Garibaldi é recebido por Ubaldo na ZN e por Pepeu e Leo em Passa e Fica

O senador e candidato à reeleição Garibaldi Filho (MDB-RN) participou de duas mobilizações políticas na noite desta sexta-feira (21): na zona Norte de Natal e em Passa e Fica. Em Passa e Fica, uma verdadeira multidão foi às ruas confirmar que apoia a reeleição do senador.

O primeiro compromisso da noite foi realizado numa casa de recepção localizada no bairro Potengi, zona Norte de Natal. Ao lado do vereador e candidato a deputado estadual Ubaldo Fernandes (PTC), Garibaldi recebeu o apoio de eleitores que lotaram o espaço.

Em seguida, o senador foi ao município de Passa e Fica, a 101 quilômetros de Natal, participar de comício em praça pública. Uma multidão foi às ruas confirmar que apoia os candidatos do ex-prefeito Pepeu Lisboa e atual prefeito Leonardo Lisboa (PSD).

O comício contou ainda com a presença do candidato a deputado estadual, Tomba Farias (PSDB), o candidato a deputado federal José Agripino (DEM) e o candidato a senador Antônio Jácome (Pode), além de vereadores e outras lideranças.

Gilcelly Adriano disse que Zenaide Maia destinou R$ 650 mil para Santa Cruz

Em seu discurso, Gilcelly Adriano (PR) criticou o deputado Tomba Farias indiretamente por críticas feitas à Zenaide Maia, candidata ao Senado. O deputado estadual afirmou em suas reuniões que Zenaide Maia prometeu o envio de recursos, e estava esperando estes chegarem até a Prefeitura de Santa Cruz.

A ex-vereadora e ex-candidata a Prefeita afirmou em palanque que Zenaide destinou R$ 650 mil. No entanto, não detalhou sobre estes recursos que a candidata ao Senado Federal teria feito para o município.

Outro fato interessante, é que Zenaide teria articulado a possibilidade de criação de uma UTI em Santa Cruz, “mas a gestão municipal não demonstrou interesse porque os custos eram altos demais”, segundo Gilcelly.

E agora? Quem será que está falando a verdade?

São Bento do Trairi recebe Gustavo Carvalho para um grande comício

O prefeito Keka Araújo mostrou sua força política nesta sexta-feira (21) com uma grande carreata saindo da entrada da cidade de São Bento do Trairi, e encerrando com um comício em praça pública.

Tudo isso para receber Gustavo Carvalho, que tem ajudado o prefeito com emendas e articulações junto ao Governo do Estado.

Durante seus discursos, tanto o prefeito quando o deputado deixaram claro a relação de amizade, que busca ajudar São Bento do Trairi.

Essa movimentação política deixou clara a liderança de Keka no município, com um forte grupo de apoio, além da alta aprovação popular.

Dom Matias Patrício abre os festejos de Tangará à Santa Teresinha

A população tangaraense começou nesta sexta-feira (21) os festejos dedicados à padroeira, Santa Teresinha. O arcebispo emérito de Natal, Dom Matias Patrício de Macedo, foi quem celebrou a primeira noite desta edição 2018, além de ter dado a benção na estátua localizada na praça da Matriz.

As festividades de Santa Teresinha podem ser acompanhadas pelo facebook da Paróquia (www.facebook.com/paroquiasantateresinharn), com transmissões ao vivo, fotos e muitas informações sobre a programação.

O reencontro de Gija e Jorginho

Toda festa de Santa Teresinha é momento de reencontro dos políticos locais. E este ano o ex-prefeito Gija ficou lado a lado com o atual prefeito e adversário político, Jorginho Bezerra, isso já logo no início da noite com o hasteamento das bandeiras.

Amistosamente conversaram na abertura da Festa da padroeira da cidade e ainda foram padrinhos da novena, compondo um local de destaque na assembleia.

Jorginho estava acompanhado a primeira-dama, Marília Bezerra, e Gija estava com sua esposa e ex-prefeita de Sítio Novo, Wanira Brasil.

Completando as presenças políticas na primeira fila estava a vereadora Aninha de Ilo.

As três “Santas Teresinhas” de Tangará foram restauradas

O zelo com as imagens veneradas pelos católicos da cidade de Tangará é uma marca da presença do Padre Lenilson Chagas naquela comunidade. Em pouco tempo de sua chegada, uma grande obra de evangelização, recuperação da autoestima dos católicos tangaraenses e inovações são apenas uma parte dos vários capítulos de sucesso naquela comunidade.

