Marco Celito afirma que Santa Cruz volta a caminhar para frente

Em agenda administrativa em Natal/RN, Marco Celito assinou o convênio que garante os recursos para o teleférico, o aporte final é de R$ 1.800.000,00 (um milhão e oitocentos mil reais). “Depois de dias de incertezas, recebemos essa notícia com muita alegria, é um sinal de que a nossa cidade volta a caminhar para frente. Reconheço a importância desse projeto para o fortalecimento do nosso turismo religioso e o impacto positivo no aspecto econômico. É um projeto idealizado pela gestão da ex-prefeita Fernanda Costa e que faremos de tudo para contribuir da melhor maneira possível para a sua efetivação”, afirmou o prefeito.

A obra do Teleférico de Santa Cruz agora tem todos os seus recursos garantidos. O valor liberado nesta terça-feira (18) será utilizado para a conclusão da última etapa da construção do equipamento turístico.

Nome do ex-prefeito Péricles Rocha é o mais aceito na oposição para eleição suplementar

Um nome voltou a subir na cotação política de Santa Cruz.

O ex-prefeito Péricles Rocha (PSD), que tem partido político sob controle da oposição, sem risco de ficar sem legenda, voltou a circular entre o grupo e pode ser uma das apostas para a eleição suplementar.

O blog conversou com alguns integrantes da oposição e eles afirmaram: “Péricles é o nome mais seguro e com credibilidade para essa eleição”.

Resta saber se existem outras questões legais que garantam a pré-candidatura de Péricles Rocha.

Até o fechamento da matéria, o blog não conseguiu contato com o ex-prefeito.

QUEM É?

Péricles foi prefeito de Santa Cruz entre 2009 e 2012, eleito em 2008 como o sucessor do legado da gestão Tomba Farias (2001-2008). Em setembro de 2011, Péricles e Tomba romperam politicamente, diante de uma realidade bem divergente entre os dois líderes.

Péricles se aproximou da oposição, Tomba reagrupou seus tradicionais aliados. A eleição foi uma das mais agitadas e acirradas dos últimos 20 anos.

Depois que deixou a prefeitura apoiou a candidatura de Robinson Faria ao governo e foi nomeado para a direção administrativa da EMATER.

Atenção! Bondinhos prontos para embarcar

Com as últimas definições para implantação do teleférico, o deputado Tomba Farias confirmou ao Blog, nesta terça-feira (18), que essa liberação de recursos é o último passo antes dos bondinhos embarcarem.

“Estamos diante de um grande passo para o turismo do RN e da nossa querida Santa Cruz. Eu acho que será uma das grandes obras para nossa cidade, vai colocar o Santuário ainda mais em destaque no roteiro turístico religioso, e ainda vai aquecer a economia local”, avaliou o deputado.

Sobre a política local, Tomba evitou comentar, apenas disse: “Eu acho cedo discutir isso. Temos que garantir os recursos que Santa Cruz precisa nessas mudanças de governos federal e estadual, depois é que vamos falar em eleição. A cidade precisa recuperar esses dias perdidos, e o processo no TSE ainda está em andamento. Nossa prioridade é ajudar o prefeito interino, Marco Celito, a encerrar um 2018 com muita paz para Santa Cruz”, finalizou.

Com os últimos recursos para o teleférico, os bondinhos estão prontos para serem enviados para as terras potiguares. Vamos aguardar os próximos passos da implantação dessa que é a maior obra em recursos e implantação na região do Trairi.

Quem foi o(a) melhor prefeito(a) em 2018, na região do Trairi?

Hora de avaliar qual foi o gestor municipal da região Trairi que se destacou nas suas ações durante 2018. Na lista ainda tem o nome de Fernanda Costa, que durante 11 meses esteve no cargo da chefia municipal de Santa Cruz, mas no dia 27 de novembro foi cassada e afastada pela Justiça Eleitoral.

Nas enquentes não iremos considerar qualquer governo interino, por considerar momentos transitórios, sem tempo suficiente para legitimar alguma ação de governo.

Quem se destacou na região Trairi?

Quem foi o(a) melhor prefeito(a) em 2018, na região do Trairi?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Qual entidade espiritual encomendou a pesquisa que circulou em Santa Cruz?

Todo mundo quer saber…

Quem foi que contratou um instituto de pesquisa que circulou por Santa Cruz nesta segunda (17) e terça-feira (18)?

O blog consultou membros da situação e oposição, mas nenhum assumiu a contratação da mesma.

