Monsenhor Raimundo Gomes Barbosa

Monsenhor Raimundo é a segunda figura pública a ganhar um busto nas ruas de Santa Cruz

Não é novidade para você amigo leitor encontrar em grandes cidades monumentos dedicados a figuras públicas, sejam políticos, sacerdotes ou até mesmo atores da sociedade local. O monumento mais antigo e conhecido é do Coronel Ezequiel Mergelino de Souza, primeiro político da cidade a receber o título de prefeito, já na era republicana, nas eleições do início do século XX. Um busto do Coronel foi colocado em praça pública, celebrando o patriarca da uma das famílias mais influentes da cidade durante quase 100 anos.

Geralmente feitas em bronze, material mais fácil para produção de estátuas, as grandes cidades e capitais dos estados estão cheias de estátuas que representam essas figuras importantes de sua história, e muitas vezes controversas ou polêmicas.

O busto inaugurado pela Paróquia de Santa Rita de Cássia, na Igreja de Nossa Senhora das Graças, no Conjunto Cônego Monte, que homenageia Monsenhor Raimundo Gomes Barbosa, é o segundo busto ou estátua em praça pública. Geralmente, as homenagens em Santa Cruz são feitas com fotografias, pinturas ou apenas placas comemorativas, tendo em vista o custo para confecção de estátuas de grande porte.

A merecida homenagem foi aplaudida e comentada pela população, que sempre tem o Monsenhor Raimundo como uma das figuras mais ilustres da nossa história, que em 2023 terá o centenário do seu nascimento, uma data importante que merece ser comemorada pela Paróquia de Santa Rita e toda sociedade.

MONSENHOR RAIMUNDO

Monsenhor Raimundo Gomes Barbosa nasceu em Macau, em 27 de novembro de 1923, filho de José Gomes Barbosa e Cândida Maria Barbosa. Iniciou o aprendizado das primeiras letras com D. Ana dos Prazeres Avelino, sua mãe de criação em escola particular. Foi para o Seminário de São Pedro, em Natal, onde foi matriculado em dois de fevereiro de 1938, fazendo ai o curso secundário.

Rezou a sua primeira Missa, em cinco de dezembro de 1949, na capela do Hospital Miguel Couto e a missa solene, na matriz de Macau. Vaga a paróquia de Santa Cruz, pela saída de Mons. Emerson Negreiro, o Bispo Administrador Apostólico, Dom Eugênio de Araújo Sales, o nomeou pároco dessa comunidade. Foi Secretário de Educação, Diretor e professor do Instituto Cônego Monte e Ginásio comercial. Fundou o projeto Casulo, terminou a construção da Igreja Matriz, modificou o estilo da padroeira e incentivou a prática de esportes. Celebrou centenas de rituais católicos e sociais.

Depois de 15 dias internado na Casa de São Lucas, em Natal, Mons. Raimundo faleceu às 9h15, do dia 7 de outubro de 2005. Foi sepultado na Igreja Matriz de Santa Rita de Cássia, ao lado da Capela do Santíssimo.


contex

Dom Jaime abençoa nova Igreja de Nossa Senhora das Graças

A última noite dos festejos de Nossa Senhora das Graças foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, nesta sexta-feira (26), e ao final da celebração descerrou um busto em homenagem ao Monsenhor Raimundo Gomes Barbosa, ex-pároco de Santa Cruz e fundador do Conjunto Cônego Monte.

A comunidade comemorou o novo templo totalmente reformado, que foi chamado pelo Arcebispo de “igreja com ares de Matriz e até mesmo de Catedral, pela sua beleza e imponência, sendo vista de muitos pontos da cidade por sua localização privilegiada”.

Dom Jaime ainda lembrou da importância de Monsenhor Raimundo para Santa Cruz e o clero da Arquidiocese, sendo “uma figura atuante nas causas sociais da região, e um grande evangelizador do povo de Deus”.