Destaque para uma observação: As três principais imagens de Santa Teresinha, na cidade de Tangará, foram restauradas nestes últimos anos. A principal imagem do altar da Igreja Matriz, uma grandiosa escultura para honrar uma das doutoras da Igreja Católica.

Esta imagem do altar foi alvo de muita polêmica anos atrás, quando o Blog relevou que a comunidade estava incomodada com a falta de zelo para sua conservação. Mas apenas com a chegada de Padre Lenilson foi possível ver o restauro.

Além da principal imagem, a peregrina que percorre as ruas de Tangará em dias festivos como abertura e procissão da padroeira também foi restaurada. E por fim, a estátua localizada da praça da Igreja Matriz também foi recuperada, integrando a obra de reforma do local, implementada pela Prefeitura Municipal.

Tangará se torna um exemplo de cuidado e zelo com seu patrimônio.

Imagem do Altar-Mor da Igreja Matriz, em Tangará. A imagem foi trazida da França pelo Major Theodorico Bezerra e doada à Paróquia.
Estátua de Santa Teresinha, fixada na Praça Major Lula Gomes, a praça da Igreja Matriz da cidade.
Imagem peregrina quer percorre as ruas de Tangará em dias especiais, como a abertura da Festa da Padroeira, e o dia da procissão.

Dom Matias abençoa pela segunda vez a estátua de Santa Teresinha

Uma curiosidade revelada pelo Padre Lenilson Chagas sobre a estátua de Santa Teresinha, em Tangará, que recebeu restauração pela gestão do prefeito Jorginho Bezerra.

Quando inaugurada a praça Major Lula Gomes, com a entronização da estátua, foi Dom Matias Patrício de Macedo que abençoou a imagem. Passadas décadas, com a reconstrução implementada pela Prefeitura Municipal, a estátua ganhou a sua recuperação, e foi Dom Matias que novamente deu a bênção à imagem da padroeira de Tangará.

Este momento integrou a abertura das festividades da padroeira da cidade, com a Igreja Matriz lotada de devotos para a “santinha das rosas”.

Prefeito Jorginho entrega estátua de Santa Teresinha restaurada

O prefeito Jorginho Bezerra entregou nesta sexta-feira (21) à população de Tangará a estátua de Santa Teresinha, na Praça Major Lula Gomes, a Praça da Igreja Matriz, reformada pela gestão municipal.

Além da estátua, que era o último ponto da estrutura da nova praça, o Prefeito Jorginho conseguiu com o Governo do RN asfaltar as vias laterias da Igreja Matriz, garantindo uma melhora qualidade para o tráfego de veículos naquele trecho da cidade.

A estátua de Santa Teresinha, há anos necessitando de restauração, na atual gestão foi finalmente recuperada e entregue à população, na abertura do novenário da padroeira da cidade.

“Ficamos felizes em entregar a estátua da nossa padroeira, em um espaço bem mais bonito e recuperado pela nossa gestão. A imagem agora fica bem mais visível para quem passa pela nossa rodovia federal, que pode vislumbrar a nossa linda Igreja Matriz e também a sua padroeira”, disse Jorginho.

Uma carreata com a imagem peregrina da padroeira percorreu as principais ruas da cidade, com o pároco local, Padre Lenilson Chagas. O arcebispo emérito de Natal, Dom Matias Patrício de Macedo, foi quem abençoou a estátua restaurada, com a presença do prefeito e autoridades civis.

Pesquisa Opine/Band para Senado no RN

A pesquisa do Instituto Opine, divulgada pela Band Natal, também tem números para o senado, na qual o Capitão Styvenson lidera, seguido de Garibaldi, Geraldo e Zenaide.