Então, o que nos leva a crer que alguma entidade espiritual foi responsável por este ato.

O candidato é Ivanildinho!

Não quero entrar em preferências partidárias ou de grupos de políticos. Mas vamos aqui fazer uma aposta.

Muita “zuada” na cidade sobre a guerra partidária entre situação e oposição. Cada grupo que busca seus espaços ou bloquear o outro.

Lógico, que o principal tema é a (pré)candidatura de Ivanildinho Ferreira, ou por questões partidárias ou por questões judiciais.

No final, prefiro acreditar o que diz uma fonte segura com muita veemência: “O candidato é Ivanildinho!”

Com tanta confiança, quem é que vai duvidar?

Eu não vou…

Marco Celito assina convênio do Teleférico

O prefeito interino Marco Celito coloca seu nome na história de Santa Cruz e assinou o convênio que garante mais recursos para o teleférico, na fase final de implantação.

Marco esteve assinando a documentação, encerrando mais uma etapa da maior obra da história do município.

Justiça determina que Marco Celito ocupe chefia do executivo e legislativo

Uma decisão do poder judiciário, na comarca de Santa Cruz, surpreendeu nesta terça-feira (18). O juiz Ederson Solano determinou que o prefeito interino, eleito presidente da Câmara Municipal na última sexta-feira (14), deve ocupar a chefia dos dois poderes até

Confira a decisão:

D E S P A C H O

Analisando os autos, observo existir pedido para que este juízo esclareça quem deve presidir a Câmara Municipal de Santa Cruz/RN até o término do presente biênio 2017/2018, porém, sob dois aspectos não incumbe a este juízo tal manifestação.

Primeiro, cumpre frisar que objeto desta demanda, conforme a inicial, seria a determinação da publicação de Edital de Eleição Suplementar para a composição dos 04 (quatro) membros da mesa diretora da câmara, de forma que o pedido formulado na petição retro foge ao objeto da ação, na medida em que indaga a este Juízo sobre quem deveria presidir o legislativo municipal no próximo biênio.

Segundo, entendo que tais esclarecimentos devem ser feitos pelo Tribunal Regional Eleitoral, órgão que lavrou o acórdão que determinou a cassação do Chefe do Poder Executivo, e, ao mesmo tempo, determinou que o Chefe do Legislativo Municipal passasse a exercer a Chefia do Executivo, estipulando interinidade cujos contornos, ao que indica a petição ora analisada, não parecem claros ao peticionário. Observe-se que, no caso dos vereadores, consoante já decidido nestes autos, não há que se falar em interinidade, mas sim na plena assunção das funções parlamentares pelos suplentes diplomados.

É necessário destacar que, caso tenha havido obscuridade ou omissão do referido acórdão, quanto ao esclarecimento dos efeitos que a assunção da Chefia do Executivo pelo Presidente da Casa Legislativa acarretam para esta autoridade, ou seja, se a referida interinidade implica no exercício cumulativo de tais atribuições executiva e legislativa, ou se a posse no cargo executivo implica no afastamento do cargo legislativo – e até que ponto isso ocorre -, tal omissão deve ser sanada, obrigatoriamente, junto ao órgão judicial prolator da decisão, sob pena de flagrante desrespeito e reprovável apropriação de sua competência e mesmo de sua autoridade.

Em outras palavras, adentrar nesse mérito seria uma verdadeira usurpação da competência do TRE, pelo que devem os causídicos, em caso de omissão ou obscuridade, apresentar recurso próprio perante aquele Tribunal, haja vista que partiu dele a determinação de que o chefe do poder legislativo assumisse o poder executivo, cabendo, por conseguinte, a ele esclarecer os desdobramentos da interinidade imposta por sua decisão. Pelo exposto, ao fito de evitar absurda intromissão na competência do TRE/RN, bem assim em respeito ao princípio processual da correlação, deixo de apreciar o pleito de Genicleide Azevedo, no documento com ID nº 35581996.

Publique-se. Cumpra-se.

SANTA CRUZ/RN, 17 de dezembro de 2018

EDERSON SOLANO BATISTA DE MORAIS

Juiz(a) de Direito

Teleférico tem recursos liberados para sua conclusão

Foto Divulgação/Prefeitura Municipal

Reta final das obras do Teleférico de Santa Cruz, e o deputado estadual Tomba Farias (PSDB) comemorou na tarde desta terça-feira (18), a liberação do aporte final de R$ 1.800.000,00 para sua implantação. O parlamentar também agradeceu ao presidente da República, Michel Temer, que deu essa importante notícia para a população do município de Santa Cruz e da Região Trairi.

