SAMU

Municípios do Médio Oeste ganham base do SAMU

A região Médio Oeste contará com uma base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), com sede em Patu. O ato de pactuação com os municípios para instalação da base foi oficializado nesta quarta-feira (20) pela governadora Fátima Bezerra em solenidade com a participação do prefeito Rivelino Câmara e de outros chefes do Executivo municipal da região.

Além de Patu, a unidade do SAMU, a 19ª base no Rio Grande do Norte, terá outros 11 municípios como área de atuação, num total de 70 mil habitantes.

A equipe contará com pelo menos 10 profissionais, sendo cinco condutores e cinco técnicos trabalhando em regime de escala, que serão treinados na base do SAMU em Macaíba.

Pelo acordo estabelecido, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) garantirá a ambulância de suporte básico e a manutenção do veículo, além dos insumos – equipamentos de proteção individual (EPIs), medicamentos e treinamentos. As prefeituras são responsáveis pela escala de recursos humanos (condutores e técnicos de enfermagem).

Esta é a 42ª ambulância de todo o Rio Grande do Norte, entre as unidades de suporte básico e avançado, além do Potiguar 01 que faz o transporte aeromédico.

Acompanharam a governadora os secretários estaduais Fernando Mineiro (Segri), Alexandre Lima (Sedraf), Gustavo Coelho (Sin) e Guilherme Saldanha (Sape); os prefeitos Shirley Targino (Messias Targino), Salomão Gurgel (Janduís), Maria Helena (Olho d’Água dos Borges), Raimundo “Pezão” Pinheiro (Umarizal), Jandiara Jácome (Frutuoso Gomes); Conceição Duarte (Lucrécia); Padre Telmo; vereadores, ex-prefeitos da região.

Fotos: Raiane Miranda – Assecom/RN


m4net

Kleber Rodrigues afirma que gestão da Sesap/RN precisa ter mais atenção ao SAMU

Citando o caso de um paciente vítima da COVID-19 que não conseguiu ser transportado pelo SAMU Estadual, o deputado estadual, Kleber Rodrigues (PL), fez um apelo à gestão da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap-RN) para que tenham mais atenção com o serviço e a população da RN. Seu pronunciamento foi durante a sessão plenária desta quinta-feira (3) na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

“Esse paciente conseguiu ser regulado para uma UTI em virtude da COVID-19 e apresentava saturação de mais de 70%, mas após a regulação, ele ficou esperando até às 18h de ontem para ser realocado para uma UTI e não conseguiu. Fiz diversos contatos, mas infelizmente não tive a sorte dos que conseguem ser atendidos pelo secretário. Ao final do dia a família teve que fazer uma cota para contratar de forma particular uma unidade de terapia intensiva a fim de levar esse paciente para o hospital em Parnamirim”, criticou o deputado.

Kleber Rodrigues fez questão de deixar clara a sua admiração pelos servidores do SAMU: “Eles fazem um belíssimo trabalho, mas os seus gestores precisam ter atenção. Quantos pacientes devem ter necessitado desse serviço e tiveram esse mesmo atendimento que foi dispensado agora?”, questionou o parlamentar.

Ele ainda agradeceu ao secretário de Gestão de Projetos e Metas, Fernando Mineiro, pela atenção dispensada, ainda que o problema não pertencesse à sua pasta. “Mineiro tentou ajudar e se a família não tivesse feito a cota, possivelmente hoje ele não teria nem vida. Quero deixar como mensagem para o secretário a fim de questionar se ele teria essa mesma atenção caso o paciente fosse da família dele. Que fique esse exemplo para que as pessoas passem a ter mais responsabilidade e que os órgãos de saúde tenham mais atenção, mais zelo e mais cuidado”, lamentou.


senhoritta