  • Capitão Styvenson (Rede) – 21,1%
  • Garibaldi Filho (MDB) – 18,5%
  • Geraldo Melo (PSDB) – 17,3%
  • Zenaide (PHS) – 16,6%
  • Jácome (Pode) – 5%
  • Alexandre Motta (PT) – 3,3%
  • Magnólia (SD) – 2%
  • Ana Célia (PSTU) -0,5%
  • Jurandir Marinho (PRTB) – 0,5%
  • Telma Gurgel (PSOL) – 0.5%
  • Professor Lailson (PSOL) – 0,4%
  • João Morais (PSTU) – 0,3%
  • Levi Costa (PRTB) – 0 0,3%
  • Joanilson (DC) – 0,2%
  • Napoleão (Rede) – 0,2%
  • Não sabem – 58,9%
  • Não responderam – 0,5%
  • Não responderam – 54%

MPF discute andamento de obra e de estudos relacionados à Barragem de Oiticica

O Ministério Público Federal (MPF) se reuniu, em Caicó, com representantes de diversos órgãos envolvidos na construção da Barragem de Oiticica, em Jucurutu. No último dia 29, membros do Departamento Nacional de Obras contra a Seca (Dnocs) e da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh/RN) relataram detalhes da obtenção de recursos para conclusão dos trabalhos, enquanto cinco dias antes foi a vez de o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) tratar das questões ligadas aos sítios arqueológicos existentes na área. Um novo encontro com a participação do Iphan foi realizado nessa segunda-feira, 17, em Jucurutu.

As duas primeiras reuniões foram promovidas pela procuradora da República Maria Clara Lucena, na sede da PRM-Caicó, como parte do inquérito civil aberto para acompanhar e fiscalizar as obras sociais relacionadas à barragem. Na do dia 29, o diretor administrativo do Dnocs, Gustavo Henrique de Medeiros, afirmou existir para este ano R$ 76 milhões já empenhados e outros R$ 56 milhões decorrentes de emendas de bancada aprovadas – mas ainda não empenhados -, totalizando R$ 132 milhões.

Para 2019 existe no Projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) R$ 2,5 milhões a serem aprovados, somado a uma emenda de mais R$ 32,5 milhões. O valor atual da obra é de R$ 550 milhões. Parlamentares potiguares, porém, teriam assegurado, em reunião com a comunidade, que irão garantir os recursos para a conclusão da obra até o fim de 2019, através de emendas de bancada.

Também participaram da reunião o procurador do Estado Francisco de Sales e o titular da Semarh, José Mairton França, que levaram informações sobre os valores investidos na realocação dos moradores da região, bem como a respeito das desapropriações e dos respectivos pagamentos. A procuradora da República alertou que uma perícia do MPF já apontou graves falhas estruturais na construção das casas que receberão os moradores realocados.

Quando o laudo definitivo sobre essas falhas for concluído, o documento será encaminhado à Semarh. Os representantes da secretaria afirmaram que a queda de alguns painéis e paredes de alvenaria foi ocasionada por fortes ventos e pela falta de cintas de amarração, mas que não houve queda de casas e o prejuízo caberá à empresa construtora.

Falta de estudos – Na reunião do dia 24, o superintendente substituto do Iphan no Rio Grande do Norte, Márcio Alekssander Granzotto, esclareceu a situação dos embargos. A chamada bacia hidráulica (área alagável da barragem) está totalmente embargada até que seja feito o resgate arqueológico ou a adoção de medidas compensatórias. Além disso, a área da chamada Barragem Auxiliar II e da Jazida Santa Clara estão momentaneamente embargadas, já que ainda não houve renovação do contrato de monitoramento desses espaços (feito por arqueólogos).

Segundo o Iphan, todas as pendências poderiam ter sido evitadas se, durante o licenciamento ambiental da obra, o Instituto de Desenvolvimento e Meio Ambiente (Idema/RN) tivesse acionado o Iphan – bem como a Funai e a Fundação Palmares – para que fossem realizados na área os trabalhos que subsidiariam a chamada Licença Cultural.

De acordo com Márcio Alekssander, se tivesse conhecimento da existência dos sítios arqueológicos antes do início da construção, o Iphan poderia ter solicitado mudanças no projeto para que não fossem atingidas áreas de relevância cultural, evitando os embargos. As obras, no entanto, iniciaram em 2011 e somente em 2013 o instituto tomou conhecimento de ocorrências arqueológicas na área. Houve então um embargo inicial e o Governo do Estado apresentou um diagnóstico que identificava apenas dois sítios de gravura e dois sítios líticos (de objetos/rochas).

No entanto, novas informações foram surgindo e dão conta da existência de outros sítios arqueológicos e painéis de gravuras (mais de 90 no total). O superintendente explicou ainda que tanto a apresentação do diagnóstico quanto do relatório de prospecção – que deveriam ter sido elaborados antes da obra – são obrigações do empreendedor.