Confira o vídeo:

Oposição deve recorrer da realização de segunda sessão para eleição do 2º biênio

O blog conversou com algumas fontes da oposição, e eles confirmaram que irão recorrer da realização da segunda eleição ocorrida na última sexta-feira (14). Isso porque, conforme o argumento dos vereadores da oposição, a decisão judicial determina realização apenas de uma eleição da mesa diretora, para o biênio 2017-2018.

O pedido de ocorrer uma eleição para o 2º biênio foi solicitado ao final da sessão especial, quando Marco Celito já estava em suas funções da Mesa Diretora.

A oposição se recusou votar e participar dessa eleição, se retirando do plenário da Câmara.

Mais uma judicialização desse processo de interinidade do executivo e legislativo.

Jackson Renê é o pré-candidato do PSB na eleição suplementar de Santa Cruz

O vereador Jackson Renê acaba de anunciar ao blog que será candidato na eleição suplementar de Santa Cruz, prevista para o dia 03 de fevereiro de 2019.

Jackson afirmou que em conversa com o deputado Rafael Motta, presidente da legenda no estado, decidiram que o PSB terá um candidato a prefeito em Santa Cruz, e será ele o principal nome discutido pelo partido.

Essa novidade tumultua mais ainda a “guerra partidária” que se inicia para as eleições suplementares.

Área Pastoral de Japi e São Bento conquista o seu veículo oficial

Agora as comunidades de Japi e São Bento do Trairi conquistaram a compra do seu carro oficial, que será utilizado pelo Padre João Maria Dias nas atividades da nova Área Pastoral.

O Padre Vicente, que acompanha a implantação dessa nova área pastoral, como um tutor desse processo, comentou que esse é um passo importante para maior atividade daquelas comunidades.

Tomba Farias visita o novo prefeito interino e coloca seu mandato à disposição

O deputado estadual Tomba Farias visitou o novo prefeito interino, vereador Marco Celito, para saudar pela conquista e colocar seu mandato à disposição da sua passagem pelo executivo. “Quero agradecer a você Marco e os vereadores por ajudarem Santa Cruz a continuar no caminho certo. Essa cidade sofreu muito, mas com vocês agora tudo vai se resolver”, disse Tomba.

Tomba ainda comentou a situação de Santa Cruz. “Eu conversava com os servidores efetivos, graças a eles a cidade não parou. Nós acompanhamos o episódio ridículo de portaria que nomeava, que exonerava, depois anulava outro ato e não exonerava, e os próprios comissionados não sabiam qual era a sua situação. Os contratados tiveram medo, os fornecedores não tiveram confiança com uma gestão que ia passar poucos dias e implantou o caos na cidade”, comentou.

Marco Celito agradeceu a Tomba por ter encaminhado sua candidatura na época, e apoiou sua intenção de ser candidato a vereador em 2016. “Agradeço a ele pelo apoio, participação na campanha. Sempre presente com esse grupo de suplentes, hoje vereadores. Tomba nunca abandonou seus aliados, e nós somos prova disso”, falou o novo prefeito.

O deputado Tomba lembrou a Marco Celito o desafio que ele terá pela frente em poucos dias de interinidade. “Seu desafio não é fácil. A cidade está devastada administrativamente. Toda estrutura da saúde, funcionalismo, contas, convênios e contratos prejudicados pelos prazos, além de uma completa situação de terror que foi implantada dentro do município. Quero que você organize tudo o que puder e vamos juntos até os órgãos estaduais e federais para fazer essas assinaturas e garantir mais recursos, são milhões e milhões para obras em Santa Cruz. Mas é com um prefeito comprometido com o povo que nós vamos garantir isso”, afirmou Tomba.

Tomba acompanhou a equipe nos primeiros minutos e depois se retirou para cuidar de assuntos pessoais. O deputado falou rapidamente ao blog da importância de normalizar o funcionamento da prefeitura. “Eu na minha experiência de prefeito, acho que Marco precisa se sentar com sua equipe, nomear pessoas de sua confiança e da confiança do grupo para conduzir a Prefeitura para uma tranquilidade e ao sucesso de gestão, entre as oito melhores, de acordo com o TCE/RN. Eu só vejo o momento para nós reconstruirmos a cidade. Santa Cruz não merece aventureiros”, concluiu.

Marco Celito tomou posse na Prefeitura Municipal de Santa Cruz

O novo prefeito interino de Santa Cruz, Marco Celito, é a terceira pessoa a ocupar a titularidade do executivo municipal neste ano de 2018, e assumiu suas funções na tarde desta sexta-feira (14).