A solenidade de encerramento acontece nesta sábado (27), às 16h, com a Santa Missa e procissão em seguida, presidida pelo Padre Fábio Pinheiro Bezerra, pároco da Paróquia do Santuário dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, no bairro de Nazaré, em Natal.


m4net

Padre Aerton Sales abre os festejos de Nossa Senhora das Graças

O pároco de Nova Cruz, da Paróquia da Imaculada Conceição, Padre Aerton Sales, presidiu a Missa de Abertura das festividades da padroeira do Conjunto Cônego Monte, Nossa Senhora das Graças, nesta quinta-feira (18). Neste ano de 2021, o tema do novenário comemora os 40 anos de fundação do bairro e de exitência da igreja setorial.

A visita do Padre Aerton trouxe muitos católicos de volta para as grandes celebrações da Paróquia, que vivencia as festividades de padroeiro com capacidade completa dos templos. O momento de alegria da comunidade foi ainda mais festejado com a reforma do templo, que perdeu as características de capela e ganhou ares de uma grande igreja, principalmente em suas novas fachadas e uma grande torre.

Ao blog, o Padre Aerton falou da alegria de visitar Santa Cruz. “É sempre bom visitar Santa Cruz, rever tantos rostos conhecidos e matar a saudade dessa comunidade tão fervorosa e fiel. Esta comunidade que foi a casa de Monsenhor Raimundo, ele que participou da sua criação e é sua marca na história da cidade”, disse o ex-pároco, que deixou a Paróquia há 12 anos e hoje desenvolve ações inovadoras na cidade de Nova Cruz, no Agreste Potiguar.

As festividades seguem até o próximo dai 27 de novembro, com a Missa Solene e Procissão da imagem da Virgem das Graças, pelas ruas do Conjunto Cônego Monte.


senhoritta

Imagem da Virgem das Graças é fixada no alto da torre da Igreja do Conjunto Cônego Monte

A reforma da Igreja de Nossa Senhora das Graças avança em uma das etapas mais esperadas pelos paroquianos, em Santa Cruz. A comunidade do Conjunto Cônego Monte parou na manhã desta quarta-feira (10) para acompanhar a fixação da imagem da padroeira, no alto da nova torre.

Com as obras que mudaram totalmente a configuração da igreja, em comemoração aos 40 anos de fundação do bairro e de festividades de Nossa Senhora, uma torre de 12 metros foi erguida, que somada a 4 metros da nova imagem fixada em seu alto totaliza 16 metros de muita beleza e imponência, em um dos pontos mais elevados da cidade de Santa Cruz.

“Nossa obra é uma coroação para esta comunidade que há 40 anos festeja Maria, no princípio com o Monsenhor Raimundo, que além de fundar o bairro, pois a Paróquia doou o terreno para o conjunto habitacional, ele veio morar aqui e ficou até sua morte”, explicou o pároco, Padre Vicente Fernandes, expressando também sua alegria em ver a obra na reta final.

“Estamos colocando as grades de proteção, finalizando a pintura e acabamentos, iluminação, jardinagem e a colocação de um busto em homenagem a Monsenhor Raimundo, lembrado para toda a comunidade quem foi o seu fundador. No alto da torre, fixamos hoje uma imagem de Nossa Senhora das Graças, que lá de cima roga por todos os pedidos de seus devotos”, disse.

Os trabalhos da reforma devem finalizar até a próxima sexta-feira (12), com a primeira missa celebrada no dia 14 de novembro, na primeira eucaristia de crianças e jovens da comunidade. O ápice deste momento será entre 18 e 27 de novembro, com as festividades da Virgem das Graças.

IMAGEM NA TORRE

A ampliação e reforma da Igreja de Nossa Senhora das Graças contemplou todo um serviço de acessibilidade do templo, além de grades de proteção, melhorias no estacionamento, construção de uma torre de 12 metros, nova pintura, novo sistema de iluminação, construção da sala do dízimo e secretaria da igreja e a fixação de uma imagem da Virgem das Graças no alto da torre.

A imagem é de autoria de Ezequiel Quirino, artista plástico de Currais Novos/RN. A mesma tem 4 metros, sendo 3 de metros de imagem e 1 metro de coroa de estrelas.

Uma das novidades será a instalação de um busto do Monsenhor Raimundo, na entrada da igreja, que homenageia o fundador do bairro e idealizador da Igreja das Graças, no Conjunto Cônego Monte, isso há 40 anos.


r87