TAC – Atualmente, indica o Iphan, cabe ao Governo do Estado promover um novo diagnóstico, com uma “reprospecção” da área, “uma vez que o estudo inicial foi mal feito”. Esses serviços duram, em média, um ano. O instituto propôs que o trabalho seja feito em etapas, permitindo à Semarh controlar o enchimento da barragem à medida que o estudo for sendo concluído.

Caso as medidas necessárias não sejam adotadas, a obra deve continuar embargada, daí a importância de o Governo do Estado agilizar as providências. Para o MPF, é fundamental que o Iphan cobre as ações necessárias, evitando que a barragem fique pronta ainda com as pendências, o que resultaria em muita pressão, inclusive da comunidade, pelo fim dos embargos, independente das solução dos problemas.

A procuradora da República se dispôs, caso necessário, a acompanhar as negociações, inclusive ressaltando a possibilidade de assinatura de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), no qual poderiam ser definidos prazos e sanções. A Semarh, por sua vez, alegou que precisa de uma definição do Iphan quanto aos serviços necessários para o licenciamento cultural e questionou o elevado custo de alguns dos serviços solicitados. Um contato com um arqueólogo já vinha sendo buscado pela Semarh e, após a apresentação dos projetos, o termo de referência deverá ser encaminhado ao Setor de Perícias em Arqueologia do MPF, para análise.

Licenciamento – No último dia 17, uma nova reunião foi realizada a respeito do assunto, tendo sido promovida pelo Centro Judiciário de Solução de Conflitos de Caicó e presidida pelo juiz de Direito Adriano da Silva Araújo, na Câmara de Vereadores de Jucurutu. Na ocasião, o representante do Iphan, Márcio Alekssander, expôs a problemática do licenciamento cultural da barragem ao público em geral e aos representantes dos órgão públicos presentes, além da importante participação do Movimento dos Atingidos e Atingidas pelas obras da Barragem de Oiticica.

Ele relatou o histórico do licenciamento e afirmou que o termo de referência listando os serviços necessários já havia sido encaminhado à Semarh. O Iphan agora aguarda as providências a serem tomadas pelo empreendedor para dar prosseguimento ao licenciamento cultural.

Números da Band apontam vitória de Fátima no primeiro turno

Algo comentado, não certo ainda. A eleição do RN seria definida em primeiro turno?

A pesquisa do instituto Opine, de Pernambuco, divulgado pela Band RN mostra que Fátima Bezerra vence em primeiro turno, vejam os números:

  • Fátima Bezerra (PT) – 34,6%
  • Carlos Eduardo Alves (PDT) – 18,3%
  • Robinson Faria (PSD) – 9,1%
  • Breno Queiroga (SD) – 0,8%
  • Carlos Alberto (PSOL) – 0,8%
  • Dario Barbosa (PSTU) – 0,2%
  • Freitas (Rede) – 0,1%
  • Heró Bezerra (PRTB) – 0,1%
  • Não sabe – 17,7%
  • Nenhum – 18,6%

Seis deputados governistas temem ficar sem mandato

Por Alexandre Cavalcanti

A coligação governista para deputado estadual, – PSD/PSDB/PR/PSB/PRÓS -, hoje com 15 parlamentares, deve emagrecer na próxima legislatura. Dos 15 deputados, 14 são candidatos à reeleição, – exceção apenas para Dison Lisboa(PSD). Além dos deputados, a coligação conta ainda com cinco outros fortes candidatos: Terezinha Maia (PR), Jorge do Rosário (PR), Dra. Ederlinda(PSD), Gustavo Costa(PSD) e Ivan Júnior(PSD).

Os últimos cálculos apontam para a possível eleição de 10 a 11 deputados governistas. Já aí, quatro parlamentares não serão reconduzidos. Mas existe, ainda, outra conta: pelo menos dois dos novos candidatos já estariam comprando a roupa da posse. Terezinha Maia(PR), mulher do prefeito de São Gonçalo, e Jorge do Rosário (PR), empresário mossoroense, desbancariam mais dois atuais deputados.

Confirmados esses cálculos, seis dos atuais deputados do governo estariam com seus dias contados na Assembléia Legislativa. Há quem aposte, também, na eleição do filho de José Adécio, Gustavo Costa (PSD) e da Dra. Ederlinda, cunhada do prefeito Fernando Cunha, de Macaíba.

“Grupo de Gija perde lideranças”, afirma Nilson Lima

O vereador de Tangará, Nilson Lima, que também é apresentador do programa Esquina da Política, na TV Web Central, falou um pouco sobre o panorama político do município, que parece seguir fragmentado em três frentes: Gija, Dr. Airton e Jorginho.