Marco Celito foi acompanhado do grupo de partidários de Tomba Farias e subiu as escadas da Prefeitura até o gabinete civil, onde recebeu vereadores do bloco e aliados para as primeiras palavras como gestor legalmente empossado.

Ele agradeceu o apoio do bloco e dos aliados para conseguir conquistar o posto de comando do legislativo, e consequentemente a interinidade do executivo.

No momento da sessão, desembargador decidia que suplentes podem participar da Mesa Diretora

É cansativo discutir esse assunto, mas vamos lá. Suplente é suplente quando é temporário.

E foi o que decidiu o desembargador Vivaldo Pinheiro, que indefiriu o recurso do grupo de Gean Paraibano na tentativa de impedir que os novos vereadores empossados concorressem a Mesa Diretora.

“Ora, tendo o sido os “suplentes” empossados na função de Vereadores, a eles são garantidos todos os direitos inerentes ao cargo, dentre aos quais votas e ser votado, bem como concorrer a eleição da Mesa Diretora”, analisou o desembargador.

Essa decisão chegou a ser conhecida pela população de Santa Cruz por volta do meio-dia, no momento em que acontecia a sessão especial de eleição da nova Mesa Diretora. Ou seja, confirmou o entendimento da Comarca de Santa Cruz e dos advogados Ivalter e Thiago.

Em sessão a portas fechadas, Câmara Municipal de Santa Cruz outro momento polêmico

Uma decisão judicial reiniciou todo o processo da sucessão municipal em Santa Cruz, com a sessão de terça-feira (11) anulada, inquérito policial aberto contra o ex-prefeito interino e presidente interino da Câmara, Gean Paraibano, sendo ainda determinada a possibilidade de sua prisão em caso de novo descumprimento das ordens do Poder Judiciário.

Como previsto, a Polícia Militar isolou uma área de 50 metros nos arredores da Câmara Municipal, inclusive com o comunicado aos logistas para fecharem as portas e agilizar o isolamento da área. A ordem determinava que 20 minutos antes da sessão e 40 minutos depois da mesma, o acesso próximo deveria ser impedido, com restrição começando na Praça Coronel Ezequiel Mergelino, na entrada da Rua Eloy de Souza e o calçadão Georgino Avelino.

O primeiro a chegar foi o vereador João Victor, que estava recebendo todos para início das atividades, e foi quem recebeu o comando local da PM para orientações da determinação judicial. Em seguida, os vereadores do grupo de Tomba (Marco Celito, Fábio Dias, Edmilson Silva, Renato Locutor e Tarcísio das Horteiras) chegaram no local, e ainda visualizamos, pela ordem, a chegada dos advogados do grupo do deputado, o presidente da sessão, Gean Paraibano, e o vereador Jackson Renê.

A sessão foi aberta dentro do horário previsto, a votação foi feita com muita celeridade e a nova mesa foi eleita por 5 a 4 votos, sendo que foram eleitas chapas individuais, pois a Mesa Diretora tinha apenas algumas vacâncias em alguns cargos.

Eleitos:

Presidente: Marco Celito 1º Secretário: Renato Locutor 2º Secretário: Edmilson Silva Suplente: Fábio Dias

Ao ser empossada a nova Mesa, o vereador Edmilson Silva colocou um requerimento, embasado no regimento interno da casa, pedindo a realização da eleição do 2º biênio, tendo em vista que seria o último dia de funcionamento da Câmara, antes do recesso. Esse foi o momento polêmico, com o vereador Gean Paraibano não aceitando a realização de uma segunda eleição. De acordo com informações dos presentes no plenário, o ex-prefeito interino discutiu com o presidente recém-eleito, Marco Celito, em que “pedia a sua cadeira”, no caso o assento de presidente da Câmara e que Marco Celito fosse tomar posse como prefeito interino.

O requerimento foi votado e aprovado por 5 a 4, mas o grupo da oposição não aceitou e se retirou do plenário. Gean, João Victor e Jackson Renê saíram pela Praça Ezequiel Mergelino, ao som das vaias da população, principalmente do grupo da situação.

Os vereadores suspenderam a sessão por cinco minutos e retomaram com a eleição da mesa do 2º biênio, elegendo:

Presidente: Fábio Dias Vice-Presidente: Marco Celito 1º Secretário: Edmilson Silva 2º Secretário: Renato Locutor

Marco Celito foi empossado prefeito e segui para a Prefeitura Municipal para tomar posse e iniciar o seu mandato interino até 31 de dezembro.

