casa Verde e Amarela, e na ocasião, o Ministro fará a assinatura da ordem de serviço que beneficiará os municípios do Agreste Potiguar com o reforço no abastecimento hídrico.

ADUTORA DO AGRESTE

O Sistema Adutor Agreste Potiguar é de extrema importância para garantia hídrica da Região Agreste e Litoral Sul do Rio Grande do Norte. A obra irá proporcionar o aumento da oferta de água e realizar a integração dos três sistemas adutores existentes atualmente.

De acordo com o MDR, irá garantir a oferta hídrica sustentável por mais 30 anos para 38 municípios, sendo 13 cidades beneficiadas diretamente (Nova Cruz, Santo Antônio, Serrinha, São José do Campestre, Lagoa D’anta, Passa e Fica, Monte das Gameleiras, Serra de São Bento, Boa Saúde e Santa Cruz, Canguaretama, Pedro Velho e Montanhas). Outras 25 cidades restantes indiretamente terão o reforço do abastecimento através da redistribuição da água existente nos sistemas adutores remanescentes Estima-se que 510 mil pessoas serão beneficiadas.

A serão 170,9 km de adutora, com as obras divididas em 3 fases e 9 trechos, com a possibilidade de construção em etapas.


contex

Para Fábio Dias, apenas a Adutora do Agreste resolve o problema do abastecimento em Santa Cruz

O diretor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Santa Cruz (SAAE), Fábio Dias, concedeu entrevista ao programa Repórter 87 FM e falou sobre o abastecimento na cidade, que vem passando por muitos problemas, principalmente nos últimos meses do ano, considerado o período de estiagem.

Entre os assuntos da entrevista, Fábio criticou a falta de regularidade no bombeamento da Adutora Monsenhor Expedito, que já passou muitas horas paradas durante o mês de dezembro. Hidrometração, redes de abastecimento, construção de reservatórios, transparência, cobrança da conta d’água, ação movida contra a CAERN e outros assuntos dominaram a pauta de uma longa entrevista que apresenta muitas informações para os ouvintes e internautas do Repórter 87.

Confira os principais pontos da entrevista:


m4net