“É notório o enfraquecimento de Gija e a saída das pequenas lideranças do grupo. Diariamente estão perdendo muitas lideranças. O grupo de Gija se resume na Câmara aos vereadores Chicuta e Patrício, perdeu alguns vereadores e está perdendo lideranças dentro do grupo. Muitos tem migrado para o Dr. Airton, que fez parte do grupo nas últimas eleições”, disse.

O voto ao Vivaldo Costa também foi citado. “Essa insistência de Gija em votar no mesmo deputado [Vivaldo Costa] toda eleição não tem agradado”, disse Nilson.

O cenário é polarizado nas eleições até nos apoios. Gija vota em Vivaldo Costa e José Agripino; Jorginho vota em Gustavo Carvalho e Rogério Marinho; Dr. Airton vota em Tomba e seus candidatos; o grupo de Erociano e Thiago votam em Ezequiel Ferreira e Fábio Faria; e ainda tem um grupo votando em Ubaldo Fernandes.

Caern abre período de inscrições para concurso público

Estão abertas a partir desta quarta-feira (19), e até o dia 21 de outubro de 2018, as inscrições para o concurso público que será realizado pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), com vagas e formação de cadastro de reserva para os cargos de Administrador, Analista de Sistema, Contador, Economista e Técnico em Segurança do Trabalho.

O concurso será conduzido pelo Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo – IBADE, com provas marcadas para o dia 18 de novembro próximo. A taxa de inscrição para o cargo de nível médio é R$ 50,00; e para as funções de nível superior, R$ 88,00. De 26 de setembro a 2 de outubro, estará aberto o período para solicitação de isenção da taxa de inscrição, nos casos previstos no edital.

Além das provas objetivas, discursivas e da redação, o concurso também terá a prova de títulos, sendo titulação acadêmica e experiência para o nível superior, e experiência para nível médio.

O Edital completo e seus anexos estão disponíveis no site www.ibade.org.br, para consulta e impressão. Informações gerais do concurso podem ser obtidas no site ou por meio dos telefones (21) 3674-9190/3527-0583 – Rio de Janeiro – (84) 3026-0575 Natal/RN ou pelo e-mail atendimento@ibade.org.br.

Carlson Gomes acredita que votação de Tomba em Currais Novos será “consagradora”

Na reta final da campanha, o deputado estadual Tomba Farias (PSDB) vem reforçando a sua presença em Currais Novos, município onde morou nos anos 80 e mantém até hoje fortes laços de amizade.

Ontem, quarta-feira (19), o parlamentar caminhou pelas ruas da cidade, ao lado do secretário de Habitação de Natal, Carlson Gomes, que é filho do saudoso ex-prefeito Geraldo Gomes e líder politico no município.

Nesta quinta-feira, dia 20, Tomba faz um novo corpo-a-corpo com o eleitorado residente no bairro Paizinho Maria.

Carlson Gomes, que na última eleição para prefeito de Currais Novos foi o segundo candidato mais votado, obtendo 9.628 votos, acredita que o parlamentar terá no município o que chamou de ‘votação consagradora’. “Estamos trabalhando para fazer de Tomba o deputado mais votado de Currais Novos, pois ele é como se fosse um filho da terra”, revela.

Segundo ele, o contato direto com o eleitorado fortalece cada vez mais a candidatura de Tomba Farias. Para Gomes, ao longo do seu mandato, o parlamentar tem beneficiado Currais Novos com ações em áreas como recursos hídricos, serviços urbanos, saúde e economia.

[Datafolha] Bolsonaro melhora desempenho no segundo turno. Ciro lidera todos os cenários

Os cenários do segundo turno são favoráveis para Ciro Gomes, mas o Fernando Haddad cresceu nas pesquisas, e Bolsonaro melhora seu desempenho.