Conversas em tempo de crise, por Diógenes Fagner

CONVERSAS EM TEMPO DE CRISE

Podia ser que chovesse a noite. Mesmo assim, sob o frio e a incerteza, Adriel e Renan abriram uma garrafa de vinho e brindaram a amizade. Há dois anos eles não se viam. Na primeira garrafa, atualizaram-se sobre os assuntos comuns da vida íntima e profissional. O tema da crise política apareceu quando Adriel citou o caso de um amigo que perdera o emprego na prefeitura. Neste momento, o diálogo entrou no terreno das convicções.

Adriel lamentou a cassação do grupo do Deputado. Para ele, Santa Cruz tornou-se um lugar melhor depois de Tomba. “Tu sabe que eu sou realista”.

Para Renan, ao contrário, o mérito é dos governos do PT. Tomba sempre foi um político que, se fez algo por Santa Cruz, fez ainda mais por sua família e seus apoiadores. “O realismo político, Adriel!, é a escolha mais fácil, porque aceita o mundo como ele é”.

Enfatizou o nome para trazer de volta a atenção do amigo, pois este observava a mulher da mesa ao lado.

Que tal um meio termo, propôs Adriel. “E se concordarmos que ambos, Tomba e o PT, contribuíram para melhorar a cidade? Não seria razoável reconhecer que Tomba e Fernanda, como gestores, conseguiram implementar no município programas federais e, nesse sentido, políticas petistas? Afinal de contas, Tomba chegou ao poder praticamente na mesma época que Lula”.

Talvez, ponderou Renan. “Mas me desagrada que exaltemos esta dita “eficiência”. O que Tomba e seu grupo realizou nos últimos 18 anos, gestores honestos e um grupo de técnicos concursados também teriam realizado e, além do mais, o teriam feito numa relação justa do poder municipal com os santa-cruzenses capacitados, sem subtrair recursos públicos.”

Eu entendo, disse Adriel. “A corrupção é um problema, mas, Renan, quando um candidato honesto e eficiente aparecer em Santa Cruz, se é que existe, este terá meu apoio.”

Neste momento, Renan assumiu uma postura antiga, pedante, da qual Adriel não gostava. “Eu não lhe entendo. É preciso um mínimo de princípios e boa-fé. Como você acredita que estes novos políticos nascerão sem o apoio das pessoas, sem que lhes sejam dadas as condições para crescer?!”.

A conversa antes cordial foi ocupada por ironias.

Estas divergências ideológicas e da forma de falar, Adriel sempre dissera que era mais a forma, noutros tempos teriam conduzido a uma briga. Mas Renan se conteve. Segurou as palavras.  Elas certamente depois fugiriam e apareceriam na forma de sua já conhecida tosse seca.

Abriram a segunda garrafa, mudaram de assunto.

A meia noite, uma chuva obrigou o Bar a fechar mais cedo e os amigos se despediram com afeto.

Em casa, na cama, Renan sentiu um pouco de tristeza. Será que foi agressivo com Adriel?  “Como é difícil ser ao mesmo tempo cordial e verdadeiro” pensou… e, já adentrando o registro do sonho, assistiu a si mesmo a voar sobre as ruas e prédios de Santa Cruz, num sonho repetitivo da infância cujo sentido ignora…

  Por Diógenes Fagner

Câmara Municipal realiza duas sessões para eleger nova Mesa Diretora

A Câmara Municipal de Santa Cruz realizou duas sessões para eleger a nova Mesa Diretora.

A primeira sessão era prevista em uma decisão judicial. Foi cumprida fielmente, mas em seguida, Edmilson Silva pediu a realização de uma nova eleição, aquela que resta, o segundo biênio.

O vereador Gean Paraibano questionou a realização dessa eleição e chegou a acontecer um momento acalorado. Gean pediu que Marco Celito se retirasse da presidência para assumir a prefeitura, pois ele iria tomar posse da presidência da Câmara, interinamente.

Gean se retirou da sessão, junto com os outros vereadores da oposição. A segunda sessão então foi realizada com cinco vereadores, e deverá ter questionamento judicial.

Vereadores estão empossados na Mesa Diretora. Marco Celito está prefeito interino

O vereador Marco Celito já está empossado prefeito pela nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Santa Cruz. Junto com ele novos membros da Mesa do legislativo. Os vereadores já autorizaram a entrada da imprensa e posaram para fotos.