Eis os números:

  • Ciro 42% x 31% Haddad (branco/nulo: 25%; não sabe: 3%)
  • Marina 37% x 37% Haddad (branco/nulo: 24%; não sabe: 2%)
  • Ciro 45% x 31% Marina (branco/nulo: 22%; não sabe: 2%)
  • Haddad 41% x 41% Bolsonaro (branco/nulo: 15%; não sabe: 2%)
  • Alckmin 39% x 35% Haddad (branco/nulo: 24%; não sabe: 3%)
  • Ciro 45% x 39% Bolsonaro (branco/nulo: 14%; não sabe: 2%)
  • Alckmin 39% x 36% Marina (branco/nulo: 23%; não sabe: 2%)
  • Alckmin 40% x 39% Bolsonaro (branco/nulo: 19%; não sabe: 2%)
  • Ciro 41% x 34% Alckmin (branco/nulo: 22%; não sabe: 2%)
  • Bolsonaro 42% x 41% Marina (branco/nulo: 16%; não sabe: 2%)

Ezequiel participa da reunião geral, em Mossoró, ao lado do vereador João Gentil

Em Mossoró, o deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB) foi recebido em caloroso encontro com lideranças, amigos e correligionários do vereador João Gentil, no início da noite desta quarta-feira (19).

Também participaram da reunião geral; Tião Couto, candidato a vice-governador na chapa encabeçada pelo governador Robinson Faria e o candidato a deputado federal, Fábio Faria.

[Datafolha] Haddad e Ciro estariam empatados em nova pesquisa

A diferença entre Haddad (PT) e Ciro (PDT) na pesquisa Datafolha já mostra um cenário indefinido para a segunda vaga, no segundo turno. A margem de erro é 2 pontos percentuais para mais ou para menos, com 8.601 eleitores em 323 municípios entre os dias 18 e 19 de setembro, com registro de BR-06919/2018. O nível de confiança é de 95%, sendo contratada pela TV Globo e o jornal Folha de S. Paulo.

Eis os números:

  • Jair Bolsonaro (PSL): 28%
  • Fernando Haddad (PT): 16%
  • Ciro Gomes (PDT): 13%
  • Geraldo Alckmin (PSDB): 9%
  • Marina Silva (Rede): 7%
  • João Amoêdo (Novo): 3%
  • Alvaro Dias (Podemos): 3%
  • Henrique Meirelles (MDB): 2%
  • Vera Lúcia (PSTU): 1%
  • Guilherme Boulos (PSOL): 1%
  • Cabo Daciolo (Patriota): 0%
  • João Goulart Filho (PPL): 0%
  • Eymael (DC): 0%
  • Branco/nulos: 12%
  • Não sabe/não respondeu: 5%

Ceres-Caicó realiza seminário sobre História, Cultura e Poder

O Seminário de Relançamento do Grupo de Pesquisa História, Cultura e Poder (GPHCP) acontece nesta quarta-feira, 19, com o título “Há 50 anos de 1968: possibilidades de uma História Política para o século XXI”, no Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres-Caicó) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O evento é voltado para professores e alunos do curso de História e demais graduações do Ceres.

Realizado pelo Departamento de História do Ceres, o seminário terá palestras de especialistas em História Política, além da exibição de obras audiovisuais pertinentes à área. O objetivo é divulgar o GPHCP e aproximar os estudantes do curso de História da pesquisa e da extensão, bem como abrir as portas para trocas com outros cursos do Centro e de outras instituições de ensino básico e superior de Caicó e da comunidade em geral.

GPHCP
O Departamento de História do Ceres (DHC) formou o Grupo de Pesquisa História, Cultura e Poder (GPHCP) em 2010, o qual ganhou força com a entrega do prédio dos laboratórios de História do Ceres-Caicó, em 2015. A criação do Laboratório de História e Práticas de Pesquisa (LHCP) foi outra conquista, no ano de 2017.

Segundo turno tem cenários indefinidos

Confira os dados de segundo turno para diversas simulações com os candidatos mais bem posicionados:

  • Haddad 40% x 40% Bolsonaro (branco/nulo: 15%; não sabe: 5%)
  • Ciro 40% x 39% Bolsonaro (branco/nulo: 15%; não sabe: 6%)
  • Alckmin 38% x 38% Bolsonaro (branco/nulo: 18%; não sabe: 6%)
  • Bolsonaro 41% x 36% Marina (branco/nulo: 18%; não sabe: 5%)

Para ter noção de como o cenário segue polarizado para Bolsonaro e Haddad, Ciro Gomes abria 11 pontos contra Bolsonaro, agora estão empatados.

Todos os candidatos venciam Bolsonaro no segundo turno, agora empatam ou perdem para o candidato do PSL.

O empate de Haddad e Bolsonaro nos faz lembrar 2014, que dividiu o país em defensores de Dilma e algozes da ex-presidenta. Cenário destrutivo para recuperar o país.